Bradesco Saúde: eu desisti!

Postado em 18.10.2008 - 09:07
Bradesco saúde: eu desisti!

Há alguns anos eu sou médico do convênio Bradesco Saúde, mas nesta semana a minha paciência chegou ao fim, e eu me desliguei da rede de credenciados deste plano de saúde. A Bradesco Saúde é uma empresa enorme, com milhões de segurados, e que presta um ótimo serviço aos pacientes, já que tem cobertura nos principais laboratórios e Hospitais do País, além de autorizar procedimentos e exames de alta complexidade. Mas é aí que está o problema, o convênio é ótimo para o paciente, e isto é inegável, mas tem um descaso imcompreensível com os médicos credenciados junto ele. O objetivo deste artigo é detalhar as razões que me motivaran a tomar uma atitude tão drástica, e permitir a você que entenda um pouco dos bastidores da relação convênio-médico.

A Bradesco Saúde, apesar de uma estrutura gigantesca, tem um comportamento de uma empresa de “fundo de quintal”, no que diz respeito a organização. No ano passado, o Governo Federal introduziu uma Guia padrão de consultas chamada TISS para todos os convênios, que deveriam ser fornecidas para todos os médicos pelos próprios convênios. Saiba que a Bradesco não iniciou este procedimento dentro do prazo legal, e ainda obrigou que clínicas e consultórios médicos imprimissem todas as guias por conta própria, ou seja, nos tornamos “gráficas expressas” em decorrência da incapacidade de uma empresa sabidamente milionária. Além disso, criou uma série de dificuldades para que o preenchimento destes novos papéis fossem aprovados, fazendo com que um número enorme de médicos tivessem os seus honorários glosados e não pagos. Obviamente a Bradesco não mostrou previamente a maneira correta de preenchimento destes dados, já que é muito mais rentável não pagar, e ainda poder colocar a responsabilidade disto no próprio prestador.

Além disso, a Bradesco Saúde jamais disponibilizou o cronograma de pagamento de honorários para médicos prestadores, ou seja, você nunca sabe o dia correto do pagamento, algo que para quem tem um mínimo conhecimento de Administração de Empresas, é um absurdo. É muito difícil saber ter uma programação de custos e pagamentos , que por sinal são muitos em um consultório médico, se você não faz idéia de quando receberá. O pior, é que quando se entra em contato com o convênio, eles também não sabem lhe dizer, e mandam você ficar conferindo o seu extrato diariamente, ou seja, mais uma função delegada ao médico por falta de clareza da empresa. A coisa é tão confusa, que várias vezes o pagamento dos componentes da minha equipe cirúrgica foi feito em períodos diferentes, sendo que as contas são enviadas todas juntamente, ás vezes com vários dias de intervalo entre um depósito e outro. Interessante isto, quando pensamos que este convênio é controlado por um Banco que mostra lucros trimestrais enormes.

Nesta semana, chegamos ao fim da linha. Após perceber o não pagamento de um honorário correspondente a um mês de trabalho, entrei em contato com a Bradesco. Para minha surpresa, descobri que todas as minhas guias de consultas foram extraviadas, e que desta forma, eu não terei como receber pelo trabalho já realizado. Pior que isto é a humilhação, já que você está questionando um direito de qualquer trabalhador, e é atendido por um menino no Call Center que acha a coisa mais comum lhe dizer que você não receberá os seus honorários, e ainda lhe trata como se você fosse um pedinte, que estivesse mendigando um “troco”. O que você acha de todo mês o gerente da sua empresa ter que perguntar ao auxiliar de escritório do Departamento Pessoal sobre a data do seu pagamento, e esse funcionário lhe dizer que não sabe, e não se preocupar nada com isto? Quanto tempo você acha que ele toleraria esta situação? Mais uma surpresa, adivinhem de quem ele acha que é a responsabilidade disto tudo? Se você disse que é do médico você acertou, porque ele sugeriu que eu digitalizasse todas as imagens das guias e fizesse um banco de dados, já prevendo situações freqüentes de extravio. Ou seja, depois de já ter virado uma gráfica, o meu consultório deverá ter um departamento de Tecnologia de Informação ou um Centro de Procedimento de Dados para sanear a bagunça que a Bradesco Saúde representa.

A todos que já passaram algum dia em meu consultório e conheceram-me pessoalmente, eu sei que tenho total credibilidade deste relato. Eu nunca priorizei pacientes particulares em detrimento do atendimento de pacientes conveniados, o tempo de consulta de ambos sempre foi o mesmo, jamais houve uma cobrança adicional para os pacientes conveniados, nunca fiz agendas separadas para as categorias de pacientes, e sempre tive o mesmo respeito por todos. Todos os meus pacientes têm o número do meu celular impresso em meu receituário e no cartão de visitas, e todos são atendidos de forma semelhante quando entram em contato comigo. Além disso, a mesma equipe cirúrgica é aplicada a todos os casos operados, e eu faço questão de ver os pacientes internados pessoalmente e de fazer eu mesmo todos os curativos, o que pode ser comprovado por qualquer paciente que eu já tenha submetido a tratamento cirúrgico. Desta forma, não vejo porque ser fiel a uma empresa como a Bradesco Saúde, já que tenho um comportamento infinitamente mais profissional e correto que ela, tenha ciência da minha capacidade médica e auto-estima elevada para ter que me submeter a uma situação ridícula como esta. De qualquer forma, terei imensa satisfação em atender aos pacientes deste convênio médico, já que estes também são vítimas da falta de clareza e decência da Bradesco Saúde, que faz com que médicos capazes e dedicados deixem regularmente o seu quadro de médicos credenciados.

39 Comentários para “Bradesco Saúde: eu desisti!”

  1. 1 Mirian
    20.10.2008 às 21:34

    Só temos a lamentar que a ganância dessa instituição tenha chegado a esse ponto de tratar a medicina como um “negócio”.
    A saúde virou um “ativo financeiro”.
    Dá para entender: vivemos dias onde o lucro vem acima da vida.E a vida vale cada vez menos .
    Só não dá para compactuar .
    Acredito que profissionais que prezem sua imagem e que tenham um mínimo de dignidade farão o mesmo que Dr Valério.
    Perdemos todos .
    Afinal para alguém ganhar muito , muitos devem perder.É a lógica do mercado.

  2. 2 Elza Maria
    21.10.2008 às 13:36

    Conheço o Senhor pela minha amiga Mirian Sanches, e sei o quanto o Senhor é de confiança, oque fazem com os médicos é um descaso e falta de respeito; o problema é que nesse país a um descaso total pelas pessoas que trabalham, lamentavelmente nos sentimos orfãos porque não temos a quem recorrer!

  3. 3 Mulher de 30
    22.02.2009 às 00:05

    interessante saber os bastidores entre médico e convênio.
    gosto dos seus posts, são úteis e esclarecedores.
    abraços

  4. 4 Indignada São Paulo
    24.02.2009 às 10:19

    Dr. depois que li seu artigo sobre a Bradesco Saúde fiquei mais indignada com a Instituição Bradesco do que nunca. Fui colaboradora desta instituição por dois anos, e o desrespeito pelo funcionário é tão grande que muitos vivem doente. Lá passei muito nervosismo e também por contrangimento de ver alguns de meus colegas de trabalho serem humilhados por gerentes sem competência. Eu trabalhava na área de tecnologia da informação, muitas vezes em turnos de 15 a 18 horas de trabalho seguido. Resultado, fiquei estressada, peguei uma alergia na pele e uma inflamação e fiquei de licença média por 15 dias, voltei ao trabalho e adivinha? Fui demitida e até hoje não consegui recolocação no mercado, muito provavelmente porque eles devem denegrir minha imagem quando alguma empresa solicita referências minha.

    Inumeras vezes participei de reuniões onde pude perceber como eles “valorizam” os colaboradores. Para eles somos recursos, como uma mesa, uma cadeira.

    Parabéns por sua coragem e sabedoria.

  5. 5 Aluizio R. C. Neto
    28.04.2009 às 22:27

    Sou paciente do Dr Fernando e conveniado do Bradesco. Verdade absoluta de que ele atende aos pacientes da mesma forma independente de ser via convenio ou não.
    Verdade absoluta de que o Bradesco possui um sistema predatório, visando lucro em detrimento de vida.

  6. 6 Luiza Marques
    14.05.2009 às 20:08

    Me parece que esta instituição milionária trata seus clientes com descaso total, veja só o meu caso: Sou de Recife e atualmente estou morando em São Paulo, venho pelejando há dois anos por um livreto de Rede de
    credenciados e eles não me mandam, fico perdida sem saber onde ir quando preciso de um médico. Faço várias ligações e os meninos do call center muitas vezes tbm não sabem me informar, então fica na mesma. Quanta desorganização!!!! Que vergonha Bradesco!!!!

  7. 7 MARCIO
    19.10.2009 às 11:22

    DEPOIS DESTA NOTICIA, SÓ ME RESTA PERGUNTAR, ACEITA O PLANO DA PETROBRÁS?, ABRAÇOS

  8. 8 Dr. Fernando Valério
    20.10.2009 às 10:04

    Marcio, gostaria de rearfimar que o convívio com os convênios de saúde são muito traumáticos, principalmente quando o médico é honesto e correto. Em relação à sua dúvida, não sou médico credenciado do convênio da Petrobrás.

  9. 9 Soraia
    16.11.2009 às 09:35

    Gostei muito de saber a opinião do dr. Fernando Valério pois encontrei por acaso a sua declaração quando procurava informações sobre o Bradesco saúde para o credenciamento médico. Realmente é uma vergonha que nós médicos com anos de estudo e dedicação e com tanta responsabilidade nas nossas costas tenhamos que nos submeter a essa humilhação e descaso de alguns planos de saúde. É muito importante que os colegas médicos denunciem esses tipo de abuso para que pensemos muito antes de nos credenciarmos em alguns determinados planos de saude. Abraços

  10. 10 Dr. Fernando Valério
    16.11.2009 às 22:36

    Soraia, estas empresas de saúde acreditam que nós médicos somos simplesmente incapazes de vivermos sem elas, e pior, não valorizam de forma alguma os profissionais capazes que são credenciados a elas. Desta forma, estou adaptando o meu consultório para que não tenha qualquer relação comercial com estas empresas, o que ocorrerá em um futuro muito próximo, felizmente. Acredito ser muito importante que médicos jovens tomem contato com esta realidade.

  11. 11 Valéria
    15.02.2010 às 22:15

    Olá Dr.!

    Recentemente fui diagnosticada com pólipo biliar e então recorri a internet para maiores informações. Seu post foi muito esclarecedor, porém fiquei decepcionada com relação ao convênio (o meu é Bradesco), e realmente nunca tive problemas…. Que pena que os bastidores desse “filme” é assim! Mas vou continuar a visitar sua página para esclarecimentos futuros.

    Abraços
    Valéria

  12. 12 Dr. Fernando Valério
    17.02.2010 às 07:59

    Valéria, primeiramente agradeço o seu interesse pelo blog e fico satisfeito em saber que ele lhe foi útil para compreender melhor o seu problema.
    Quanto à Bradesco Saúde, este é um plano de Saúde que atende bem aos seus segurados, mas que infelizmente não tem o mesmo comportamento com os seus médicos credenciados, seja do ponto de vista ético, moral ou financeiro. Por esta razão decidi não manter relações comerciais com o seu convênio. Mas saiba que esta não é uma prerrogativa da Bradesco, visto que a maior parte dos convênios seguem a mesma linha.

  13. 13 ANTONIO
    23.02.2010 às 15:54

    Fico muito feliz em ter visto seu comentário a tempo, pois estava a procurar na internet como seria possível se tornar credenciado pelo bradesco saúde e, depois deste relatório bem feito, e, já sabendo como funcionam outros convênios parecidos, estou decidido. Vou economizar alguns fios brancos de cabelo com certeza. Espero ainda que um dia possamos ver a lei que trata deste setor ser aprovada pelos deputados e senadores e, assim, tornar esta relacão médico-convênio menos desigual. Abracos

  14. 14 Dr. Fernando Valério
    23.02.2010 às 23:53

    Antonio, fico feliz em saber que mais um profissional se une à minha luta pela ética e respeito no relacionamento que os convênios de saúde têm com os médicos credenciados. Por enquanto, estamos muito longe do ideal.

  15. 15 Teresa
    01.04.2010 às 19:56

    Dr. Valério realmente acho que tens toda razão de criticar nao somente o BRADESCO, mas ele principalmente pelo tamanho e tempo de mercado que deveria analizar melhor
    e cumprir duas obrigações com o prestador e com o segurado,
    Acho que so cumpre com o Segurado, porque se pelo meno isto não for feito de acordo , vai para a justiça e vai ter que cumprir de qualquer jeito, por outro Lado infelizmente nem todos os Médicos São Medicos, pois quem esta do outro lado no Bradesco, glosando as faturas é OUTRO MÉDICO, uma Ironia

    MAS DEIXO AQUI A MINHA INTERROGAÇÃO E EXCLAMAÇÃO ??!!!! se eu não tiver convenio ou SEguro Saúde, Será que Algum Médico que não seja do Sus vai me atender? Será que eu tendo o Ssaldo para pagar a consulta eu serei atendida, mas se eu precisar que o médico faça a Cirurgia Ele me cobraria um Valor que eu pudesse pagar??? ou terei que vender tudo que tenho para que um médico Salve uma Vida???

    INFELIZMENTE O SEGURO E O CONVENIO É O MAL NECESSÁRIO,

  16. 16 Dr. Fernando Valério
    04.04.2010 às 08:36

    Teresa, em relação aos convênios de saúde, como o nosso sistema público é falido, se possível, todos deveríamos ter algum plano de saúde. As contas hospitalares são altíssimas, e por é tão importante ter esta segurança. Em relação aos médicos, da forma como vêm sendo tratados pelas operadoras de saúde de maneira geral, todos teremos grandes dificuldades em encontrar profissionais capacitados e sérios que ainda se prestem a manter relação com estas empresas. Para lhe exemplificar o que estou lhe dizendo, leia o que a Sul América fez comigo nos últimos tempos no texto que também publiquei neste blog através do link http://www.drfernandovalerio.com.br/blog/2009/12/24/sul-america-saude-vs-qualidade-de-atendimento/

  17. 17 Dra Sany
    19.04.2010 às 11:27

    Bom dia Dr Valério, sou ginecologista em Ribeirão Preto, tenho vinculo com a Prefeitura e estou terminando minha pós-graduação. Gostaria de fazer algumas considerações:
    1. na ausencia de pacientes de convenio para um médico iniciante, é praticamente impossivel manter um consultorio médico.
    2. O SUS é muito variável em relação ao município em que se atende. Em RP o serviço básico de saúde é muito bom, e funcionaem contrapartida a população não comparece para prevenção e sim apenas quando precisa na urgência, onde o sistema é sim falido! Já ouvi de pacientes de uma maternidade particular que eu não podia ser médica da rede pq eu não era ruim. Infelizmente isto é um preconceito tanto de pacientes qto de colegas de profissão.
    Gostaria de ouvir alguma opinião para uma colega em inicio de profissão pois a impressão que tenho é: Se correr o bicho corre se ficar o bicho pega.
    Dra Sany Ferrarese crm sp 112472

  18. 18 Dr. Fernando Valério
    24.04.2010 às 08:21

    Dra. Sany, na minha opinião o que devemos sempre buscar é a valorização da nossa profissão, seja em ambiente público, através de convênios ou de forma particular. Todas as vezes em que o que nos cerca prejudica o desempenho da nossa atividade, devemos repensar em como alterar a situação. No meu caso, após me desligar do atendimento aos convênios, que por sinal nos tratam como uma massa necessitada, tive mais reconhecimento profissional, mais tempo para me dedicar aos meus estudos e aos meus pacientes. Na verdade, cada um deve escolher o caminho que lhe propicia desenvolver a sua Medicina da melhor forma possível.

  19. 19 Maria Cecilia Leite Massari
    04.05.2010 às 16:20

    Dr. Fernando: Parece que foi Deus em sua infinita sabedoria, que o colocou no meu caminho. Sou M. Cecilia Massari, Médica há 30 anos, Psiquiatra pela Associação Médica Brasileira e de Psiquiatria e sou Psicanalista titulada pela Associação Internacional de Psicanalise (IPA), do velho Freud. Moro na cidade de Sorocaba (100 km de São Paulo).Acho que sua formação com certeza teve uma trajetória árdua e acredito do seu talento e valor profissional. Estou lhe escrevendo porque há questão de 15 dias tenho sido assediada de maneira surpreendente por inúmeros convênios médicos. No início de carreira trabalhei com convênios. Mas depois de uns 5 anos eu deixei de atender. Na minha área particularmente é um intruso delicado de se lidar. Quem contrata o médico psiquiatra para o convênio ou o psicólogo, pouco está preocupado com o curriculum do credenciado. Saber se temos titulação internacional, como a minha prá eles é indeferente. O que importa é ter nomes no guia do conveniado, para que ele possa escolher onde ir. Não importa a qualidade do que façamos.
    Um desses convênios que me assediou nos últimos 15 dias foi exatamente o Bradesco Saúde. A pessoa que me procurou me prometeu que eu seria uma das únicas na região e que não haviam conseguido nenhum profissional (pelo que me informou). Agora com seu depoimento que providencialmente encontrei, eu entendi pq nenhum profissional da nossa região quer trabalhar prá eles. Sinceramente eu quero e gosto de trabalhar, mas também gosto que honrem os compromissos comigo. Afinal pagamos e bastante os impostos, água, luz, telefone, formulários, secretárias(eu atualmente nem tenho secretária), ISS, INSS´, CRM ( que dos médicos é dos únicos que exigem o pagamento da anuidade sem parcelamento, de uma vez em janeiro), IPVA (que médico hoje consegue trabalhar sem ter um automóvel?), e por aí a fora.E na hora de ir ao supermercado não dá pra dizer que atendo convênios bem intencionados e que vão nos pagar não sei quando. No supermercado não tem conversa de pagar depois. E sei quanto os cartões de crédito cobram de juros de nós. E
    Agradeço seu depoimento. Porque nem vou tomar conhecimento da proposta. A funcionária deles veio com um papo que são 20.000 segurados na região. Iam me fazer de boba. E o pior de tudo. NInguém nos devolve o tempo perdido. Esse não tem preço.
    Outro convênio que me procurou se chama GAMA. Nunca ouvi falar desse convênio. Eles dizem atender à Petrobrás, à Editora Abril e Citybank. Não gostei muito de constatar na proposta que as consultas feitas entre os dias 1 e 15 do mês só serão pagas no dia 15 do mes seguinte. Isso significa que há consultas que demoram 45 dias para ocorrer o recebimento. E as consultas feitas entre 16 e 30 do mês, só serão pagas no dia 30 do mês seguinte.
    Como não trabalho com convênios há alguns anos desconhecia esse tipo de realidade. Noto que há um prazer em brincar de videogame por 45 dias com um dinheiro que é do médico, que trabalhou e não é pedinte, como o senhor escreveu. Vou aguardar seu comentário e desculpa o tamanho da mensagem. Fiquei muito impactada e sensibilizada com seu desabafo. Um grande abraço e minha admiração pela sua coragem. M. Cecilia Massari

  20. 20 Dr. Fernando Valério
    06.05.2010 às 10:12

    Dra. Maria Cecília, é impressionante realmente o tempo em que se demora para que os honorários médicos sejam pagos pelos convênios. Como se vê, o mês do médico não tem 30 dias, e sim 45 dias. No entanto, a cobrança dos segurados é feita de forma mensal, e com altas multas em caso de atraso de pagamento.
    Este tipo de comportamento faz com que as consultas sejam realizadas com baixa qualidade, já que médicos com maior destaque e que elevariam o padrão de atendimento, acabam deixando os planos de saúde. Infelizmente, alguns dos nossos colegas precisam estar presos a este tipo de empresa, o que faz com que a profissão médica se torne um martírio para estes profissionais, o que sempre respingará nos pacientes, infelizmente.
    No meu caso, como não atendo mais a convênios de saúde (com exceção da Omint), sinto como é bom ter a liberdade de aplicar uma Medicina séria e responsável, ser valorizado de forma adequada pelo trabalho desempenhado, além de não ter que manter contato próximo com os planos de saúde, o que me trazia imenso desgaste. Fico feliz em saber que a Sra. também goza deste privilégio.

  21. 21 Dra Déborah
    27.07.2010 às 13:00

    Realmente é um absurdo…
    fico pensando para onde estamos caminhando, a saúde é um bem precioso, sem ela nada funciona e temos que aguentar muitos tipos diferentes de humilhações dia após dia, tenho medo quando penso nos limites para tais absurdos!
    Eu estava exatamente procurando pelo credenciamento a este plano de sáude, mais agora com cereteza não quero mais!
    Temos que falar mesmo, quem sabe alguém note o que a saúde é nos bastidores!
    Abraços.

  22. 22 Dr. Fernando Valério
    27.07.2010 às 15:06

    Dra. Déborah, infelizmente vivemos em um ambiente de imoralidade com a relação médicos e empresas de saúde. Caso seja possível à Senhora viver sem esta associação, o faça, visto que o seu desempenho será melhor e o prazer em praticar a Medicina será muito maior. Ao contrário, será submetida a abusos diariamente e ao final do mês precisará torcer para receber os seus honorários de forma adequada. Sucesso e obrigado pelo comentário.

  23. 23 Cristiane
    08.09.2010 às 17:57

    Caro Dr. Fernando Valério,

    Gostaria de parabenizá-lo pelo blog em primeiro lugar. E aproveitar para mencionar a minha surpresa com tal desabafo. Fiz o meu primeiro vestibular para medicina e infelizmente não obtive êxito, acabei fazendo outro curso universitário (fisioterapia) como segunda opção. Sofri por 5 anos tentando credenciamento a convênios, entre eles a Bradesco Saúde e, sem sucesso, desisti. Tentei então sobreviver às custas das consultas e tratamentos particulares, mas mesmo dedicada e bem qualificada no que fazia e ainda contando com o reconhecimento dos meus pacientes, percebi que os longos tratamentos fisioterapêuticos pesavam e falavam mais alto a eles, que acabavam abandonando tudo. Fechei a clínica, voltei a estudar, passei no vestibular e estou realizando o sonho de me tornar médica. Pensava com meus botões que o credenciamento para os médicos seria algo diferente, muito mais fácil de se obter e que melhoraria bastante a vida de quem ama a área da saúde e quer apenas trabalhar bem e ser remunerado de forma digna. Então acabei vindo parar bem aqui no seu blog e em tantos outros para ler relatos similares. Só tenho a agradecer esse seu desabafo que nos faz refletir sobre essa relação predatória dos convênios com os médicos. Acredito que todos que querem trabalhar de forma séria, dedicada e honesta devem dar um basta aos convênios até que eles percebam que não podem continuar com esse descaso. Um abraço e sucesso!

  24. 24 Dr. Fernando Valério
    09.09.2010 às 22:20

    Cristiane, agradeço o seu comentário, parabenizo-a pele força em se dedicar ao seu sonho, e desejo sinceramente que você tenha sucesso suficiente em sua carreira para não ter que se submeter por longos períodos a estes planos de saúde. Estas empresas visam o lucro, e jamais se preocupam com a qualidade de atendimento prestado e pela humanização do atendimento médico. Sugiro que você leia o texto que escrevi sobre a Sul América através do link http://www.drfernandovalerio.com.br/blog/2009/12/24/sul-america-saude-vs-qualidade-de-atendimento/

  25. 25 Silmara
    13.10.2010 às 22:59

    Dr. Fernando Valério, Em primeiro lugar, muito obrigada pela informação sobre hemorróidas. Fui acometida por esse “incômodo” há 15 dias e, depois do pavor, e de ouvir amigas e o próprio marido, fiquei mais calma. Estava decidida a esquecer “a bolinha” que não sangra, não dói e deixar a pomada resolver o problema.
    Resolvi pesquisar sobre o tema e descobri o seu blog. Depois de ler atentamente o seu texto, já estou pronta a procurar profissional especializado na área para tratar enquanto está no começo.
    Moro em Santos e recebi recomendação do meu Clínico Geral e de amigas para procurar uma médica muito competente. VOU PAGAR PELA CONSULTA, pois ela não é conveniada ao Bradesco.
    Conforme me informou a atendente, eu pago e solicito reembolso. Lógico que este será inferior ao valor pago pela consulta, mas o que fazer??? Aqui em Santos, encotrei apenas dois médicos especialistas credenciados e não tenho referências sobre os mesmos, fato que me deixa muito insegura. Prefiro pagar e consultar profissional indicado a correr risco. Afinal, já chega o constrangimento causado pelo meu “incômodo”.
    Concordo com o Sr. sobre o atendimento oferecido pelo Bradesco aos conveniados. Pago quase R$800,00 por mês. É caro!!! Mas não posso abrir mão, pois é o melhor que já tive. Não preciso pedir autorização para exames; não tenho que esperar meses por uma consulta e, quando preciso de atendimento ou mesmo consulta em hospital, por ser segurada do Bradesco, o atendimento é o melhor possível.
    Pena que os médicos não recebam o mesmo tratamento, não tenham a mesma segurança e o devido reconhecimento.
    Desculpe, mas não resisto…ainda bem que optei pelo Direito.
    Mais uma vez, obrigada pelas suas valorosas elucidações.
    Um grande abraço,

  26. 26 Dr. Fernando Valério
    14.10.2010 às 00:05

    Silmara, a Bradesco Saúde é um convênio seguro aos pacientes, mas não tem um comportamento muito respeitoso em relação aos médicos. Infelizmente!

  27. 27 Dra. Thaís
    23.11.2010 às 19:18

    Olha, colega, faz tempo que eu penso em me credenciar ao Bradesco. Eles já me chamaram várias vezes, mas eu nunca me interessei. Depois do que vc contou, fico ainda mais preocupada. Mas deixe-me lhe dizer uma coisa. A American Express vem sendo administrada pelo Bradesco há algum tempo (naõ sei bem quanto tempo), e essa impressão que vc tem de uma administração de fundo de quintal eu tb tive com a AMEX. Eles tratam a gente como objeto, não têm a menor consideração pelo cliente, e isso bate com o tratamento que vc disse que dão aos médicos. Deve ser um mal do Bradesco como um todo. O banco mesmo, tentou fazer uma linha mais “sofisticada” com as contas Prime, mas não conseguiu. O nível dos funcionários é ruim, eles são despreparados, e sinceramente não sei como a empresa ganha tanto dinheiro. Tem alguma coisa errada.

  28. 28 Dra. Thaís
    23.11.2010 às 20:22

    Ah, quero acrescentar outra coisa. Esse tratamento péssimo que os médicos recebem é culpa nossa mesmo. Porque tem sempre um certo número que aceita essa escravidão, a banalização da medicina, e as empresas de saúde vão tomando conta, enriquecendo cada vez mais, e nós temos que trabalhar um número de horas absurdo para conseguir ter uma vida razoável. Só com um posicionamento sério e coeso frente às empresas de saúde, e frente aos políticos que têm o dever de enfrentá-las, é que as coisas podem melhorar.

  29. 29 Dr. Fernando Valério
    23.11.2010 às 23:18

    Dra Thaís, eu brinco que a única coisa que eu quero da Bradesco são algumas das suas ações, visto que descobri da pior maneira como se manter com lucros altos. É melhor ser sócio deles do que funcionário ou prestador de serviços. Quanto ao Prime, é apenas um cartaz sofisticado para um teatrinho comum e sem diferencial. Continue sem o convênio, você terá uma vida profissional mais saudável e com melhores resultados.

  30. 30 Evelyn Burgers
    10.01.2011 às 22:30

    Prezado Dr. Fernando,
    Creio que estamos num país que se diz “em desenvolvimento” mas que na verdade é um grande barco furado, uma terra de ninguém, onde as pessoas capacitadas, de bem, íntegras, competentes, que cumprem seus deveres a risca não tem valor e ainda são menosprezadas pelos mandatários, nem sempre honestos, nem sempre bem preparados, nem sempre estudados ou com capacidade para liderar ou gerir algo.
    Estou eu aqui, hoje, procurando alternativas para mudar de plano de saúde, tamanho descontentamento com a Unimed e me vejo diante de sua denuncia contra o Bradesco Saúde, que até então eu achava ser a melhor opção.
    Não consigo ter essa sua certeza de que o Bradesco Saúde “presta um ótimo serviço aos pacientes” já que não consegue tratar bem os seus médicos credenciados. E isso é uma cadeia, onde todos tem seus direitos e deveres. Não existe somente um lado nessa moeda.
    Infelizmente não sei onde vou parar.
    INSS nem pensar…
    Saúde particular é inviável.
    Planos de saúde, convênios, seguros oferecem muito e pouco conseguem cumprir. Consultas marcadas para quando vc já não está mais doente, filas e filas para ser atendido por recepcionistas que não sabem lidar com pacientes debilitados, exames que deveriam ser autorizados on-line e demoram 15 dias para receber um simples carimbo, enfim, uma lista de problemas que seriam minimizados caso os dirigentes não colocassem tantos obstáculos, caso as metas de saúde pública fossem seguidas, caso as administradoras de planos não fossem tão gananciosas, caso toda a verba recebida através de impostos que pagamos fosse direcionada aos hospitais e pesquisas.. e por aí vai.
    Caro Dr. Fernando, desculpe o desabafo mas estou solidária com seu afastamento. Ainda há de chegar o dia onde pessoas competentes serão reconhecidas e pessoas desqualificadas serão desprezadas. Vou aguardar esse momento..
    Por fim, explorei seu blog e vi o site, o qual achei muito interessante. Temas nem sempre fáceis de lidar foram esclarecidos através da leitura clara, objetiva e acessível a qualquer internauta. Profissionais desse tipo é que este país “em desenvolvimento” precisa.
    Obrigada.

    Evelyn

  31. 31 Dr. Fernando Valério
    23.01.2011 às 10:53

    Evelyn Burges, agradeço o seu comentário, que por sinal foi muito bem escrito e contundente. Concordo com tudo o que você disse, e também acredito que estamos muito longe do tal desenvolvimento. As nossas instituições ainda são em grande parte admnistradas e comandadas por pessoas incultas, despreparadas e principalmente, não comprometidas. De qualquer forma, como cidadão venho tentando fazer a minha parte, mesmo que seja apenas uma gota em um grande balde. Parabéns pela clareza do seu posicionamento.

  32. 32 Tatiana
    25.02.2011 às 21:44

    Caro Dr. Fernando Valério,

    Gostaria de parabenizá-lo pelo blog em primeiro lugar.
    Trabalho com um Dr super conceituado e gostaria muito de saber como é feito o credenciamento com a Omint,o Sr pode me dar o caminho das pedras.

    Muito obrigada
    Sucesso e saúde ao Sr.

  33. 33 Dr. Fernando Valério
    26.02.2011 às 09:54

    Tatiana, para se credenciar a qualquer convênio médico é preciso entrar em contato com o setor de Credenciamento, onde você e o seu currículo serão avaliados. Saiba que a Omint é um dos convênios mais exigentes do mercado. Sucesso.

  34. 34 Ely Mulgrabi de Oliveira
    08.03.2011 às 22:50

    Dr. Ferenando,

    Somos colegas de ofício. Estava pensando em me credenciar,
    mas agora vou repensar…
    Esse tipo de comportamento do plano de saúde ao serviço prestado merece uma ação judicial.
    Abraços.

    Ely Mulgrbi de Oliveira
    CREMERO 2678

  35. 35 Dr. Fernando Valério
    10.03.2011 às 12:17

    Ely Mulgrabi de Oliveira, tenha a certeza de que os planos de saúde não são nossos parceiros, e muito menos dos pacientes. O lucro está acima de qualquer filosofia humana.

  36. 36 francinaire
    15.03.2011 às 16:04

    foi providencial o seu comentario, pois estava em busca de credenciamento com o bradesco, e “eu tambem desisti!”

  37. 37 Dr. Fernando Valério
    15.03.2011 às 17:11

    Francinaire, fez bem. O caminho solitário e particular é muito mais difícil, mas muito mais recompensador e prazeroso. Assim, você poderá desenvolver a sua atividade médica com plenitude e com alto padrão de excelência, já que não será censurada por um Banco.

  38. 38 Hermes Stalin
    26.04.2011 às 19:06

    Cara Mirian e demais, a medicina sempre foi vista como um negocio pela maioria dos próprios médicos.

    A empresa que fornece seguros de saúde para seus empregados está viabilizando o acesso para que estes tenham a oportunidade de se tratar com um pouco mais de dignidade, e por um valor que não irá agredir sua renda familiar, como uma simples consulta particular o faz. Este é grande motivo pelo qual as pessoas deixam de se cuidar de maneira preventiva o que evitaria vários problemas, e deixam para procurar um médico na hora da quase morte.

    Médicos que vem de familia rica ou que já estão com a vida ganha para assim dizer, ´´simplesmente não atendam pelos planos´´, não tem que ficar reclamando de nada, dêem espaço para aqueles que querem trabalhar e atenderem pessoas respeitando a dignidade da pessoa humana, o que esta previsto na CRFB, e pior que nem o Estado respeita.

    ´´Pois costume é, aquele médico que atende pelo SUS nem olhar a fisionomia do paciente, mas quando esse mesmo paciente vai em sua clinica particular, o mesmo médico que outrora o atendera com descaso, faz questão até mesmo de abrir a porta.´´

    Antes de qualquer coisa olhem para a realidade do pais em que vivemos.

    ´´Querem melhorar o mundo? Então comessem mudando seu ponto de vista sobre ele.´´

  39. 39 Fátima Kupper
    24.04.2013 às 09:08

    Procurando a forma de credenciar minha clínica de fisioterapia, pois tenho bastante procura pelos conveniados Bradesco Saúde, achei o seu blog do qual gostei muito, e realmente é assim com os outros convenios também, ocorrendo as mesmas coisas e enfim todas as dificuldades para pagar- nos sempre.Simplesmente desisti de procurar o Bradesco – OBRIGADA Dr. Fernando e um Abraço.
    Att.Fátima – Sorocaba

Deixe um comentário