Divertículo, diverticulose e diverticulite: qual a diferença?

Postado em 29.04.2009 - 08:22

Atendo frequentemente pessoas que apresentam divertículos em intestino grosso (cólon), já que esta é uma alteração intestinal comum, principalmente com o avançar da idade. No entanto, percebo que há uma grande confusão no que se refere à utilização dos termos, e por esta razão este artigo tem como principal interesse demonstrar as diferenças entre ter divertículo intestinal, diverticulose ou moléstia diverticular dos cólons e diverticulite.

Os divertículos intestinais representam a presença de um abaulamento da parede do intestino grosso, como se este fosse um pequeno “saco”, e que surge em áreas de maior fraqueza da parede intestinal. Diverticulose ou moléstia diverticular simplesmente descreve que este intestino apresenta divertículos. A diverticulite aguda é a inflamação do divertículo, e decorre da obstrução dos divertículos por fezes e alimentos, e caracteriza o maior problema relacionado com os divertículos, já que esta inflamação está associada à infecção da região.

A presença da doença diverticular é mais comum em pessoas acima de 50 anos, mas pode acometer os mais jovens (principalmente os homens). Quanto ao sexo, há uma distribuição homogênea de maneira geral. Os divertículos surgem em decorrência de características pessoais e estilo de vida, como dieta, atividade física e obesidade. A dieta rica em fibras é considerada a melhor maneira de se prevenir o surgimento dos divertículos, principalmente quando associada a prática de exercício, já que há um incremento da função intestinal. A obesidade está relacionada com maior incidência de quadro de diverticulite e de sangramento (hemorragia) decorrente da presença dos divertículos, sendo estas as duas maiores complicações da doença diverticular. Aproximadamente de 15 a 25% dos pacientes com diverticulose apresentarão uma crise de diverticulite, enquanto de 5 a 15% evoluirão com sangramento intestinal.

A maioria das pessoas com a moléstia diverticular ou diverticulose não apresenta sintomas e continuarão assim pelo resto das suas vidas. O diagnóstico é feito em geral durante um exame endoscópico do intestino (colonoscopia) ou através de exames de imagem, como a tomografia computadoriza de abdome. A diverticulite, por outro lado, como se caracteriza por inflamação e infecção, apresenta como principal sintoma a dor abdominal. Outros sintomas presentes na diverticulite são náusea, vômitos, constipação, febre e sintomas urinários. Quanto à gravidade das crises de diverticulite, 75% delas são simples, e tratadas apenas com tratamento clínico, enquando 25% podem ser mais severas, necessitando até mesmo de cirurgia. A melhor maneira de se evitar as crises de diverticulite aguda é manter uma dieta rica em fibras. Após a primeira crise de diverticulite, um terço dos pacientes permanecerão assintomáticos, outro terço evoluirá com desconforto ocasional, e o último terço apresentará a segunda crise de diverticulite. Após a segunda crise, apenas 10% dos casos ficarão livres dos sintomas de desconforto abdominal.

392 Comentários para “Divertículo, diverticulose e diverticulite: qual a diferença?”

  1. 1 sonia maria savordelli
    02.05.2009 às 19:41

    Pesquisei sobre doenças no intestino após dois sangramentos
    que tive no período de um ano e alguns meses. Notei que junto com isso a ocorrência de gases era volumosa e tb apareceram infecção na urina. Percebi que não deveria ser mero acaso, porém, os médicos que me atenderam não deram importância aos comentários. Posso dizer que fiquei absolutamente impressionada com tudo que li aqui e que considero da maior importância estabelecer fontes de informação, pois assim podemos acompanhar melhor o que nos acomete e tb entender como contribuir conosco mesmo para solução dos nossos problemas. Jamais um médico me informou que algumas doenças intestinais interferem até mesmo nas relações sexuais, entre outras informações que obtive ao ler esse site.

    Agradeço muito, pois até mesmo a doença do pânico já convive comigo devido meus problemas intestinais que se iniciaram a mais de 12 anos.

    Parabens pelas matérias e que Deus o abençõe

    Sonia

  2. 2 ilda
    21.05.2009 às 17:46

    Fiz uma cirurgia video laparascopia para extração da visicula bilias,há 2 meses, e tenho divertículos.Qual a melhor dieta para meu caso.
    O médico pediu que eu me alimentasse de verduras e legumes cozidos.Mas o que mais posso comer?
    A informação do que aqui lí, foi excelente,com expressões populares, com otimo entendimento para o leigo.
    Se puder me responder,agradeceria,pois fiquei muito satisfeita com este site.

  3. 3 Moraes
    28.06.2009 às 11:20

    A gente sabe muito pouco sobre nosso corpo, até ler matéria como esta, podemos ter informações que haver com coisas que
    acontecem com alguem de nossa família. E, com tratamento correto, médico especialista, essas pessoas podem ter uma vida normal…seguindo as dicas para uma alimentação adquada.

    Parabéns pelo site !

  4. 4 Danilo
    11.07.2009 às 20:42

    Tive uma primeira crise de diverticulite em 2005 com 53 anos.Foi quando descobri que tinha este problema.Apenas com antibiotico e repouso absoluto consegui recuperar.
    No final de 2008, voltei a ter nova crise e novamente tratei com antibiotico e repouso, mas desta vez o tratamento não foi bem feito (por mim e por faltta de uma boa orientação médica).Em março de 2009 tive uma nova crise, desta vez com sangramento forte darréia,fortes dores e sangramento.Após exames de ultrasom, detectou-se pequeno vazamento de liquido no abdomen.Mais uma vez , através de antibioticos e acompanhamento médico adequado,consegui minha recuperação.
    Só que desta vez o meu médico me recomendou fazer um a cirurgia, retirando a parte do intestino que tem diverticulose, objetivando eliminar outras crises futuras onde poderá ser necessário uma cirurgia emergencial, com grande risco durante a operação.
    Concordei e estou me preparando para esta cirurgia através de uma bateria de exames, avaliação pulmonar etc…
    No inicio de agosto acredito estar preparado para esta cirurgia.

  5. 5 Amilton
    13.07.2009 às 21:10

    Ao ler as informações sobre diverticulite nesse site fiquei muito satisfeito. Pois tudo é transmitido de forma muito simples. Esse assunto me chama muito a atenção pelo fato de minha mãe enfrentar alguns problemas intestinais, inclusive essa tal de diverticulite.

  6. 6 claudia kerr
    14.07.2009 às 09:56

    Bom dia!!! Em 2006 tive aproximadamente 27 dias de febre e uma internação em um hospital publico em Itaborai, onde moro, mas não houve nenhum diagnostico favoravel para meu “problema” até que foi encaminhada a outro hospital onde ocorreu uma serie de exames. Quando foi verificado a inflamação dos diverticulos. Muito complicado de entender!!! mas… Vou completar 50 anos no final do ano e tenho tido uma crise atras da outra!!! Nesse momento estou chorando e com muita dor!!! Vou buscar um médico gastro e contar minha historia!!! Amei seu site!!!! Obrigada. CLAUDIA KERR.

  7. 7 Almeida
    15.07.2009 às 13:59

    No dia 13 de Junho tive um crise de intestinos, com dores horríveis. Mal me podiam fazer a apalpação. Foi-me diagnosticado uma diverticulite aguda. Foi-me receitada dose máxima de antibióticos. Andei cerca de 8 dias a melhorar, mas ao 9º dia tive uma nova crise, após ter comido um kiwi e leite com cereais. Dores, febre, urgências no hospital, internamento durante 8 dias para tratamento. A conselho médico, devo fazer uma dieta, à base de cozidos e grelhados, nada de fibras, nada de frutas e legumes, nada de bebidas com gás. Em setembro iniciarei os exames que me levarão à intervenção cirúrgica para retirar parte do intestino com os divertículos. Cereais com fibras e bebidas com gás, são um autêntico veneno.

  8. 8 Maria Cristina Sabatino Fernandes Polydoro
    22.07.2009 às 19:45

    Gostei das informações sobre diverticulose nesse site e dos comentários das pessoas. Asimm podemos conhecer melhor essa doença e tomar atitudes. A primeira vez que eu tive foi no começo de 2009 , fui ao pronto socorro e me disseram que havia comedo algo que causou aquela cólica. Até o mês de julho tive 5 crises, e os médicos dizendo que era uma infecção por motivo alimentar.Fui ao gastro e constatou que eu tinha diverticulite. Estou fazendo tratamento. Dói muito o lado esquerdo do abdômem.Acho gozado que nunca tive prisão de ventre, sempre evacuei diáriamente.Gostaria que tivesse no site o modo de preparo dos alimentos, lista, cardápio de uma semana…

  9. 9 Antonio
    25.07.2009 às 14:37

    Olá.
    Boa tarde.
    A 15 dias atrás, fui surpreendido por uma dor leve, que apareceu do lado esquerdo um pouco abaixo do umbigo e foi aumentando gradativamente.
    Como trabalho em serviço de grande esforço físico, pensei que fosse alguma érnia que estava se manifestando.
    Fui obrigado a procurar um médico que me encaminhou para um exame de ultrasson pois diagnosticou problemas no intestino.
    Realmente no primeiro momento o médico que aplicou o teste de ultrasson disse que poderia ser diverticulite, mas sugeriu uma tomografia dizendo que seria um diagnóstico mais exato.
    Fiquei muito satisfeito com este site pois todas as informações vão de encontro ao fato ocorrido comigo e exclarecem muitas dúvidas que o médico na hora da consulta,
    não o fazem.
    Parabéns.

  10. 10 MAURÍCIO FERREIRA
    27.07.2009 às 08:41

    Olá, saibam que há dois anos tive o diagnóstico de diverticulite após apresentar uma dor (leve) com desconforto abdominal esquerdo, calafrios, temperatura não superior a 37,5ºC. No hemograma um discreto aumneto na série branca (leucócitos). O diagnóstico é baseado na história clínica. O que eu gostaria de contribuir para os que chegarem até aqui é o seguinte: Nós que vivemos com diverticulose temos que assumir um compromisso conosco mesmos, qual seja: MUDAR NOSSOS HÁBITOS alimentares. Este é meu lema: Quer viver com mais qualidade? Faça sua parte.

  11. 11 ROBSON LUZ
    07.08.2009 às 13:42

    ROBSON LUZ
    Rio, 7 de Agosto de 2009
    Minha história começou em novembro de 2008,quando do nada,apareceu uma dor leve, porém contínua,do lado esquerdo na altura do abdõmem,no terceiro dia a dor estava muito forte e fui na emergencia de um hospital particular e para minha surpresa fiquei internado com o diagnóstico de diverticulite, me informaram para evitar sementes e grãos,os quais eu quase não como, em janeiro de 2009 fiz uma colonoscopia e felizmente só acusou alguns divertículos,e a especialísta e o médico os quais me atenderam disseram que eu podia ter vida normal,porém, evitar os abusos,foi o que eu fiz e para minha surpresa em março de 2009 tive outra crise e internei e em junho outra vez, aí eu fiquei muito preocupado e notei que as orintações médicas, além de imprecisas não são corretas, conclusão, fui a diversos outros médicos e fiz e continuo fazendo diversas buscas, assim cheguei aqui, e já estou surpreso com o que li.Segundo informações dos médicos a operação deve ser muito bem avaliada,pois no decorrer da vida outros divertículos irão aparecer, sugiro a todos que se consultem pelo menos com 3 especialistas, pois no meu caso, apesar de ter sido constatado através de tomografias a divertículite, alguns médicos, que me acompanham querem que na próxima crise, antes de procuras uma emergência, tome um remédio para a dor e me consulte primeiro,pois apesar de ir regularmente ao banheiro, não ter diarréia,sangramento e febre, pode ser que o diagnótico seja outro,como por exemplo a síndome do colom irritável, e até mesmo colite.Notei que os própios médicos não tem certeza de nada e nós pobres leigos somos as cobaias dos acertos e erros dos mesmos.
    Gostaria de obter mais informações dos que vão se submeter a cirurgia para saber se esta é a melhor opção, para isso,
    deixo aqui meu e-mail,robcluz@yahoo.com.br, para contato e peço a todos que assim o façam, pois teremos que conviver com esta doença para sempre e se trocarmos informações, com certeza melhoraremos nossa qualidade de vida.
    Saúde para todos.

  12. 12 ana carla
    07.08.2009 às 21:32

    Oii
    estou mutio preoculpada com a minha mãe
    ela começou a passar mal vomitar
    foi enternada e após fazer a endoscopia
    o médico disse que precisa fazer uma cirurgia com emergência
    estou muito preoculpada

    Que Deus abençõe
    minha maezinha que eu amo tanto

  13. 13 marta redingles
    27.08.2009 às 20:06

    adorei a materia

  14. 14 Deusimar M. Ferreira
    02.09.2009 às 12:21

    Tive tambem forte dores do lado esquerdo do abdomen fui na emergencia de um hospital bem cenceituado, o medico ´já mandou fazer exame de sangue,raio x do abdomen e depois uma ultrassom.Foi constatado uma leve expessura no intestino e o medico falou verticulite.Vou fazer uma consulta com o gastro ainda essa semana,estou tomando remedio melhorou a dor.´Só que fiquei em duvida quanto a dieta pelo que entendi podemos comer tudo menos fibra e cereais é isso mesmo? Gostaria que alguem me respondesse.
    Desde já agradeço.Adorei a matéria.

  15. 15 Dr. Fernando Valério
    03.09.2009 às 10:06

    Cara Deusimar, saiba que como o seu intestino ainda está inflamado em decorrência da diverticulite aguda, ele deverá ficar em certo grau de repouso por alguns dias. Desta forma, evita-se a ingestão de alimentos ricos em fibras para que não ocorra a formação de um grande bolo fecal. Após passada a inflamação, a dieta deverá ser o contrário, ou seja, rica em fibras, para que as fezes se tornem pastosas e diminua assim o risco de uma nova crise.

  16. 16 DEUSIMAR MARTINS FERREIRA
    03.09.2009 às 15:13

    Obrigada dr. pela atenção.Ainda tenho essa dúvida posso comer tudo? levar uma vida normal? tomar uma cervejinha em algum aniversario? churrasco,feijoada? enfim tudo?Desculpe mais estou muito preoculpada pois aconteceu isso derrepente e não sei como me comportar sobre a alimentação.Mamão tem fibra?pois sempre como.Agradeço a sua pasciencia em me atender e esclarecer minhas dúvidas.Um abraço e que Deus lhe proteja sempre.

  17. 17 Dr. Fernando Valério
    04.09.2009 às 17:30

    Deusimar, orientações específicas sobre dietas sempre devem ser feitas pelos médicos responsáveis pelo acompanhamento dos pacientes. De qualquer forma, saiba que alimentos como feijão, carne vermelha (em excesso) e cerveja podem ser muito flatulentos, e trazer algum desconforto abdominal por causa disto. Quanto ao mamão, ele é uma ótima fonte de fibras e não traz riscos ao pacientes com diverticulose intestinal.

  18. 18 Valmir Teixeira Filho
    04.09.2009 às 21:55

    Gostaria de saber o quer dizer Moléstia Diverticular Pancolônica.

  19. 19 valter pereira
    08.09.2009 às 00:13

    no dia 04st09,após tomografia, ficou constatado verticulite, estou tomando os medicamentos e dieta; gostaria de saber o seguinte, evoluindo para melhoras, vou poder novamente algum dia comer churrasco, cerveja e levar vida normal ou vou viver eternamente de dieta.gostaria que se possivel uma resposta.

  20. 20 Dr. Fernando Valério
    08.09.2009 às 10:33

    Caro Valter, saiba que o quadro de diverticulite aguda corresponde a uma inflamação/infecção aguda do seu intestino grosso, decorrentes da presença dos divertículos. Desta forma, passada a crise, você poderá ter mais liberdade alimentar, mas deverá cometer extravagâncias, já que estará sempre sob o risco de uma nova crise se o seu comportamente alimentar não for adequado. Por isso, após a crise mantenha uma dieta rica em fibras, boa hidratação e pratique exercícios físicos.

  21. 21 Dr. Fernando Valério
    08.09.2009 às 10:42

    Caro Valmir, saiba que o termo Pan é utilizado para referir “tudo” ou “todo”. Desta forma, pancolônico mostra que todo o intestino grosso apresenta divertículos.

  22. 22 Gilda
    10.09.2009 às 19:31

    Quero apenas parabenizar o doutor Valerio pela belissima matéria, pois me esclareceu varias duvidas, minha mãe tem diverticulite e ja teve crises de ficar enternada ,mais nunca soube direito o q era, muitas vez tem um pouco de dor e achava q a dor q sente era da ernia de hiato q ela tem tbm .Hoje vi q é bem diferente. Obrigada . Que DEus o ilumine .

  23. 23 rudi
    14.09.2009 às 22:57

    ola dr fernando
    tenho 51 anos. NESTA DATA DE 14 DE SETEMBRO internei para relaizar endospopia e colononospocia. GOTARIA DA SUA INTERPRETAÇÃO DESTE DIAGNOSTIO DO MEU GASTRO:
    Ultrapassando o junção reto-sigmoideana sem proplemas com progessao até o ceco.
    Cólon com preparo adequando
    Ceco amplo e distensivel, com óstio apendicular visivel, vlvula ileocecal labiada.
    Em todos os segmentos colonicos observa-se orificios diverticulares, de óstio amplo, alguns com fecalito em seu lúmem, sem sinais inflamatórios evidentes;
    no cólon transverso, angulo hepatico, pólipo séssil, de crescimento lateral, cerca de 1,0 cm em seu maior eixo – polipectomizado. Junto a incisura angularis, peequeno pólipo séssil – polipectomizado. Nó colón sigmóide dois pequenos pólpipos sésseis polipectomizados.
    Distensibilidade, calibre e motilidade colonica preservada
    CONCLUSAO: pandiverticulose dos colons
    pólipos dos colons transverso, descendentes e sigmóide polipectomizados. ENCAMINAR AP
    ENTAO DR FERNANDO. RESUMINDO: Etou 20 quilos a acima do pedo, sou fumante, mas pratrico esportes… E HA DOIS ANOS fui subsmetido a uma cirurgia de hernia e foi retirado uma necrose de 12 centimento. A partir deste momento entrei em estres , mas o que preciso saber é suas palavras sobre meu caso, usando um linguajar simples, pois não entendo meu medico.
    obrigado por me entender. aguardo retorno via e-mail
    abraços
    rudimar

  24. 24 Dr. Fernando Valério
    15.09.2009 às 10:51

    Caro Rudimar, em relação à sua colonoscopia, há dois tópicos a serem discutidos. O primeiro deles é a doença diverticular, que no seu caso se apresenta em todo o intestino grosso, e por isso o nome Pandiverticulose. Como não há processo inflamatório, ou seja, diverticulite aguda, você deverá manter dieta rica em fibras.
    Quanto aos pólipos retirados, eles será analisados em estudo anátomo-patológico, e através das características deles serão classificados. De acordo com o tipo de pólipo identificado uma conduta adequada será indicada a você.

  25. 25 rudi
    15.09.2009 às 14:06

    ola dr fernando, obrigado pelo retorno. Gostaria de mais alguns esclarecimentos acera do mesmo assunt:
    Estes pólicos bem como os divertículos podem ser curados sem cirurgia? Existe algum tratamento eficaz ou desaparecem com a dieta? Isso pode se tranformar em tumor?
    Se possivel me envie uma dieta alimentar, para saber o que posso ou nao posso comer.
    Assim que eu tiver em mãos o resultado da biopsia lhe passo informações
    obrigado mais uma vez
    rudi

  26. 26 Dr. Fernando Valério
    16.09.2009 às 11:57

    Caro Rudi, alguns pólipos tem a capacidade de se malignizar, e por isso a colonoscopia é um exame preventivo para o câncer de intestino grosso. Além disso, saiba que durante o próprio exame, estes pólipos são retirados, e a cirurgia é quase sempre evitada.

  27. 27 rudi
    17.09.2009 às 18:23

    dr, fernando, obrigado pelas importantes observações, mas o senhor nao respondeu sobre se os divertículos podem ser curados sem cirurgia? Existe algum tratamento eficaz com medicação ou desaparecem com a dieta? Isso pode se tranformar em tumor?

    mais uma vez obrigado

  28. 28 Dr. Fernando Valério
    17.09.2009 às 22:42

    Caro Rudimar, saiba que os divertículos são alterações da parede intestinal, e por isso mesmo, não desaparecem com a dieta. Por isso manter uma dieta rica em fibras, para que estes divertículos não se inflamem, ou seja, desenvolva-se uma diverticulite. Quanto aos fatores de risco da doença, ela não tem qualquer relação com o desenvolvimento de câncer.

  29. 29 JÔSE
    20.09.2009 às 18:20

    Minha sogra (70 anos)já teve crise de diverticulite com dor e infeçção, já foi internada várias vezes para tratamento com antibioticos.
    Há duas semanas atrás foi internada com sangramento mas sem dor. Ficou uma semana no hospital onde fez exame de contraste e constatou-se que tem vários divertículos.
    Hoje foi novamente para o hospital com sangramento mas sem dor. Gostaria de saber se para o caso dela é indicado cirurgia.

  30. 30 Dr. Fernando Valério
    21.09.2009 às 09:45

    Caro Jose, saiba que as pessoas que possuem os divertículos sempre correm o risco de apresentarem uma infecção (diverticulite) ou sangramento. Quanto ao caso da sua sogra, a primeira coisa a ser feita é ter certeza de que o sangramento se origina nos divertículos. Caso a resposta seja positiva, aí haverá a necessidade de se avaliar se o melhor tratamento é realmente a cirurgia. Esta pode ser uma decisão difícil, principalmente se ela apresentar outras doenças que imponham maior risco ao procedimento. Desta forma, os médicos que a estão a acompanhando deverão discutir com a Família e com ela se a cirurgia deve ser realizada.

  31. 31 carlos alberto
    22.09.2009 às 21:40

    Li todos os comentarios, e adorei as respostas,pois tambem sou portador desta molestia, ja ha deis anos,so aghora apareçeu na tc.diverticulite aguda mas ja estou tratando com
    cipro.500 com 14, sera que uma cx so ed suficiente.aguardo resposta.grato

  32. 32 Dr. Fernando Valério
    23.09.2009 às 10:07

    Caro Carlos Alberto, saiba que existem graus de diverticulite, e como você está fazendo o seu tratamento em casa e não precisou de internação, acredito que tenha apresentado um quadro se complicações. Desta forma, a utilização do antibiótico ciprofloxacin é adequada, e o período de uso também. Obviamente é sempre importante que você volte ao médico que prescreveu a medicação para que ele acompanhe a sua evolução ao término do tratamento.

  33. 33 Aline
    24.09.2009 às 00:06

    Olá, Dr. Fernando Valério

    Estou fazendo um trabalho sobre diverticulite na minha escola e gostei das informações obtidas no seu blog.
    Só que ficou uma divida.
    Quando os pacientes realizam a cirurgia de urgência que retiram parte do intestino grosso na maioria das vezes é sempre do cólon sigmóide? E o que fazem para substituí-lo se isso acontece? E o esfíncter antes do reto é retirado junto?
    Parabéns pela matéria.
    Obrigada!!

  34. 34 Dr. Fernando Valério
    24.09.2009 às 11:17

    Cara Aline, saiba que o segmento do intestino grosso mais afetado pelos divertículos é o cólon sigmóide. Além disso, neste segmento as fezes já se encontram formadas, o que favorece o quadro de diverticulite aguda. Sendo assim, o segmento do cólon acima do sigmóide é suturado (anastomosado) com o reto. Em relação ao reto e esfíncter anal, eles não são afetados pela doença, e por isto mesmo, não são retirados durante o tratamento cirúrgico.

  35. 35 Aline
    24.09.2009 às 20:46

    Obrigada, por esclarecer minhas duvidas…
    E mas uma vez, parabéns pelo trabalho!!!

  36. 36 Orlando
    25.09.2009 às 14:25

    Boa tarde! Tenho 31 anos, moro em Porto Alegre, venho de um histórico familiar complicado em relação ao intestino. Meu tio tem divertículos, minha tia tem pólipos, meu pai teve câncer no intestino e recentemente fui internado no hospital com diverticulose aguda. Fiquei sem comer por dois dias, após uma alimentação liquida e depoi alimentação sem resíduos. Tomei litros de soro + antibióticos na veia.

    Apesar desta doença, sempre fiz atividades físicas regulares, boa alimentaçao (equlibrada) porém com exageros esporádicos, geralmente aos finais de semana. Me disseram também que esta doença tem uma relação diretamente ligada ao emocional…talvez devido á uma baixa de resistência do nosso organismo em relação á stress e outros fatores.

    Gostaria então de realizar a seguinte pergunta:
    1-Após 3 dias de internação com medicamentos na veia, continuo tomando em casa (há 1 semana) 2 cxs de PROFLOX e 1 cx de METRONIDAZOL. Faltam 3 comprimidos de PROFLOX apenas. Já me sinto sem deconforto e sem dores abdmonais. Quando posso voltar á uma alimentação normal, obviamente sem exageros, incluindo leite e seus derivados, crus (sashimis, carpaccios, presuntos) massas, frutas, verduras, carne vermelha, doces, etc (ultimamente só como carne de peixe/frango grelhado, arroz branco sem gordura, vegetais cozidos, sopas e pão branco)? NAO AGUENTO MAIS!! O médico que me atendeu na emergência do hospital não deixou isso claro pra mim e ainda não consegui uma boa indicação de um Gastro que aceite UNIMED para poder me consultar em Porto Alegre.

    Obrigado e parabéns pelo site. Ficou muito bom!!

  37. 37 Dr. Fernando Valério
    25.09.2009 às 15:11

    Caro Orlando, saiba que a restrição alimentar é realmente muito grande no momento em que o intestino está muito inflamado, como na diverticulite aguda, já que o intestino comprometido precisa ficar em repouso. Quanto ao seu caso, você ainda faz uso dos antibióticos, o que é muito importante, visto que a diverticulite sempre cursa com quadro infeccioso associado à inflamação. Desta forma, apesar de você não apresentar mais sintomas evidentes, o seu intestino grosso ainda se recupera do processo inflamatório, e por isto mesmo deve ser preservado. Sendo assim, mantenha a sua dieta por pelo menor mais uma semana após o tratamento, e procure a orientação de um médico neste período para a reintrodução da dieta mais ampla.

  38. 38 RUDI
    25.09.2009 às 22:59

    ola dr fernando.SAUDAÇÕES ao amigo!
    To de volta para saber com clareza qual a diferença entre
    diverticulos, diverticulose e diverticulite. Gostaria de uma explicação masi clara

    obrigado e parabens pelas suas explanações.

  39. 39 Orlando
    25.09.2009 às 23:19

    Muito obrigado pelas orientações!

  40. 40 Lucia Almendra
    27.09.2009 às 02:38

    Gostei muito do site e achei muito interessante que um médico dedique uma parte de seu tempo para tirar dúvidas.
    Parabéns.
    Lucia

  41. 41 Dr. Fernando Valério
    28.09.2009 às 09:33

    Caro Rudi, acredito que o próprio artigo já lhe responda. De qualquer forma saiba que os divertículos são fraquezas na parede intestinal, que geram uma saculação. Quem possui um divertículo pode dizer que apresenta uma diverticulose intestinal. Quando este divertículo se inflama e infecciona, o paciente passa a ter uma crise de diverticulite aguda.

  42. 42 Ildérica
    28.09.2009 às 18:28

    Dr. Valério

    Hoje estou no segundo dia de tratamento da segunda crise de diverticulite. Procurando e pesquisando encontrei este site. estou apavorada com medo de colostomia.Fiquei mais calma vendo os depoimentos de alguns que a diverticulite aguda, em muitos casos não precisa de cirurgia.Valeu!
    Fui atendida por um clinico e receitou Ciplo 500mg e Fragil.
    É necessário repouso físico?
    Ilderica

  43. 43 Dr. Fernando Valério
    28.09.2009 às 18:47

    Cara Ildérica, o repouso físico não deve ser absoluto, mas como a infecção intestinal pode lhe deixar debilitada, é interessante que você mantenha algum resguardo. Mas com certeza, o mais importante é manter uma dieta adequada ao tratamento e fazer o uso correto das medicações.

  44. 44 Mariana
    29.09.2009 às 12:37

    Dr. Valério

    Gostaria de saber se uma pessoa com diverticulite, diverticulose ou que tenha diverticulo pode praticar sexo anal normalmente ou tal pratica pode piorar a situação.quais cuidados eu devo tomar para que essa pratica não influencie no desenvolvimento desses problemas.

  45. 45 Dr. Fernando Valério
    29.09.2009 às 15:18

    Cara Mariana, saiba que a doença diverticular é um problema intestinal, e portanto não tem relação com o ânus. Desta forma, o sexo anal não interfere com a diverticulose intestinal.

  46. 46 Giuliana Boffelli
    30.09.2009 às 14:12

    Boa tarde Dr Fernando, meu marido com 64 anos há 45 dias teve cólicas abdominais, sem febre, junto com grande formação de gases com dificuldade de eliminação natural, no dia seguinte ainda com dores devido as colicas e devido a formação dos gases as fezes passaram a ter calibre bastante reduzidos. O primeiro tratamento durou 7 dias e foi composto de ciprofloxacino 500mg + mylicon + buscopan plus, com esse tratamento nao houve modificação no quadro exceto abrandamento das cólicas permanecendo grande formação de gases e fezes diarias com calibre reduzido e em menor quantidade, a dor ficou localizada no lado esquerdo inferior. Foi feito um segundo tratamento substituindo o ciprofloxacino 500 por flagyl 250 mantendo o mylicon e buscopan plus, também sem resposta adequada, continuando a formação de gases sem expulsão natural e fezes com calibri reduzido, com esse quadro houve suspeita de diverticulite ou SII Sindrome do intestino irritável, sendo que a medica ficou com a segunda opção dizendo que não apresentava febre e dor intensa – mas o tratamento não está adiantando – e estamos fazendo exames para intolerancia a lactose, regime bem restritivo, mas lendo seus artigos, me parece que o caso é de diverticulite – o que temos que fazer agora? ainda nao foi feita a colono porque poderia agravar o quadro tanto na preparação como no procedimento – foi feita uma tomo e foi constatado diverticulos no colon, mas a medica constatou que eles só existem mas nao estao inflamados – mas temos muitas duvidas pq a dor do lado esquerdo na palpação ainda continua e os gases também – a medica disse que chega de antibioticos – mas se for diverticulite não seria necessario voltar a tomar o cipro por um periodo mais longo associado ao flagyl? e por que periodo?

  47. 47 Dr. Fernando Valério
    30.09.2009 às 17:41

    Sra. Giuliana, em relação ao caso do seu Marido, eu tenhos alguns comentários a fazer. Primeiramente, a Síndrome do Intestino Irritável, raramente surge após os 50 anos de idade, e por isso, deve ser uma das últimas hipóteses diagnósticas a serem pensadas. Além disso, ele não apresenta a inflamação da parede intestinal devido aos divertículos, o que é denominado diverticulite aguda. Sendo assim, não há contra-indicação em se realizar uma colonoscopia. Também é importante lembrar que ele apresentam alteração da forma das fezes, e este sintoma faz com que a colonoscopia se faça necessária.

  48. 48 Giuliana
    30.09.2009 às 19:28

    Dr. Fernando,
    agradeço muito a sua atenção, já verifiquei o endereço da sua clinica e quero ver se marcamos um horario para uma consulta.

  49. 49 ilda
    02.10.2009 às 11:56

    Dr.Fernando.
    Parabens pelo carinho como responde a questões formuladas.
    Tenho divertículos, fiz enema opaco.Mas me sinto muito incomodada,porque nem sempre posso sair de casa, devido as constantes evacuações.
    Naõ tenho nauseas,nem febre, as vezas um pouco de dor no lado direito, parecendo uma inflamação.
    Fico as vezes sem evacuar dois dias, e depois as evacuações são constantes.
    Não sei o que comer e nem o que posso tomar.
    Tomo GLIFAGE XR 500, todas as noites, pois sou pré diabética.
    Retirei a vesícula há 7 meses.
    Alguns alimentos como molho de tomate, comidas mais gordurosas, não me fazem muito bem.´
    O antinflamatório recomendado foi NISULID-R-dispersível.
    O que o sr.me recomenda qto a alimentação e remédios?
    O IMOSEC é indicado?Agradeço sua atenção.

  50. 50 ilda
    02.10.2009 às 12:19

    dr>fernando, DANDO CONTINUIDADE A MINHA COMSULTA ANTERIOR, INFORMO TBM.AO SENHO QUE NO MES DE SETEMBRO FIZ TRATAMENTO P/giardia-
    jÁ HAVIA TOMADO REMÉDIOS NO MÉS DE FEVEREIRO/MARÇO, MAS NO ÚLTIMO EXAME DE FEZES, A DANADINHA AINDA ESTAVA LÁ. DESTA VEZ TOMEI flagil. e já termine há uma semana.

    Hoje por exemplo já amanheci evacuando por 2 vezes pela manhã, É um desconforto muito grande.
    Obrigada pela atenção e desculpe se me prolonguei nos sintomas.
    Abraço cordial.

  51. 51 Dr. Fernando Valério
    04.10.2009 às 07:28

    Cara Ilda, primeiramente agradeço as suas palavras incentivadoras. Quanto ao seu caso, eu não acredito que os divertículos possam lhe causar estas dores am região direita do abdome. Desta forma, sugiro que você converse com o seu médico sobre a possibilidade de se realizar uma colonoscopia, que é a endoscopia do intestino grosso (cólon). Assim, você terá mais subsídios para entender se há algum problema intestinal responsável pelos sintomas. Quanto à diarréia, saiba que 10% dos pacientes que foram submetidos à colecistectomia (retirada da vesícula) podem cursar com tais sintomas. Em relação aos medicamentos, eles devem ser prescritos e comentados pelo médico que lhe acompanha.

  52. 52 Dr. Fernando Valério
    04.10.2009 às 07:30

    Ilda, quanto à parasitose intestinal, provavelmente o seu médico realizará um novo exame de fezes para comprovar a eficácia do tratamento. Mas como lhe disse na resposta anterior, discuta com o médico responsável pelo seu caso se ele acha necessária uma avaliação mais ampla.

  53. 53 Sérgio
    06.10.2009 às 12:18

    Em primerio lugar,Dr. Fernando, parabéns pela iniciativa do blog e pela qualidade das informações nele compartilhadas que, não obstante sua riqueza, não perdem a clareza e a objetividade com que são prestadas. O Doutor é um exemplo a ser seguido!
    Descobri o site e o blog porque minha mãe, com 67 anos, apresentou há quatro dias dores abdominais muito fortes e, após exames na emergência do hospital (sangue e ultrassom) foi internada com o diagnóstico de diverticulite.
    Após internação, o médico responsável solicitou também tomografia e, com base no resultado, afastou a necessidade de cirurgia.
    Hoje (4º dia desde os primerios sintomas) ela continua internada, alimentando-se somente com soro e irá se submeter a uma endoscopia.
    Como teve, desde o início dos sintomas, vômitos logo após a ingestão de alimentos/medicamentos, gostaria de saber se é provável que, além da diverticulite, esteja acometida de uma gastrite ou outra doença do aparelho digestivo? A diverticulte, por si só, é causadora de vômitos logo após a ingestão de alimentos? Alguma outra recomendação no tratamento?
    Agradeço desde já pela atenção, e que Deus ilume seu caminho e de sua família.

  54. 54 Dr. Fernando Valério
    06.10.2009 às 19:34

    Caro Sérgio, a diverticulite aguda se caracteriza mais pelo quadro de dor abdominal, parada da evacuação, distensão abdominal e febre. No entanto, o quadro de vômitos não tão comum, e pode estar associado com quadro inflamatório extenso que pode causar a obstrução intestinal, o que não deve ser o caso. Desta forma, ela pode ter apresentado o quadro de vômitos por alguma doença gástrica, pela intolerância a algum medicamento ou alimento, ou por uma sensibilidade aumentada ao quadro inflamatório e infeccioso intestinal.

  55. 55 Ramon
    13.10.2009 às 11:29

    Em primeiro lugar parabéns pelo site, carinho e clareza das respostas. Eu tenho 43 anos e estava com sintomas de intestino preso, dores do lado esquerdo inferior do abdomen, sensação de distenção abdominal. Fiz uma colonoscopia e constatou divertículos, mas não inflamação. Mei médico falou que meu problema estava associado a sindrome do intestino irritável e me prescreveu o Lonium, mesmos assim continuo com a dor lateral esquerda, com muitos gazes, que me provoca dores do lado esquerdo até o peito, passando sensação muito ruim.
    Como constato, quais os sintomas de uma divirticulite aguda e quando procurar pela emergência? Pode acontecer sem febre ou sangramento? Obrigado.

  56. 56 Dr. Fernando Valério
    13.10.2009 às 11:49

    Ramon, a diverticulite aguda é quadro de início rápido, de forte dor abdominal, principalmente em região inferior esquerda do abdome, em geral com febre e com alteração do hábito intestinal, com tendência à parada ou diminuição das evacuações e acúmulo de gases e distensão abdominal.

  57. 57 Luciana do Nascimento
    13.10.2009 às 12:12

    Dr. Valério, por favor.

    Gostaria de obter mais informações sobre diverticulose.

    Minha mãe fez o exame de colonoscopia e apresentou “bolsas” no colon do intestino é diverticulose ?
    Pelos depoimentos acima relata-se muitas dores, ela não sente dores. Têm fortes crises de diárreia a ponto de usar fraldas. Será necessário uma intevenção cirurgica ou apenas um tratamento clínico ?
    Ela já toma muitos remédios em decorrência da diabete.
    Muito Obrigada.

  58. 58 Dr. Fernando Valério
    13.10.2009 às 16:11

    Luciana, a presença de divertículos intestinais, assim como descritos por você como “bolsas”, atestam que ela sofre de diverticulose intestinal. Em relação ao quadro doloroso descrito, ele se refere à diverticulite aguda, que é a inflamação do divertículo, mas que não corresponde ao caso da sua Mãe.
    Ainda sobre o caso dela, estes divertículos não devem estar causando os sintomas de diarréia, e por isso, este sintoma pode ser decorrente de alterações funcionais ou isquêmicas, por exemplo. Desta forma, acredito que a diarréia deva ser controlada com tratamento clínico.

  59. 59 Cléo sales
    13.10.2009 às 22:57

    Dr Fernando, boa noite!!!!
    meu marido tem 40 anos, apos muita dor abdominal(baixo ventre)persistente, fomos a um gastro e ele solicitou alguns exames, como fezes, urina e sangue, todos deram resultados normais descartando qualquer problema que pudesse ser visto atraves deles, mais a dor persistia…., fomos então a uma proctologista, ela solicitou então tomografia de abdome e pelve, o resultado foi: figado com vol normal e contorno regular, não há sinais de dilatação das vias biliares, vesicula biliar tópica, baço com dimensões um pouco aumentadas, homogeneo, pancreas com espessura e densidade habituais, adrenais se alterações, rins com vol normal e contorno regular, sem evidência de hidronefrose nem de calculos, espessura do parenquima preservada bilateralmente, ureteres finos, ausencia de calcificaçoes no trajeto dos ureteres, bexiga com parede fina, conteudo liq homogeneo, multiplos diverticulos no colon ascendente. Não há sinais de diverticulite.
    residuo fecal no colon, estruturas vasculare com calibre normal, ausencia de linfonodomegalia, grampo metálico na fossa iliaca direita.
    Bom de posse deste resultado retornamos ao medico e o mesmo receitou banho de assento morno e a pomada Xilodase para introduzir no anus todas as noites por duas semanas, Dr Fernando isso foi no dia 21/09/09 e de la para cá estava indo tudo bem, até mesmo sem nenhuma dor, só que hoje ele teve um quadro repentino de muita dor seguidos de calafrio, febre de 39 graus e vomito, dei um buscopan plus e aliviou um pouquinho, estamos nervosos e com muito medo de tudo isso, o sr teria um especialista nesta area para nos indicar aqui no Rio de Janeiro? existe algum exame mais especifico sobre este mal? Ele tem feito a dieta rica em fibras e pobre em alimentos picantes que o medico solicitou, passou a lavar o bumbum sempre que usado(evitando a sim passar o papel), suas fezes estão em quantidade e frequencia normal mais estamos com muito medo de tudo isso, por favor se puder nos ajude, desde ja lhe agradeço muitissimo, Cleo.

  60. 60 Dr. Fernando Valério
    14.10.2009 às 23:27

    Cleo, como o seu marido apresenta um quadro febril e dor, é muito importante que ele procure um Pronto Socorro e realize alguns exames laboratoriais e de imagem com urgência para identificar a causa dos sintomas e introduzir um tratamento adequado.
    Em relação à indicação de médicos no Rio, obviamente a sua Cidade tem médicos muito capacitados. No entanto, como não tenho contato próximo, prefiro não fazer indicações.

  61. 61 Elizabeth Gaspar
    15.10.2009 às 16:26

    Caro Dr.Fernando:
    Há 2 semanas que busco mais informações sobre a crise de diverticulite que tive, com necessidade de internamento. NO meu caso já é necessário fazer a cirurgia pois já é a minha terceira crise e uma cada vez mais extensa do que a outra. Fiz o tratamento com antibióticos por 14 dias e agora já estou com cirurgia marcada para o dia 04 de novembro. Gostaria que o senhor me explicasse melhor como é feita essa cirurgia e como é o corte cirúrgico e o tamanho. Os meus divertículos se encontram no cólon sigmóide. Como é feita essa cirurgia? É pelo ânus ou corte no abdómen? Soube que a técnica não é mais sutura e sim algo parecido com um grampo, após retirada do sigmóide contendo os divertículos? Poderia me explicar melhor? Fico-lhe muito grata.

  62. 62 Dr. Fernando Valério
    16.10.2009 às 14:58

    Cara Elizabeth, a cirurgia pode ser feita de maneira convencional (aberta) ou laparoscópica, ou seja por via abdominal. A escolha da via de acesso cirúrgica depende do seu médico. Mas o que realmente importa é que o segmento afetado, no seu caso o cólon sigmóide, seja retirado. Após a retirada do órgão, o reto e o segmento intestinal remanescente são anastomosados (suturados). Esta sutura pode ser feita de maneira manual ou através de grampeador mecânico, o que também dependerá do seu médico.

  63. 63 Rita Valadão
    18.10.2009 às 10:56

    Dr. Fernando, muito obrigada por sua sua iniciativa socializadora. Tive uma crise de hérnia de disco (lombar) com fortes dores à esquerda como se fossem cólicas renais em associação com dores no ovário esquerdo. Tenho 51 anos. Fiz transvaginal e está tudo bem. Na tomografia, sem contraste, acusou a hérnia de disco. Já fiz algumas colonoscopias por conta de excesso de gazes. O senhor acha que pode haver algo ligado à divertículos, embora nunca tenha sido evidenciado algum nas colonoscopias?
    Um abraço
    Rita

  64. 64 Dr. Fernando Valério
    18.10.2009 às 19:02

    Cara Rita, os divertículos intestinais podem ser avaliados com facilidade em uma colonoscopia. Desta forma, se eles não foram diagnosticados através das endoscopias do seu intestino, obviamente eles não poderão ser a causa dos sintomas. Desta forma, os gases podem ser decorrentes da dieta ou de algumas alterações funcionais do intestino, por exemplo.

  65. 65 Yara Carvalho
    18.10.2009 às 23:42

    Fiz uma cirurgia aberta de diverticulite em 22.10.2009 e gostaria de saber os prazos para voltar a uma vida normal. tipo dirigir poder passear com a neta etc. Não encontrei nenhuma orientação.

  66. 66 Etelvina
    19.10.2009 às 00:57

    Em primeiro lugar gostaria de parabeniza-lo pelo trabalho de esclarecimento das pessoas pois muitas vezes erramos devido a falta de conhecimento. Tenho problemas intestinais desde criança,não tenho regularidade para ir ao banheiro e sempre que vou as fezes são rececadas dificeis de sairem ao ponto de precisar de auxilio(nescessito apertar a parte entre ninha vagina e o anus),ultimamente tenho feito apenas bolinhas e deitada posso sentir perfeitamente as fezes alojada em meu intestino.Não sei meis o que fazer ,tirei o pão branco e refrigerante,ao mesmo tempo troquei o leite integral pelo desnatado como de tudo inclusive verduras e legumes,também tenho tomado entre 2litos e meio à 4 llitros de agua por dia ,mesmo assim continuo fazendo bolinhas e passo até 16 dias pra conceguir fazer de forma que me sinta aliviada,geralmente só sai o está no reto. Estou te pedindo socorrro ,por favor me de uma direção qual caminho tomar pra mudar esta situação? Tenho 37 anos e peso + ou – 56kilos no mais agradeço e espero retorno Que Deus abênçoe vc e sua familia e seu trabalho,obrigado Etelvina

  67. 67 Dr. Fernando Valério
    20.10.2009 às 10:02

    Yara, primeiramente desejo que a sua cirurgia tenha sido um sucesso, e que você tenha se recuperado bem. Em relação às suas dúvidas, estas respostas só poderão ser dadas pelo seu cirurgião. Por razões éticas, não posso de forma alguma conduzir o pós-operatório de um procedimento que não realizei. Espero que você entenda.

  68. 68 Dr. Fernando Valério
    20.10.2009 às 10:12

    Etelvina, você apresenta um quadro severo de constipação, e que deve ser investigado. Saiba que existem diversos estudos funcionais para a avaliação do padrão evacuatório dos pacientes, e você deveria realizá-los. Estes exames poderão esclarecer as possíveis razões para o seu quadro. Discuta estes exames com o seu médico.

  69. 69 Etelvina
    21.10.2009 às 01:05

    Obrigado por ter me respondido,gostaria de ter noção de quais seriam estes exames, pra eu ter como abordar o assunto com o gastro se é que,é ele quem devo procurar?!
    Moro em VR,interior do Rio de Janeiro,mais uma vez obrigado.Etelvina

  70. 70 Dr. Fernando Valério
    21.10.2009 às 09:01

    Etelvina, os exames iniciais que devem ser realizados são o trânsito cólico e o defecograma. Estes exames demonstram funcionalmente como é o desenvolvimento do seu trânsico cólico (intestino grosso) e do mecanismo de evacuação. Reforçando o seu interesse pelo assunto, gostaria de lhe indicar um texto publicado por mim neste blog e que trata da constipação. O endereço é http://www.drfernandovalerio.com.br/blog/2009/06/30/constipacao-intestinal-sintomas-e-tratamento/

  71. 71 Fernanda
    24.10.2009 às 13:42

    Dr. Fernando, gostaria de parabenizá-lo pela iniciativa esclarecedora.
    Quero saber se é verdade que em caso pós-operatório de diveticulite, o intestino demora 1 ano para normalizar? ou varia de pessoa para pessoa?
    Ainda neste caso, é possível tomar laxantes, quando ocorrer a prisão de ventre?

    Grata

    Fernanda

  72. 72 Dr. Fernando Valério
    25.10.2009 às 09:51

    Fernanda, em geral quando o segmento intestinal comprometido pelos divertículos é retirado há melhora do quadro de constipação intestinal, o que torna desnecessário o uso de laxantes. Quanto ao período de recuperação completa, este varia de pessoa a pessoa, mas pode chegar a até dois anos em alguns casos. No entanto, o mais comum é que em seis meses já tenha ocorrido uma boa normalização.

  73. 73 elaine oliveira rovesse
    26.10.2009 às 13:22

    boa tarde Dr sei que deve ser uma pessoa muito aocupada, mais vou lhe pedir um favor quais os exame complemetar da diveticulite para ver como esta as condições do intestino, pois aqui em mogi das cruzes muitas vezes os medicos não solicita os exame p/ o paciente pora não dar prejuizo ao plano de saude e no sus eles mal olha para o paciente

  74. 74 Dr. Fernando Valério
    27.10.2009 às 09:32

    Cara Elaine, os exames mais comumente utilizados para a avaliação de doença diverticular são o enema opaco (exame radiográfico) e a colonoscopia (exame endoscópico).

  75. 75 RUDI
    27.10.2009 às 21:34

    OLA DR FERNANDO,

    Volto para lhe informar sobre a biopsia da colono e endoscopia realizadas em setembro.

    EXAME MACROSCÓPICO

    a- 2 fragmentos irregulares de tecido cizento e elástico, fixados em formalina, o maior medindo 0,4 cm;
    b- 2 fragmentos irregulares de tecido cizento e elástico, fixados em formalina, medindo 0,4 cm no maior eixo;
    c- 5 fragmentos irregulares de tecido cizento e elástico, fixados em formalina, o maior medindo 0,3 cm;
    d- 2 fragmentos irregulares de tecido cizento e elástico, fixados em formalina, o maior medindo 0,3 cm;

    DIAGNOSTICO:

    a- pólipo(s) hiperplasico(s)
    b- pólipo(s) hiperplasico(s)
    c- gastrite crônica discreta
    ausencia de metaplasia intestinal.
    pesquisa de Helicobacter pylori negativa.
    d- pólipo(s) hiperplásico(s).

    Como se percebe nada tão grave, creio eu, mas tenho dores e diarréia com frequencia (sem febre e/ou sangranento) e nenhuma medicação resolve. Até mudei a alimetação.
    Pergunto: to inlcinado a ter problemas mais sérios? Não terei mais sossego na minha vida? Tem luz no fim do tunel?

    obrigado mais uma vez. dr Fernando.

  76. 76 Dr. Fernando Valério
    28.10.2009 às 08:32

    Rudi, realmente as suas biópsias não demonstram qualquer problema mais sério. Desta forma, você deve apresentar alguma doença funcional na sua parte digestiva, como a Síndrome do Intestino Irritável (http://www.drfernandovalerio.com.br/sindrome_intestino.htm) ou alguma síndrome de má-absorção, o que deve ser discutido com o seu médico. Também é importante a realização de ultrassonografia de abdome para avaliação de outros órgãos abdominais.

  77. 77 RUDI
    29.10.2009 às 13:14

    Dr.
    quanto a avaliação de outros órgãos abdominais, posso dizer que a endoscipia acusou ‘gastrite crônica discreta’ e tb tenho problema de hidronefrose bi lateral com menos função no rim direito e, quando da urucultura, sempre aparece bacteriúria acentuada ha 20 anos, mas sem apresentar quadro febril ou redução da função renal. O senhor acredita, entao, que estes dois casos (ou um dos dois csos) tem a haver com o meu problema de intestino?
    obrigado mais uma vez

  78. 78 Dr. Fernando Valério
    29.10.2009 às 14:49

    Rudi, em relação ao seu caso não acredito que a hidronefrose ou a gastrite tenham tanta repercussão na sua parte intestinal. No entanto, caso você apresente infecção urinária associada a hidronefrose, pode haver prejuízo da função intestinal, principalmente em infecções agudas.

  79. 79 Renato Ferreira Kuada
    31.10.2009 às 13:08

    Caro Dr. Fernando,
    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pela iniciativa esclarecedora.
    Tenho 28 anos e passei por uma intervenção cirurgica há 29 dias atrás para retirada de um diverticulo no Ceco.
    Veja abaixo o Relatório médico com maiores detalhes do meu quadro:
    Quadro clinico e evolução:
    Paciente com dor fid, nauseas e febre há 03 dias admissão, com sinais clinicos e laboratoriais de apendicite aguda, com indicação de procedimento cirurgico.
    Durante inventario cavidade, visualizado diverticulo de ceco, com pequena quantidade de secreção purulenta e apendice cecal aspecto normal, bloqueado por contato intimo com diverticulo.
    Tratamento realizado:
    Cecoplastia
    Diverticulectomia de Ceco
    Apendicectomia
    Diagnostico:
    Doença Divert. intest. Delg. Grosso
    Orientação e terapeutica:
    Antibioticoterapia 7 dias
    Retorno ambulatorial cirurgia geral 7 dias
    Retorno 1 mes com ap
    sintomaticos
    Data da operação: 02/09/2009
    Dr., a cerca de uma semana tenho notado em minhas fezes vestigios de uma “gosma” esbranquiçada e as vezes meio transparente.
    Não sinto mais dores alguma após a cirurgia e meu retorno, que estava previsto para 01 mes após a cirugia foi agendado somente para o dia 17/12 por indisponibilidade de horario na agenda do médico (Infelizmente tive que recorrer ao serviço publico devido a carencia do meu atual convenio)
    Gostaria de sua opinião sobre:
    - O que pode ser esta “gosma” que estou expelindo? Pode ser algum resquicio da cirurgia? Pode ser algo grave, mesmo não sentindo dores?
    - Sei que o aparecimento de diverticulos de Ceco é uma coisa rara principalmente em minha idade… Quais as provaveis causas disso? Pode ser hereditario, uma vez que meu avô, teve problemas de diverticulite no passado?
    - Qual a dieta aconselhavel para o meu caso?
    - Os médicos me passaram repouso por 30 dias. Após este periodo posso voltar a realizar atividades fisicas normalmente?
    - Posso voltar a ter problemas relacionados ao intestino? Quais as precauções que devo ter em relação a alimentação e estilo de vida daqui pra frente? Quais exames devo realizar periodicamente para evitar problemas futuros?
    - Pegarei o resultado do estudo anátomo-patológico em 17/12. O que seria este exame? Ele me dirá a causa deste problema?
    Parabenizo mais uma vez pela sua atitude,
    Att,
    Renato Kuada

  80. 80 Dr. Fernando Valério
    02.11.2009 às 09:50

    Renato, saiba que quadros de diverticulite aguda em ceco são raros, e geralmente ocorre em orientais e descendentes. Estes pólipos em geral são de origem congênita, e quando retirados resolvem definitivamente as chances de um novo quadro.
    Quanto aos sintomas de evacuação com muco, provavelmente eles decorrem do uso de antibióticos, que consequentemente comprometeram a sua flora intestinal. Desta forma, você poderá retornar à sua dieta habitual.

  81. 81 ELAINE
    12.11.2009 às 09:56

    BOM DIA DR FERNANDO EM PRIMEIRO LUGAR GOSTARIA DE AGRDECER POR TER ME FALADO SOBRE O EMANA OPACO POIS NÃO TINHA IDEIA QUAL O EXAME MEU MARIDO TERIA QUE FAZER P/SABER QUAL A EXTENSÃO QUE A DOENÇA ESTAVA POIS BEM. MEU MARIDO FEZ O EXAME E O RESULTADO ME DEIXOU ASSUSTA, O RESULTADO FOI PRESENÇA DE DIVERTICULO EM TODO O COLON, ESTOU MUITO PREUCUPADA POIS ELE JA TEVE 02 CRISE. EU GOSTARIA MUITO DE SABER QUAL O REAL DO RISCO,E SER DEVE FEITO UMA CIRUGIA OU NÃO MEU MARIDO TEM 50 ANOS É O MEDICO AVISOU QUE SO FAZ ESTA CIRUGIA EM ULTIMO CASO POIS TERA QUE RETIRAR TODO O INTESTINO GROSSO E PODE ACONTECER DA DOENÇA VALTAR DESDE JÁ AGRADEÇO A SUA ATENÇÃO MUITO OBRIGADA

  82. 82 Dr. Fernando Valério
    14.11.2009 às 17:31

    Elaine, saiba que as crises de diverticulite em geral ocorrem no lado esquerdo do intestino grosso, e que ter divertículos intestinais no restante do intestino aumenta as chances de sangramento, e não de diverticulite.
    Em relação a indicação de cirurgia, há algumas preferências de acordo com os médicos. A primeira delas é manter uma dieta capaz de fazer com que as fezes fiquem pastosas, e ter acompanhamento clínico. A segunda é acreditar que pessoas jovens que já tiveram mais de uma crise de diverticulite deveriam ser operadas devido ao risco de um novo evento inflamatório durante a vida. De qualquer forma, o seu médico segue uma escola, da qual eu compartilho.

  83. 83 ELAINE
    16.11.2009 às 13:45

    dr muito obrigada pelo esclareimento

    gostaria de saber so mais uma coisa tem diverticulos no esofago ou do intestino ele se alstra p/ toda parte digestiva

  84. 84 Dr. Fernando Valério
    16.11.2009 às 22:42

    Elaine, os divertículos são mais comuns no intestino grosso, onde geralmente ocorrem de maneira adquirida durante a vida. Os divertículos de esôfago e intestino delgado em geral são decorrentes de quadros congênitos. Por isso, você não deve temer um “alastramento” dos divertículos.

  85. 85 ELAINE
    17.11.2009 às 08:28

    muito obrigado dr

    realmente não estou nem dormindo direito

    pis meu marido sente dor direto e junta muito gases debaixo da costela como se tivesse uma bola de ar

  86. 86 Luciane
    17.11.2009 às 23:30

    Olá Dr. Fernando! Estivemos pesquisando em seu site primeiramente sobre hemorróidas e chegamos onde queríamos: saber sobre diverticulose. Meu pai fez uma colonoscopia e o resultado foi o seguinte: diverticulose dos cólons,com maior concentração de divertículos no cólon esquerdo.Alguns divertículos apresentam impactação fecal. O q significa impactação fecal? isso pode gerar alguma complicação maior? O sintoma q o levou a procurar o médico foi sangramento retal, como uma hemorragia na hora da evacuação. Qual seria o tratamento mais adequado nesse caso? Espero q possa esclarecer minha dúvida.Desde já agradeço. Atenciosamente.
    Luciane

  87. 87 Dr.Fernando Valério
    19.11.2009 às 14:00

    Luciane, os divertículos são em geral mais comuns no cólon esquerdo, e a impactação fecal corresponde a capacidade das fezes de se fixarem nos divertículos. Isto pode gerar um risco de desenvolvimento de diverticulite aguda, que é a inflamação do divertículo. Por isso, neste caso é muito importante se manter uma dieta rica em fibras e fezes pastosas.
    Quanto ao sangramento, ele é tratado de forma específica em relação à fonte da hemorragia, que deverá ser determinada pelo médico do seu Pai.

  88. 88 wallace barreto
    20.11.2009 às 22:44

    DR FERNANDO, BOA NOITE, MEU NOME É WALLACE, VEZ EM QUANDO EU TENHO UMS DESCONFORTOS, POR EXEMPLO QD TOMO CERVEJA OU TENHO IRRITAÇÕES COISAS EMOCINAIS,PASSO DOIS DIAS COM DORES DE BARRIGA, MEU TRABALHO É DE PRTE FINANCEIRA E FICO EM CONSTANTE STRESSE. MEU ABDOMEM SEMPRE ESTA CHEIO DE GASES E ESTA SEMANA JÁ FAZEM 5 DIAS QUE ESTOU INDO DE 2 A 3 VEZES AO BANHEIRO DIARRÉIA DIRETO MUITO MAIS LIQUIDO. TENHO UM MÉDICO GASTRO QUE ME ACOMPANHA ELE FALOU DA DIVERTICULITE E DE UM PROBLEMA CHAMADO SIDROM DO COLO-IRRITAVÉL, QUERIAUMA SOLUÇÃO TEM UM TEMPO JÁ QUE ANDO COM ESSE PROBLEMA DE TOMAR OU BEBER ALGO E MAIS TARDE IR AO BANHEIRO. ELE TAMBEM FALOU EM COMER FIBRAS MAS REALMENTE ESTOU PREOUCPADO. TENHO 39 ANOS, AGUARDO SUA RESPOSTA ANCIOSO.

  89. 89 admilson morandi
    21.11.2009 às 00:33

    gostaria de saber se pode me indicar uma boa dieta para diveticulose (diverticulite)

  90. 90 Marisa
    21.11.2009 às 19:22

    Boa tarde Dr. Fernando Valério.

    Tenho diverticulite do qual venho me tratando, atualmente apreceu um quadro de diabétis. Fui medicada com Glifage XR 500mg. No segundo comprimido que tomei tive muitas cólicas abdominais, no quarto comprimido a cólica foi intensa que inflamou todo o meu intestino, aperecendo uma crise imensa. Pergunto:Quem tem diverticulo pode tomar o GLIFAGE XR 500mg.

    Agradeço sua atenção e disposição em responder.

    Obrigada! Marisa Protti

  91. 91 Dr. Fernando Valério
    22.11.2009 às 10:56

    Wallace, como você é jovem e associa o quadro a fatores emocionais, a possibilidade de você estar apresentando um quadro funcional, como a Síndrome do Intestino Irritável é grande. De qualquer forma, esta síndrome é bem controlada com a adequação de dieta, exercícios físicos e medicação específica. Para saber mais sobre a Síndrome, leia o meu artigo e assita um vídeo didático sobre o assunto no meu site através do link http://www.drfernandovalerio.com.br/sindrome_intestino.htm

  92. 92 Dr. Fernando Valério
    22.11.2009 às 11:03

    Admilson, para que você evite uma crise de diverticulite aguda e tenha um bom funcionamento intestinal e com fezes mais pastosas, recomendo que você tenha uma dieta rica em fibras, boa hidratação, evite alimentos gordurosos. Lembre-se de evitar a ingestão de grãos de forma mais consistente, que poderiam causar a obstrução dos divertículos, como amendoins, castanhas e nozes, por exemplo.

  93. 93 Dr. Fernando Valério
    22.11.2009 às 11:16

    Marisa, a princípio este medicamento não traz frequentemente piora do quadro intestinal. De qualquer forma, como você relaciona os sintomas ao uso da medicação, sugiro que você converse sobre este assunto com o médico que prescreveu o medicamento.

  94. 94 carlos
    23.11.2009 às 16:32

    Tenho marcado um exame de enema opaco, mas tive hemorragia `a dois dias atras. Tem perigo de arrebentar diverticulos no exame? que vai ser feito daqui 3 dias ? aguardo resposta obrigado

  95. 95 Dr. Fernando Valério
    23.11.2009 às 18:22

    Carlos, agradeço o seu interesse por este site/blog, mas por razões éticas, não posso intervir em um exame solicitado por outro profissional. Sendo assim, sugiro que você entre em contato com o seu médico e discuta a real necessidade do enema opaco neste momento.

  96. 96 carlos
    27.11.2009 às 13:05

    Boa Tarde Dr Valerio tenho mais uma duvida:
    Se esforço fisico pesado, como cortar grama, carregar areia, etc…, pode causar hemorragia, ou algum problema relacionado a diverticulos?
    Tenho Gota, e tomo anti inflamatório, e isso tambem pode causar hemorragias?
    Obrigado
    Att
    Carlos Giraldi- São Bento do Sul-SC

  97. 97 Dr. Fernando Valério
    27.11.2009 às 15:16

    Carlos, em geral não há uma associação entre os exercícios físicos e os sangramentos originados em divertículos. Em relação ao uso de antiinflamatórios, estas medicações são capazes de gerar sangramento, principalmente os que são a base de ácido acetil salicílico (ASS).

  98. 98 Naza Rosa
    28.11.2009 às 05:39

    Boa noite Dr. Valerio. Gostaria de saber do senhor se fezes endurecidas tipo de cabrito ou bolinhas de chiclete só notadas algum tempo estão relacionado a doença de diverticulite ou a doença celíaca?
    Obrigada!
    Att
    Naza Rosa

  99. 99 Dr. Fernando Valério
    28.11.2009 às 08:01

    Naza, as alterações na forma das fezes descritas por você caracterizam que há uma alteração do hábito intestinal, e que pode ser casuada por uma série de distúrbios intestinais. Por isso, é sempre importante que você seja avaliada por um Proctologista ou Gastroenterologista.

  100. 100 Naza Rosa
    29.11.2009 às 03:42

    Dr,obrigada! Pois há oito anos que relato aos médicos uma dor que me acontece no esquerdo entre as partes baixas. Durante esse tempo não me foi demonstrado muito interesse para que tudo isso fosse investigado. Depois do aparecimento dessa dor,já me ocorreram vários distúrbios intestinais não anotados. Nesta semana, após três dias de sentir dor, aconteceram calafrios seguidos de cólicas que tudo parecia indicar uma crise de fígado. Sintomas esses que só foram registrados três horas após a ingestão da vitamina SOYMILKE que já vem sem lactose e com açucar refinado. De repente,achei que logo aconteceria uma diarréia. Não. Fui ao banheiro porque houve um descolamento de fezes com placas parecidas com chicletes velhos. Até agora não entendi o que aconteceu. Apenas sei que a dor desapareceu juntamente com esse descolamento. Será que há alguma explicação para isso? Obrigada!
    Att
    Naza Rosa

  101. 101 Dr. Fernando Valério
    29.11.2009 às 10:03

    Naza, estas placas descritas por você podem corresponder a muco ou secreção. Desta forma, acredito que você se beneficiaria com uma consulta com um Proctologista e da realização de imagens do seu intestino, como a endoscopia intestinal (colonoscopia). Obviamente a necessidade deste exame será determinada pelo médico que a atende pessoalmente.

  102. 102 maciel frança nunes
    30.11.2009 às 22:08

    Ola Dr Fernando tudo bem? gostaria muito de sua opinião ,pesso desculpa por usar este espasso pois não tem nada haver com diverticulo,mas não achei outro lugar, a quase 5 meses estou tendo colicas abdomenais,a 2 ano fiz uma colono e deu um adenoma tubular com pequenas atipias estrutorais repeti a colono no mes abril deu tudo nolmal,mas as dores voltaram a 14 dias atras em forma de colicas que ficam o dia todos com pico de dores que tenho que ir para o pronto socorro, ja fiz uma tomografia
    ,ressonancia e deu tudo normal, o medico que eu vou falou a 3 dia a tras que estou com e epilepsia viseral,e me deu cardenal e buspatalim para o tratamento estou com duvida pois nunca ouvi fala desta doença e não sei o que e …….obrigado pela atenção

  103. 103 Dr. Fernando Valério
    30.11.2009 às 22:34

    Maciel, em relação ao seu pólipo, ele já foi retirado e a nova colonoscopia não mostrou a presença de outra lesão. Desta forma, o seu médico deverá lhe orientar para que você realize este exame em alguns anos novamente.
    Quanto a dor abdominal, ela obviamente não foi causada pelo pólipo, já que este não causa dor. Desta forma, como os seus exames se encontram normais no momento, há uma grande chance de que você esteja apresentando um quadro de Síndrome do Intestino Irritável, que é uma alteração funcional do intestino, e que pode apresentar dor abdominal.

  104. 104 Naza Rosa
    01.12.2009 às 00:54

    Dr. Valerio, boa noite! De acordo com o seu conhecimento, diga-me.Qual a sua sugestão sobre essa dor no meu lado esquerdo há oito anos? Além disso é comum o muco ou a secreção despregar do intestino, conforme foi relatado? Pois as placas mencionadas eram pedaços grossos tão envelhecidos quanto escurecidos. Não sei desde quando isso me acontece. Foram tantos transtornos intestinais depois do aparecimento dessa dor que só agora passei a me monitorar, a fim de achar a causa de tudo. Por isso faço procuras na net, já que não obtive respostas médicas. Obrigada!
    Att
    Naza Rosa

  105. 105 Dr. Fernando Valério
    01.12.2009 às 09:09

    Naza, eu entendo a sua angústia em ter um diagnóstico preciso para o seu caso. No entanto, infelizmente não tenho como fazer um diagnóstico por este meio. Desta forma, o mais importante é que você tenha um acompanhamento médico formal e discuta todas as suas dúvidas com o médico que irá lhe acompanhar.

  106. 106 elaine
    06.12.2009 às 00:12

    olá,doutor FERNANDO Valério!Meu marido foi operado com um quadro de apendicite aguda porém,nâo apresentava nenhum tipo de infecção a não ser a dor abdominal intensa.Atravéz da ultrassonografia o médico visualizava apenas uma mancha escura e nem mesmo o apêndice ele coseguia ver mas mesmo assim ele foi operado.Durante a cirurgia o médico retirou o apêndice que estava bem inflamado e foi encontrado dentro do ceco uma massa na qual levou o médico também a retirar esse pedaço do intestino que foi enviado para biópsia.Eu queria saber do Doutor se a retirada do ceco pode acarretar algum problema futuro e se esse tipo de massa encontrada pode ter relação com a inflamação do apêndice ou se pode ser um tumor.Por favor se possível peço que me responda urgente atravéz do meu email pois estou muito preocupada,meu marido está internado há 4 dias sem dia para ter alta e o médico nos pediu que não falássemos para ele nada a respeito até vir o resultado da biópsia.Muito Obrigada!

  107. 107 Dr. Fernando Valério
    06.12.2009 às 23:03

    Elaine, a retirada do ceco não deve comprometer a vida do seu Marido. Em relação à lesão encontrada, ela pode ser apenas uma extensão do processo inflamatório como também uma lesão tumoral. É importante que se aguarde o resultado da biópsia.

  108. 108 Sérgio C.
    13.12.2009 às 15:37

    Dr. Fernando, o Sr. está de parabéns pelo site e tbm pelo blog. Meu filho tem apenas 19 anos e está com sintomas de diverticulite, não fez os exames necessários para a exatidão do diagnóstico mas, pesquisando sobre o assunto e tbm vários médicos que o consultaram excluíram as fibras de sua dieta. O Sr. em seu artigo sobre a doença tbm exclui. Já o Dr. Aytan Sipahi do Hospital das Clínicas de São Paulo, diz numa entrevista feita pelo Dr. Drauzio Varella que a dieta deve ser feita com cerca de dez ou vinte gramas de fibras que é uma quantidade muito elevada. Segue o link da entrevista e por favor a dieta pode ou não pede conter fibras? Muito obrigado. http://www.drauziovarella.com.br/entrevistas/diverticulite3.asp

  109. 109 Dr. Fernando Valério
    14.12.2009 às 09:42

    Caro Sérgio, primeiramente saiba que acho muito difícil que um rapaz de 19 anos esteja apresentando um quadro de diverticulite aguda, visto que divertículos intestinais são raros nesta idade. De qualquer forma, em relação à sua dúvida, no período de maior inflamação intestinal, o intestino grosso deve permanecer em repouso, e por isso evitamos a formação de bolo fecal com a retirada das fibras da dieta. No entanto, quando o processo inflamatório começa a regredir, fazemos o contrário, estimulamos a ingestão de fibras, para que as fezes passem com consistência mais pastosa pela área afetada.

  110. 110 maria barbosa
    15.12.2009 às 11:32

    Olá, Dr.!
    Duarante toda minha vida tive problemas intestinais, até os 30 anos (tenho 40)tive intestino preso, depois tive duas gravideses e meu intestino passou a ser normal. Porém, mesmo evacuando todos os dias sinto que não evacuo tudo, parece q meu intestino, embaixo, no final dele, está com restos. Sempre senti muitas dores na região q citei, minha barriga incha muito, tenho muitos gases e enjôos. Fiz colo e enema ha uns 15 anos, deram normais, já fiz uma 3 endoscopias, tb normais. Agora estou tratando com um gastro q cuida do meu pai, este sempre teve dores e problemas com o intestino, foi diagnosticado em meu pai (75 anos) diverticulite! Tô com medo! Nunca tive febre e nem sangramento. Devo ter o memso problema do meu pai? Abçs. Voltarei pra dizer o resultado dos meus exames, ok? Já tive até crise de pânico de medo de cancer no inestino.

  111. 111 Dr. Fernando Valério
    15.12.2009 às 16:10

    Maria Barbosa, saiba que você não deve se preocupar com o diagnóstico do seu Pai, já que os seus sintomas são diferentes. Em relação ao seu caso, acredito que você procurar um especialista em Fisiologia anorretal, que é o Proctologista especializado nas alterações funcionais do intestino, como a sensação de evacuação incompleta. Este profissional fará uma avaliação clínica do seu caso, e possivelmente solicitará exames específicos à sua queixa, como uma defecografia, por exemplo.

  112. 112 Gislaine
    17.12.2009 às 10:45

    Olá,Dr Fernando.Gostaria de sua opiniao sobre meu caso.Estou com cólicas continuas a mais de uma semana,as colicas são abaixo do umbigo,sinto tonteiras e estou evacuando mais q meu normal.Há um ano fiz colonoscopia tambem por sentir cólicas,mas o resultado não deu nada.Voce acha q e diverticulite ou pode ser outra coisa?Espero sua opiniao.
    Parabens pelo site,muito explicativo.

  113. 113 Lerissa
    17.12.2009 às 20:23

    Dr. Fernando
    Estou muito preocupada, pois minha mãe sofreu uma cirurgia por causa da diverticulose há uma semana e estava se recuperando bem, o intestino está funcionando. Ja estava se alimentando de comidas solidas, mas hoje passou mal, teve diarréia, vomitou bilis e sua alta que seria amanhã já não está mais confirmada.
    O médico voltou com o soro e a sonda que estava no estômago e disse que o intestino está inchado e por isso nada está passando por ele e ficando tudo no estômago.
    Por favor, gostaria de saber se esse inchaço é normal, ou se é alguma complicação séria no pós operatório e se minha mãe corre algum risco.
    Por favor, aguardo uma resposta com urgência.
    Muito obrigada!
    Abraços

  114. 114 Dr. Fernando Valério
    18.12.2009 às 00:29

    Gislaine, primeiramente qualquer diagnóstico deve ser estabelecido por um médico em uma consulta formal. De qualquer forma, é importante lhe dizer que os seus sintomas não caracterizam especificamente um quadro de diveticulite aguda, visto que a sua colonoscopia não mostrou a presença de divertículos. Desta forma, uma boa possibilidade para o seu caso são as alterações gastrointestinais do trato digestivo, como a Síndrome do Intestino Irritável. Discuta com o seu médico sobre estas alterações.

  115. 115 Dr. Fernando Valério
    18.12.2009 às 00:42

    Lerissa, as cirurgias de intestino sempre tem um porte de moderado a grande, e por isso algumas intercorrências podem ocorrer. Desta forma, o importante é ter acompanhamento próximo da equipe que realizou o procedimento, e seguir as orientações médicas, como por exemplo a passagem de sonda nasogástrica. Quanto ao caso da sua Mãe, não tenho como avaliá-lo por esta via, e por isso sugiro que você discuta os seus questionamentos com o cirurgião responsável pelo caso dela.

  116. 116 Lerissa
    18.12.2009 às 13:49

    Obrigada Dr. Fernando pela atenção.

  117. 117 João Batista
    24.12.2009 às 00:16

    Há tempos procurava um site como este para obter informações sobre diversas dúvidas que estou vivendo sobre problemas estomacais.
    Estou me sentido outra pessoa, apesar de ter lido relatos de pessoas que estão com problemas de saúde, pude perceber que já não estou mais sozinho.
    Agradecer muito ao Dr. Fernando Valerio que com muito carinho e amor ao próximo responde os questionamentos.
    Tenho 58 anos e ultimamente estou vivendo crises de diverticulite. Moro na cidade de Uberlandia e já procurei vários médicos. Tenho tido problemas até de depressão, stress. Insonia e muito dúvida sobre o que devo e o que não devo comer. Incrível…. fico até com raiva de certos tipos de alimentos. Ao invéz saciar minha fome faz é mal…
    muito triste…Imaginem com as festas de Natal!!!!
    Se alguém puder me orientar ficarei muito grato..
    24/12/09

  118. 118 João Batista
    24.12.2009 às 00:19

    Felil Natal a todos e Pedir ao Aniversariante (JESUS) que nos dê mais saúde e paz…….

  119. 119 Dr. Fernando Valério
    24.12.2009 às 01:27

    João Batista, primeiramente você tem que definir com o seu médico se você está apresentando um quadro de diverticulite aguda ou apenas tem divertículos em seu intestino (diverticulose). Caso o quadro seja de inflamação aguda, ou seja, diverticulite, você deverá manter uma dieta sem fibras, mantendo o intestino em repouso. Caso não apresente a inflamação, é recomendado que você faça uma dieta rica em fibras e que evite os alimentos gordurosos. De qualquer forma, o mais interessante é que você tenha o acompanhamento do seu médico durante a orientação dietética.

  120. 120 santo
    31.12.2009 às 23:00

    Dr Valerio, parabéns pelo site.
    Tenho diverticulos, constatados, por acaso, há 7 anos. Há 3 anos tenho sucessivas crises de dor no lado esquerdo. Dor tolerável eu tenho permanententemente. Já fiz colono, enema, tomo, resson, ultrassom, transito intest, enfim, tudo. Fiz consultas com mais de um gastro e nenhum diz, categoricamente, que minhas dores são divert. Dizem que a dor divert não impede a prática de ativid fisica e eu não consigo fazer nenhuma atividd por causa da dor. Agora mesmo estou ha 3 dias em repouso, porq agora a crise está forte. Estou usando dicetel e mesazalina. O q o sr acha?

  121. 121 Dr. Fernando Valério
    04.01.2010 às 21:01

    Santo, alguns pacientes apresentam dor abdominal crônica, e que pode ter várias origens, como espasmo intestinal, crises de diverticulite aguda, alterações funcionais, constipação e até mesmo por fatores psicológicos. Desta forma, como os seus exames são compatíveis com a normalidade, é importante que você procure entender a sua dieta, ter a certeza de que não apresenta quadro de diverticulite aguda, e faça uso de medicamentos que controlem o quadro doloroso. Os sintomas descritos por você necessitam de acompanhamento médico próximo e paciência até que resultados mais palpáveis sejam alcançados.

  122. 122 Anderson
    06.01.2010 às 19:58

    Dr Valerio,
    inicialmente parabéns pelo seu website e blog !!

    Acabei chegando à eles porque acabo de ser informado que tenho Diverticulite Aguda, após a Tomografia confirmar o resultado inicial do Ultrasonografia. Após ficar 10 hs em um hospital para realizar todos exames, fui orientado à procurar um Gastro e cuidar da Dieta enquanto isso… e é sobre ela que tenho dúvidas

    Na sua explicação acima, está recomendado um dieta rica em fibras, mas uma das pessoas que postaram aqui este problema de saúde, diz para evitar os alimentos à base de fibras, principalmente os cereais porque seriam um veneno!? O que devo considerar enquanto isso?

    Por favor, esclareça-nos também se o consumo de lacteos, bebidas gaseificadas e frutas também seriam prejudiciais ou não, constatado o quadro de diverticulite aguda.

    Agradeço antecipadamente a atenção e novamente parabéns pela iniciativa!

  123. 123 Dr. Fernando Valério
    06.01.2010 às 23:40

    Anderson, a diverticulite aguda é uma inflamação do divertículo presente na parede do intestino. Durante a crise, o ideal é que o intestino fique em repouso, e por isso se indica a dieta pobre em fibras. Após a melhora do quadro, para que se evite uma nova inflamação, as fezes devem estar pastosas, e por isso a dieta passa a ser rica em fibras.
    Quanto aos cereais, o medo é que eles obstruam um divertículo, causando assim a diverticulite aguda. Em relação às bebidas gaseificadas, elas podem causar distensão abdominal durante os períodos de inflamação intestinal. Quanto aos lácteos, se você não apresentar intolerância não vejo problemas, mas evite alimentos muito gordurosos.

  124. 124 isabel
    08.01.2010 às 09:30

    oi meu nome é isabel meu pai teve umas dores do lado direito do abdomem ele fez um ultrasson e acusou pedra na vesicula e a vesicula dele ja estava estrangulada ele fez a cirugia ja vai fazer um mes mas ele sente fraqueza isso é normal? eu tambem gostaria de saber que comida ele pode comer

  125. 125 Dr. Fernando Valério
    08.01.2010 às 09:43

    Isabel, como o seu Pai se encontra com a vesícula inflamada e infeccionada no momento em que foi operado, é possível que ainda se ressinta do procedimento realizado. De qualquer forma, se o cansaço persistir vale a pena buscar a ajuda do cirurgião responsável pelo caso ou de um clínico. Quanto à dieta, ele deve evitar alimentos gordurosos, frituras, doces, chocolates, bebidas alcoólicas e refrigerantes.

  126. 126 Ademir
    13.01.2010 às 19:32

    Dr Fernando Valerio
    Como vai? espero que bem!
    Solicito sua ajuda, pois tenho uma anomalia de tempo em tempo, que logo que inicio a me alimentar, sinto uma dor muito forte no peito, eu acho que é no esôfago, e a comida não desce, e acabo vomitando. Quando sinto essa dor, tento tomar líquido para ver se ajuda a descer, e algumas vezes, com muita dor percebo que o “caminho” ficou liberado e em seguida posso me alimentar normalmente. Outras vezes, a dor só passa após vomitar.
    Fico no aguardo e antecipadamente agraço a tenção do Sr.
    Abraço
    Ademir

  127. 127 maria barbosa
    14.01.2010 às 09:37

    Olá, Dr Fernando!

    Ha alguns dias escrevi ao Sr., na verdade estava querendo desabafar, pois tenho um problema intestinal hà anos e sem resolução. Quando falei ao Sr. estava prestes a fazer exames e com muito medo de cancer. Pois, minha história com este problema é longa, já tive crise de pânico (panico de cancer), fiz tratamento psicológico um ano e psiquiatrico, tomei ansiolítico nesta época.
    Tudo isso, creio eu, porque tenho uma “doênça”, que os médicos não sabem qual é.Ao menos não sabem exatamente!
    Sinto dores terríveis no intestino, são crises horrorosas, sinto nauseas, dores de cabeça, terríveis, insônia, depressão leve, um mal estar geral durantes estas crises, q duram uns 7 dias ou mais, não consigo alimentar-me direito e emagreço uns 2 quilos. Percebi que as crises aparecem quando estou passando por situações de muito estresse. Mas, aparecem tb quando n estou assim. Bem, é muito complicado explicar.
    Enffim, fiz os seguintes exames: tomografia da “barriga”, coloscopia e endoscopia com biopsia. Nada! Não constataram nada de anormal! Como sempre, meus exames não constatam nada! As pessoas próximas a mim chegam a desconfiar das minhas dores! Meu médico tentou explicar-me meu problema, outros médicos tb já tentaram. Disse-me que tenho problemas no funcionamento do meu intestino Receitou-me dois medicamentos, que iniciarei o uso logo, logo.
    É difícil, muito difícil, conviver com uma doênça, que, as vezes parece fantasmas, irreal, mas que só eu sei o quanto é real. Quanto estou nas crises não tenho vontade de nada, só de ficar quieta no meu canto, antes tomava muito anagésico, que só mim dopavam, não resolviam. Quando era solteira, sozinha, sem família, enfiava-me num quarto e as pessoas diziam que eu era depressiva, estranha, complicada. Mas, quando as crises passavam, eu voltava a ser a garota que goatava da vida e de boa convivência.
    Desculpe-me.
    Obrigada.

  128. 128 Carolina
    16.01.2010 às 11:19

    Dr. Fernando, gostaria de parabenizá-lo pelo site informativo e de grande valor para leigos que, assim como eu, se encontram perdidos tamanha falta de informação de nossos médicos.

    No meu caso, ou melhor de meu marido, que tem 62 anos de idade e vem apresentando sintomas de diverticulite, pelo que li em seu blog, já há dois anos como: febre, ardor ao urinar, dores infra-umbilicais e abdome visivelmente dilatado após as refeições e que, atualmente, não apresenta mais dor, porém o aumento incessante de idas ao banheiro apresentando diarréia, a liberação de fezes ao urinar (hoje pouquissimo), flatulência e desconforto.

    Após ter feito exames de tomografia compultadorizada e colonoscopia, foi diagnosticado caso de fístula.
    Segue descrição dos dados técnicos(Tomografia) que pouco compreendemos:
    “Pelve
    Bexiga apresentando espessamento parietal póstero-superior em íntimo contato com a alça intenstinal na transição reto-sigmóideana e com aparente trajeto fistuloso nesta topografia, melhor apreciado no plano sagital. Presença de gás no interior da bexiga.
    Divertículos colônicos, associados a espassamento parietal ns regiões sigmóides e na transição reto-sigmóide e discreto borramento da gordura adjacente.
    Ausencia de líquido livre.
    Ampola retal centrada.
    Fossas ísquios-retais anatômicas.
    Próstata globosa.

    Abdome
    Fígado contornos normais, apresentando lesão nodular hipodensa, sucapsular, com realce periférico e homogenização na fase tardia, medindo 2,0cm no maior eixo axial. Considerar possibilidade de hemangioma hepático.
    Ausencia de linfonodomegalias retroperitoneais.”

    Dr. gostaría de saber se há como tratar deste problema com dieta especializada e qual seria? Ou há a necessidade de uma intervenção cirurgica?
    Desde já agradeço sua disposição em nos ajudar neste momento tão estressante que passamos.

    Carolina
    carolinaverissimo@oi.com.br

  129. 129 M.C.
    16.01.2010 às 19:59

    Fiquei sabendo sobre uma dieta para a diverticulite, gostaria de ler sobre ela e tambem se este problema dá inchaço na barriga e nas pernas.Obrigada.

  130. 130 Dr. Fernando Valério
    18.01.2010 às 08:25

    M.C., para quem apresenta quadro de divertículos na parede do intestino, é interessante que se tenha uma dieta rica em fibras. Esta dieta torna as fezes mais pastosas, e diminui o risco do surgimento de uma inflamação no divertículo, o que é chamado de diverticulite. Quanto à sua dieta em específico, sugiro que seja orientada pelo seu médico ou por um nutricionista.

  131. 131 Dr. Fernando Valério
    18.01.2010 às 08:36

    Carolina, primeiramente agradeço o seu interesse pelos artigos do blog, que para minha satisfação receberam a sua visita em sua maioria, além dos comentários obviamente.
    Quanto ao caso do seu Marido, sugiro que ele procure um Urologista e faça um exame contrastado que poderá mostrar se há extravasamento de contraste entre o intestino e a bexiga. Se isto realmente estiver ocorrendo, uma cirurgia será necessária.

  132. 132 Dr. Fernando Valério
    18.01.2010 às 10:14

    Maria Barbosa, saiba que alguns pacientes apresentam dores abdominais crônicas, de difícil tratamento, e que causam grandes confusões. De qualquer forma, é importante saber que não há algum problema grave visível através dos exames. Espero que os seus médicos encontrem uma solução para o seu caso e que você volte a ter qualidade de vida o quanto antes.

  133. 133 Dr. Fernando Valério
    18.01.2010 às 10:21

    Ademir, o seu quadro foi bem descrito e necessita de uma avaliação mais específica. Saiba que este quadro pode ser decorrente de alterações funcionais ou de causas orgânicas. Por isso, a realização de exames é muito importante. Após um diagnóstico preciso, um tratamento poderá ser indicado com maior chance de sucesso.

  134. 134 maria barbosa
    18.01.2010 às 10:48

    Obrigada, eu tb espero e creio nisso.
    Obrigada tb por este espaço, o qual usamos também para desabafarmos.
    Mandarei notícias e estarei sempre por aqui.
    Abraços

  135. 135 Marcia Batista
    22.01.2010 às 21:41

    Dr.Fernando,
    Parabéns pela forma esclarecedora e de fácil entendimento, quanto ao tema.
    Acabo de vir da médica, após uma crise lombar caminhando para o abdomem,hoje localizada na região esquerda pubiana na área (hoje)na virilha, após a crise fiquei com dormencia na virilha não sinto o local à 20 dias, fiz uma peregrinação em médicos cada um com diagnóstico diferente e todos os exames com resultados normais, fiz hoje um eletroneuromigrafia, pois acreditava-se que seria um problema no nervo femural. Minha médica (cirurgia geral),me
    encaminhou para um exame de colocoscopia.
    É normal, este tipo de sintoma com amortecimento da área, os sintomas citados pelos outros colegas,tabmém tive febre,falta de apetite e muita sede.
    Ela me falou de infecção por bactéria, como se instala a bactéria.
    Muita luz ao senhor e à todos.

  136. 136 Dr. Fernando Valério
    24.01.2010 às 08:38

    Marcia, o seu caso não é muito típico, e por isso a dificuldade diagnóstica. Saiba que os problemas intestinais não constumam gerar dormência ou perda de sendibilidade. Além disso, quanto à possibilidade de infecção, deve-se tentar entender se os seus médico acreditam que ela seja intestinal ou da parede abdominal. Sinceramente, somente através do seu relato tenho muitas dificuldades em lhe orientar de forma mais efetiva.

  137. 137 Renata Souza
    02.02.2010 às 11:04

    Olá!!!
    Foi diagnosticado divertículos em minha sogra a 02 anos, ela costuma ter crises de diarreia com dores do lado esquerdo do abdomem. Quando não tem crise o intestino dela funciona 3 vezes por dia (esse é o normal) e esta sempre cheias de gases. O médico disse que isso tudo é normal e que ela nunca terá complicações. Sendo que ela já teve câncer do colon! A minha duvida é os diverticulos podem a qualquer momento inflamar e sangrar??? Esses divertículos podem fazer o câncer voltar????

  138. 138 RUDI
    02.02.2010 às 14:31

    Agora a moda é perder a gosdura localizada com o masi novo aparelho de ELETROLIPO MANTHUS. Com certeza ja conheces. minha pergunta:
    tenho aderencia intestinal, divertulos e com frewnquencoia tenho polipos. Tenho uma historia de 20 anos de hidronefrese com comprometimento duplo, mas estou bem pelos exames de sangue e pelas circcunstancias, depois de varias cururgias de rim e intestinos.Preciso perder medidas tambem.To redondo kkkk.
    Posso me submeter a este tratamento?
    Por quanto tempo cada sessão, já que o ideal é 40 minutos por sessao sendo 2 por semana, sengundo os médicos da clinica.
    Preciso muito do seu parecer, sua opinião, já que em outras ocasiões o senhor me esclareceu tudo na sua pagina.

    obrigado
    rudi

  139. 139 Luiz Carlos de Araujo
    02.02.2010 às 22:40

    Gostei da matéria é bastante esclarecedora. Parabens.

  140. 140 Renata Souza
    03.02.2010 às 06:12

    Dr. Fernando só esqueci de mencionar que minha sogra tem 79 anos e teve câncer do cólon a 11 anos. Obrigado e um bom dia!!!

  141. 141 Dr. Fernando Valério
    03.02.2010 às 10:55

    Renata, saiba que os divertículos não têm qualquer relação com o desenvolvimento do câncer de intestino grosso. Em relação ao risco de sangramento ou crise inflamatória (diverticulite aguda), este risco sempre existe em quem tem divertículos intestinais. Desta forma, a melhor maneira de ter este risco evitado é manter uma dieta rica em fibras e fezes com consistência pastosa.

  142. 142 Dr. Fernando Valério
    03.02.2010 às 11:01

    Rudi, em relação ao seu questionamento, como não conheço o seu caso pessoalmente e não tenho referências sobre o método de tratamento a que você quer se submeter, não posso orientá-lo de maneira segura. Por isso, peço que você entre em contato com os médico que já o acompanham.

  143. 143 Sonia maria
    04.02.2010 às 11:59

    Oi dr Fernando fiquei feliz em encontrar seu site pois estou com muitas duvidas, comeci a sentir dores abdominais e um sangramento fui ao medico fiz o exame video colonoscopia = conclusao polipos de reto realizada polipectomia foi feito a biopsia reusltado a demora tubuloviloso com desplasia de alto grau isto foi em outubro 2009 comecei a tomar a medicacao mesalazina de 800 de 8 em 8 horas e luftal no mesmo horario ate hoje mas continuo com dor abdominal agora fiz tomografia computadorizada com contraste conclusao
    1 nodulo – solido hepatico direito inespecifico
    2 doenca diverticular dos colons
    3 leve ateromasia da otrta abdominal
    4 discreta heterogenecidade do conteudo visicular com imagem hipodeusar em seu int colesterolose
    obs = sinais de hernia
    por favor preciso de uma orientacao pois os dois gastro nao me deram nenhuma orientacao alimentar, o clinico mandou tirar os graos e usar fibras na alimentacao mas mesmo assim continuo com dor obrigado pela colaboracao

  144. 144 Marcia Batista
    04.02.2010 às 13:04

    Prezado Dr.Fernando,
    Fiz meu contato em 22/01/2010.

    Minha médica informou-me que pelos sintomas, muita sede,sensibilidade ao toque no baixo ventre,intestino preso,falta de apetite, poderia ser diverticulite.
    Perguntei quanto ao amortecimento na virilha p/área genital.

    Informou-me que por uma região com muitos gânglios, poderia ter inflamado a região e atingir algum nervo.

    Em 2004, operei o apendice e na mesma direção, do outro do abdomem passei a sentir um desconforto,fiz ultrason do abdomen e nada.
    Assim que obtiver o resultado da colocoscopia, encaminharei ao senhor.

    Grata pelo espaço.

    Marcia SB

  145. 145 Dr. Fernando Valério
    06.02.2010 às 17:27

    Sonia Maria, primeiramente gostaria de lhe dizer que o pólipo retirado era benigno, mas que tinha potencial de se tornar maligno caso não fosse retirado pela colonoscopia. Além disso, saiba que este pólipo dificilmente seria responsável pelo quadro doloroso abdominal.
    Quanto aos divertículos, eles também não costumam causar dor abdominal a não ser que estejam inflamados. Desta forma, mantenha uma dieta rica em fibras, mas tome cuidado com grãos mais consistentes, como o amendoim, castanha e granola.
    Em relação ao nódulo no fígado, ele se apresente inespecífico ao exame, e desta forma o seu médico pode lhe solicitar algum outro exame de imagem para ter uma avaliação melhor desta lesão.

  146. 146 Dr. Fernando Valério
    06.02.2010 às 17:34

    Marcia, em relação ao adormecimento da área genital ela tem pouca relação com o quadro de diverticulite. Desta forma, aguarde a conclusão dos seus exames (colonoscopia)para uma avaliação melhor do seu caso.

  147. 147 magali cavalcanti
    09.02.2010 às 09:07

    DR. AGRADECIDA ESTOU PELA ABORDAGEM DE UM ASSUNTO QUE TANTOS TEM E NÃO SABEM,E COMO A SUA DIDÁTICA É SIMPLES E DE FÁCIL COMPREENÇÃO A TODOS. OBRIGADA.

  148. 148 Dr. Fernando Valério
    09.02.2010 às 10:10

    Magali, agradeço sinceramente as palavras gentis, e realmente espero que este espaço seja útil a todos assim como provavelmente foi para você. Gostaria que outros setores da Sociedade tivessem a mesma atitude, já que isto tornaria a nossa população mais informada e capaz de avaliar situações diversas sobre vários assuntos.

  149. 149 Eliana Regina Bardini
    25.02.2010 às 20:35

    Dr. Fernando Valério,

    Gostaria que o senhor me desse um parecer desta biópsia
    e saber qual o melhor medicamento para este caso.

    Meu marido(38 anos) sente cólicas no baixo ventre esquerdo, com gases, sangrou algumas veses. As suas feses são sempre moles e algumas vezes diarréia.Defeca de 6 a 8 vezes ao dia, nas crises e sente dores fortes.Já tomou antibióticos e antiflamatórios, pomada para hemorróida, que também inflamou, um pequeno trombo. Mas sobre a retocolite ulcerativa o melhor medicamento é prednisona 20 e mesalazina 800 mg 6 cp/dia?
    Qual o seu diante deste quadro e da biópsia abaixo.

    Ele está com quadro de RCUI-CID KSI.Resultado da BIÓPSIA: MACROSCOPIA
    Seis fragmentos irregulares de tecido paredacento, medindo 0,3 cm de diámetro em média, consistência macia e elástica.

    CONCLUSÃO:
    BIÓPSIA DE INTESTINO GROSSO(RETO):
    -Quadro Histopatológico Compatível com Processo Inflamatório
    Crônico e Agudo, com diminuição do número de células calciformes e eosinófilos(15 eosinófilos por campo de grande aumento em média).

    NOTA: AUSÊNCIA DE GRANULOMAS, CRIPTITE E DE MALIGNIDADE NO PRESENTE MATERIAL.

    Ela está se alimentado com sucos feito de cereaise frutas(fibras), arroz integral, cenoura, abobora, vagem, ervilhas, feijão,brócolis, tomate, alface e outros.

    Hoje, ele foi ao proctologista(gastro)que receitou os medicamentos acima.

    Esperando um retorno, breve. Desde já agradeço.

    Eliana Regina Bardini

  150. 150 Rosa
    26.02.2010 às 15:29

    boa tarde Dr. Fernando.
    Estou com o resultado dos exames de sangue e colonoscopia de minha mãe: O PCR foi de 7.4 mg/L, Eritograma: Hemácias normocíticas e normocrômicas; Leucograma: caracteres morgológicos: neutrófilos sem alterações degenerativas.
    COLONOSCOPIA:
    - Preparo adequado do colo permitindo bom exame.
    - Progressão do aparelho por um sigmóide estpástico com pequenos esparsos divertículos. O restante do colo tem boa distensibilidade e pregueado característico de cada segmento, observando-se múltiplos divertículos de colo largo, desde o descendente até o nível do ceco. ao nível do colo direito esses divertículos são mais frequentes. Não se observa neoplasia ou lesão inflamatória da mucosa.
    - Válvula íleo cecal normal.
    IMPRESSÃO DIAGNÓSTICA: Doença diverticular difusa do colon.
    BIÓPSIA: Não feitas.
    TEria como analisar esse exame.
    Muito obrigada
    Rosa

  151. 151 Dr. Fernando Valério
    28.02.2010 às 08:39

    Eliana, no tratamento clínico da retocolite ulcerativa inicia-se com o uso de antiinflamatório, no caso a mesalazina. No entanto, em casos mais severos ou quando se objetiva a resposta mais rápida ao tratamento, faz-se uso de corticóide, no caso a prednisona. Sendo assim, não existe o melhor remédio neste caso, e sim o mais adequado para o estado atual da doença. Em relação á biópsia, ela mostra processo inflamatório intestinal crônico a atual, e por isso o tratamento recomendado.

  152. 152 Dr. Fernando Valério
    28.02.2010 às 08:58

    Rosa, a colonoscopia da sua Mãe mostra a presença de divertículos na parede intestinal, o que é muito comum na idade dela. Além disso, este quadro não está associado a processo inflamatório, e não explica o aumento da Proteína C-reativa. Desta forma, leve o exame ao médico dela e ele avaliará as próximas condutas a serem tomadas.

  153. 153 Elisabete
    01.03.2010 às 23:00

    Gostaria de saber se para a diarréia do celíaco o Imosec adianta, já cheguei a tomar 06 por dia e não funcionou, isso a mando do médico. Já com outro estou com 03 ao dia e nada resolve essa diarréia, lógico que evito o Gluten, leio td e procuro fazer minhas refeições em casa.
    O que me preocupa é a quantidade de Imosec que tenho ingerido.
    Por favor quais os perigos de se tomar tanto esse remédio???
    Já fiz a endoscopia com biopsia e confirmou a Doença Celíaca.
    Elisabete.

  154. 154 Dr. Fernando Valério
    03.03.2010 às 09:56

    Elisabete, em algumas doenças em que a diarréia está presente o medicamento citado por você pode ser usado sim. Quanto ao resultado do seu tratamento, você deverá discutir com o médico que prescreveu a medicação, já que por razões éticas não posso comentar prescrições realizadas por outros profissionais.

  155. 155 Elizabete
    08.03.2010 às 02:51

    Caro Dr. Fernando em 22.09.2009 fui procurar um médico, pois estava há dois dias com muita dor abdominal e febre e do consultório fui direto para o centro cirurgico onde submetida a cirurgia de emergencia de diverticulite, fiquei uma semana internada, recebi alta fiquei uma semana em casa, piorei voltei para o hospital fiquei mais uma semana, com febre e dor, que melhorou somente apos introduzir um dreno no local da cirurgia. Entretanto, esse dreno nao parou de vasar, surgindo uma fistula, em 07.12.2009 fui hospitalizada para utlizar alimentação parenteral, mas como nao resolveu em 22.12.2009 a alimentação foi retirada e fui submetida a nova cirurgia e quando acordei da anestesia estava usando uma colostomia, que o médico disse que retirava em 2 meses, em 24.12.2009 fui para a UTI sai em 26.12.2009, em 30.12.2009, recebi alta hospitar, mas embora tenha passado mais de 2 meses continuo com a colostomia, vou fazer outra enema opaco para avaliação. Então Pergunto: Existe algum risco de ficar com a colostomia definitiva? Por que?

  156. 156 Dr. Fernando Valério
    08.03.2010 às 10:24

    Elizabete, devido ao quadro de infecção intestinal e abdominal, houve dificuldade de cicatrização intestinal e consequente fístula. Desta forma, para manter a região operada em repouso, foi confeccionada uma colostomia em você, e que é temporária, assim como afirmou o seu médico. Desta forma, o exame de enema opaco visa apenas avaliar com está a região intestinal e saber se a colostomia já pode ser fechada com segurança, e que a fístula já fechou. Desta forma, acredito que não deverá haver problema para que você deixe de usar logo a colostomia.

  157. 157 olga
    19.03.2010 às 21:00

    Dr. Valerio

    Boa tarde!
    Sinto fortes dores do lado direito,fui ao pronto socorro, e o plantonista pediu tomografia. Fiz a tomografia e constatou
    o seguinte:-Nódulo renal direito compativel com angiomiolipoma
    Ateromatose e Diverticulose cólica
    Fui primeiro no cardiologista e ele me receitou atorvastatina20mg(LIPITOL) e como ele é tb. geriatra pediu que eu fizesse tratamento para abaixar meu colesterol e daqui um mês voltar para fazer outros exames e tratar da diverticulose colica.
    Não tenho sangramento e febre, mas sinto incomodo no anus,
    vou ao banheiro normalmente, dependendo dos alimentos que como, vou ate 2 vezes ao dia.

    fico na dúvida que fazer? porque as dores são do lado direito dores nas costas e as vezes formigamento????

  158. 158 Dr. Fernando Valério
    21.03.2010 às 08:22

    Olga, em relação às dores do lado direito não acredito que sejam relacionadas ao quadro de diverticulose intestinal, ainda mais quando se pensa em “formigamento”. Quanto ao desconforto anal, você deveria ser avaliada por um Proctologista.

  159. 159 claudio ehl
    21.03.2010 às 17:32

    Dr.

    Tive diverticulite aguda em 06/2009, tirei parte do intestino, e usei uma bolsa por 03 meses.

    Em setembro fiz a cirurgia para reconstrução do transito intestinal.

    No enema opaco antes da cirurgia disse que só tinha dierticulos no intestino grosso descendente, que o médico disse que retiraria.

    Em janeiro fiz uma cirurgia de hernia incisional volumosa.

    Hoje às vezes sinto dores abaixo do umbigo e do lado esquerdo, próximo a cicatriz, mas não tenho nem diarreia nem constipação.

    Posso estar com novos diverticulos de novo, ou são dores e problemas devido as sucessivas cirurgias e aspectos psicologicos, pois ando assustado com as dores.

    Após a segunda cirurgia fiz uma tomografia que não deu nada.

    Meu médico disse que pode ser aderências.

    Devo me despreocupar ou não ?

    Ando com dietas com muitas fibras.

  160. 160 Dinalmir
    21.03.2010 às 18:25

    Boa tarde,

    Desde criança tenho complicações intestinais. Aos 23 anos fui submetida a uma cirurgia de hemorróida. Há dez anos sofro com fortes dores de barriga, diarréia,e algumas vezes sangramento; já passei por vários gastros, fiz vários exames como: feses, cultura, ultrason, endoscopia, duas colonoscopia e uma biópsia que concluiu assim: inflamação crônica no intestino sem causa específica. Um medico disse-me que eu tenho colite e me receitou vários remédios que não serviram para nada; outro me disse que tenho síndrome do intestino irritável que não é uma doença grave e que eu tenho que me acostumar com ela e me receitou muvinol que só aumentaram as dores; já outro me receitou mesacol por um período de um ano que também não melhorou em nada.Um outro disse-me que tenho diverticulite. De um ano para cá passei a sentir dores diferentes das costumeiras: abaixo do umbigo e às vezes sem diarréia´e emagrecimento e a cada dia fico pior, quase não consigo comer e o que como não pode conter leite, óleo, peixe e outras comidas. Afinal o que eu tenho? Naõ tenho tratamento? qual médico está correto? Devo me acostumar com isso? Me ajude por favor, pois minha vida tem se transformado numa desilusaõ.

  161. 161 Dina
    21.03.2010 às 18:35

    Parabéns por este site tão esclarecedor

  162. 162 olga
    21.03.2010 às 19:33

    Ola, Dr. Valerio

    Grata pela resposta

    Olga

  163. 163 Dr. Fernando Valério
    22.03.2010 às 07:38

    Claudio, como você já foi operado tanto de um problema intestinal (intraabdominal) quanto da parede abdominal, existem diversas causas para os seus sintomas dolorosos, inclusive causas emocionais. De qualquer forma, o importante é discutir o seu caso com o médico responsável pelas suas cirurgias e se ele achar necessário, realizar exames complementares.

  164. 164 Dr. Fernando Valério
    22.03.2010 às 07:41

    Dinalmir, obviamente é muito difícil determinar qual o seu problema de saúde e se ele é tratável através deste espaço. Mas a princípio, acredito que deva primeiramente se estabelecer um diagnóstico para o seu caso, e a partir daí instituir um tratamento adequado. Sendo assim, procure novamente um Gastroenterologista ou um Proctologista para reavaliar os seus sintomas e introduzir alguma medicação específica para o seu problema.

  165. 165 claudio ehl
    22.03.2010 às 09:49

    Obrigado.

  166. 166 Andréia Aoyama
    22.03.2010 às 17:54

    Boa tarde Drº Fernando.

    Estou desesperada pois a meses minha mãe está com dores muitos fortes na barriga. A levei no gastro, e o mesmo pediu alguns exames como colocoscopia e endoscopia digestiva alta.
    Na colonoscopia foi diagnosticado moléstia diverticular. A gastro disse que o motivo das dores não seria por esse motivo. Fizemos check-Up ginecologico e no exame de sangue a hemacias dela está com 195.000, quando a referencia e de 10.000.Ou seja, sangue na urina. A ginecologista mandou procurar um urologista, que o mesmo mandou minha mãe fazer exames de TC Abdomem superior, pelve e uretrocistografia.
    Na TC a conclusão do exame foi “Possível Diverticulite” e para associar com outros exames. Não consegui retornar com o urologista ainda, mas o que mais está me preocupando é que não na conclusão do exame, mas no corpo do exame, foi mencionado presença de linfonodos de permeio na região do mesogastro. O que é isso Drº ? Por favor me oriente. Qual especialista na verdade poderá cuidar da minha mãe? Gastro, Urologista, ou outro ?
    Que Deus o abençoe.
    Andréia Aoyama

  167. 167 Guilherme Paulino
    22.03.2010 às 18:03

    Dr. Fernando Valério,

    O que aconteceu comigo foi o seguinte, há duas semanas atrás eu tive diarréia a semana toda, com uma melhora perto do final de semana. Na semana seguinte, a dirréia voltou de uma forma avassaladora, com dores abdominais, febre alta. Fui a emergência do Hospital Copa Dor no RJ, e após consulta com um cirugião, ele pediu para que eu fizesse uma tomografia do intestino, o resultado foi que eu estava com diverticulose, me medicou com dois antibióticos, sendo que um combatia Ameba também. Bom, fiz o tratamento solicitado, melhorei das dores e da febre, mas minha diarréia não acaba, logicamente não estou indo ao banheiro de 10 em 10 minutos, mas uma vez por dia, só que sempre com diarréia. Eu noto que as fezes estão escuras, bem escuras, mas não sinto mais nada além da sensação de gazes.
    Obrigado
    Guilherme

  168. 168 Dr. Fernando Valério
    22.03.2010 às 19:10

    Guilherme, existem diversas causas para que você apresente um quadro de diarréia tão intensa, tais como infecção intestinal, alterações funcionais e inflamatórias. Desta forma, como não houve a melhora esperada, recomendo que você procure um Gastroenterologista para avaliar o seu caso de forma mais individualizada.

  169. 169 Dr. Fernando Valério
    22.03.2010 às 19:20

    Andréia, em relação ao caso da sua Mãe, o exame mostra um possível quadro de diverticulite aguda, que é a inflamação dos divertículos. Os linfonodos podem apresentar um quadro de inflamação na região abdominal. Desta forma, ela deve ser avaliada por um cirurgião do aparelho Digestivo.

  170. 170 Guilherme Paulino
    23.03.2010 às 09:40

    Obrigado Sr. Fernando ! e Parabéns pelo site !!

  171. 171 Daniele
    23.03.2010 às 18:18

    Olá Dr, bom eu julho/09 fiz uma colonoscopia pois eu vivia com consitpação e sangue nas fezes (devido a hemorróida e fissura anal), em dezembro/09 passei a ter urgência pra evacuar, fezes fétidas, cor marrom,parecia meio bolhosa eu não tinha cólica, nem dor. Fiquei 1 mes assim, depois começou a alternar constipação com diarreia, aí eu já passei a ter dores no abdomen inferior que aliviava com a evacuação mas as vezes permanecia bem fraquinha. Meu gastro diz que tenho sii e que pelos sintomas uma colite, quer me tratar com secnidazol dose unica+mesalazina+lonium. Meu coloproctologista nao concorda, disse que minha colono deu normal nao faz sentido, pra eu tomar apenas lonium, aí comecei a tomar o lonium com esse remédio passei a ter uma dorzinha bem localizada que vai e volta no abdomen inferior esquerdo, justamente a área que quando o procto apalpou doeu, ele disse que ali está muito contraído e tb com gases. Segundo a minha ginecologista, eu tenho um corrimento devido as alterações intestinais, ela diz que só vai melhorar qndo meu intestino regular, sempre dá lactobacillus ou candidiase, da ultima vez ela nem fez preventivo só pelos sintomas (ardencia, vagina vermelha e corrimento meio branco), me passou fluconazol e nistatina e disse que era candidiase pelo calor. Durante a menstruação tenho tido diarréia coisa que nunca tive. Estou perdida não sei se faço o que o procto manda ou o que o gastro fala. Na minha tomografia do abdomen total deu normal. Segundo meu hemograma estou com anemia, já perdi + de 10 kg. Não sei mais que remédio tomar, de todos esses remedios que me passaram só tomei o lonium e pantoprazol pois na minha endoscopia deu gastrite enantematosa leve de antro. Tomei motillium por conta pois ando tendo uns entalos, procto disse que é refluxo dos gases, que eu to com bastante gases. em 2008 qndo fui fazer ultra do abdomen deu hipermeteorismo intestinal, segundo o médico são gases. Queria uma luz do que fazer, pra que direção ir.

  172. 172 Daniele
    23.03.2010 às 18:21

    Voltando só porque esqueci de dizer tanto o gastro quanto o procto falaram que minha colonoscopia deram normais. Na conclusão está: video ileocolonoscopia normal. Não fizeram biópsia.

  173. 173 Dr. Fernando Valério
    24.03.2010 às 07:52

    Daniele, como a sua colonoscopia não mostrou alteração inflamatória podemos descartar o diagnóstico de colite. Desta forma, a Síndrome do Intestino Irritável parece ser muito mais provável no seu caso. Sendo assim, mantenha o tratamento medicamentoso, cuide da sua dieta e realize atividades físicas regulares.

  174. 174 elinton
    27.03.2010 às 10:58

    Tenho 32 anos e tive uma crise de diverticulite.
    Antes da crise eu corria e praticava musculação,gostaria de saber se posso continuar com estas atividades físicas ou a doença que tenho(diverticulose), me impede de uma das praticas(corrida musculação)?
    Ah, parabens pelo site , é o melhor e mais completo que eu achei!!!

  175. 175 Ana
    28.03.2010 às 16:17

    Qual é o tempo de permanência da bolsa de colostomia?

  176. 176 Ana Oliveira
    29.03.2010 às 19:39

    Amei esse espaço! Estão de parabéns!

    Doutor, fui submetida a cirurgia para retirada da vesícula biliar, em função de vários cálculos, o método cirúrgico foi a vídeo laparoscopia, isso tem 8 meses. Acontece que comecei a sentir, a 3 dias, (todas as vezes que me abaixo, ou vou deitar), uma dor aguda no umbigo, não em cima do corte, mas abaixo dele, após a cavidade umbilical. Estou preocupada. Por favor me diga se pode ter alguma relação com diverticulite.
    Muito obrigada, que Deus lhe abençoe!

  177. 177 Dr. Fernando Valério
    30.03.2010 às 10:12

    Elinton, caso você não se apresente em crise de diverticulite aguda, que é um quadro inflamatório e infeccioso, não há restrição na prática de atividades físicas.
    Obrigado pelas palavras elogiosas em relação ao site/blog.

  178. 178 Dr. Fernando Valério
    30.03.2010 às 10:26

    Ana, as colostomias temporárias são realizadas como forma de se desviar o trânsito do intestino grosso ou para se proteger uma anastomose intestinal (sutura nos intestinos). Desta forma, para cada caso há um período ideal. Além disso, antes de se reconstruir o trânsito costuma-se avaliar o intestino com exames radiológicos contrastados.

  179. 179 Dr. Fernando Valério
    30.03.2010 às 16:42

    Ana Oliveira, infelizmente não tenho como lhe afirmar a causa da sua dor umbilical, mas pensar em diverticulite aguda sem outros sintomas acompanhantes não parece ser o mais óbvio. Desta forma, sugiro que você entre em contato com um Cirurgião do Aparelho Digestivo para avaliá-la.

  180. 180 Andréia Aoyama
    30.03.2010 às 17:25

    Obrigada Doutor Fernando.

    Fico muito contente em saber, que ainda existem médicos como o senhor, preocupados com a vida humana, não simplesmente com ganhos ou melhores convenios a se credenciar.

    Que Deus o abençõe e o motive cada vez mais a orientar, pessoas carentes de informações e bons profissionais .

  181. 181 Dinalmir
    11.04.2010 às 20:34

    Boa noite!
    Dr Fernando, gostaria que o senhor desse o seu parecer sobre meus exames:
    Em 2003 fiz uma colonoscopia cuja impressão diagnóstica diz:Doença inflamatória do reto e sigmóide(RCU? AMEBÍASE?)BIÓPSIAS.
    Diagnóstico da biópsia:
    1- Ileo terminal: Fragmento de tecido que aos cortes exibe infiltrado inflamatório crônico com alguns eosinófilos, hiperplasia folicular e leve edema mucoso.
    2- Reto: Cortes histológicos que mostram infiltrado inflamatório linfoplamocitário moderado e edema mucoso.
    Processo inflamatório crônico não específico.
    Tomei vários medicamentos dentre eles mesacol, muvinol e outros que não me recordo. Os problemas só se agravaram.

    Em 2009 fiz novamente uma colonoscopia com o seguinte diagnóstico:
    Introduzido aparelho após toque retal. Cólon em boas condições de preparo.
    A mucosa retal encontra-se lisa, brilhante, levemente edemaciada, com pontos hemorrágicos. Realizada biópsias. A junção retossigmoideana foi ultrapassada sem dificuldades.
    O sigmóide, cólon descendente, transverso, ascendente e ceco apresentam-se com conformação típica, calibre e elasticidade conservados,haustrações presentes, mucosa lisa de aspecto brilhante em toda a sua extensão.
    Válvula ileocecal bilabiada de coloração rósea, íleo terminal com mucosa preservada.
    Ausência de pólipos e/tumores nos segmentos estudados.
    Impressão diagnóstica: Retite leve.

    Biópsia:
    Microscopia:
    A nálise histológica de mucosa colônica, evidencia glândulas revestidas por células calciformes típicas, estando o padrão arquitetural mantido.
    Não identificados focos com ulceração da mucosa.
    O estroma subjacente evidencia leve inflamatório do tipo mononuclear em quantidade leve(linplasmicitário), sem esboçar folículos linfóides.
    Há infiltração polimorfonuclear em quantidade leve. Nota-se grande quantidade de eosinófilos, associados a edema intersticial. Não identificados microabscessos de cripta.Não há infiltração histiocitária com formação de granulomas tipos imunitário ou corpo estranho. Não foram identificados elementos parasitários de natureza viral, protozoária, helmíntica ou bacteriana nesta amostragem.
    Não identificados elementos caracterizados de processo neoplásico maligno.
    Diagnóstico:
    Mucosa colônica(biópsia endoscópica:COLITE CRÔNICA LEVE INESPECÍFICA EM ATIVIDADE LEVE.
    Não identificados elementos de natureza polipóide,parasitária, ou neoplásica maligna nesta amostragem.
    Comentário: A EXIGUIDADE DO ESPÉCIME IMPEDE AVANÇOS NA ELUCIDAÇÃO DIAGNÓSTICA SEGURA.
    Desta vez o médico me receitou muvinol que só aumentaram as cólicas, diarréias. Por favor me ajude. Já voltei no gastro várias vezes e o que ele me disse é que eu nãO TENHO NENHUMA DOENÇA GRAVE E QUE EU TENHO QUE APRENDER A CONVIVER COM O PROBLEMA.COMO POSSO ME ACOSTUMAR COM ISSO? SE SINTO DORES DE BARRIGA O TEMPO TODO E PIOR, DE FORMA DIFERENTE; aBAIXO DO UMBIGO SEM VONTADE DE IR AO BANHEIRO POIS ANTES QUANDO SENTIA DORES É PORQUE IA TER DIARRÉIA.ESTOU PERDENDO PESO POR NÃO PODER ME ALIMENTAR DIREITO, TENHO MAU HÁLITO,INSÔNIA, GASES, DORES ABDOMINAIS,DIARRÉIA, ÀS VEZES INTESTINO PREZO, AS FEZES SÃO APODRECIDAS E FINAS COMO SE A PASSAGEM FOSSE ESTREITA, SEM SE FALAR NO ESFORÇO QUE FAÇO PARA SAÍ-LAS.

  182. 182 Dr. Fernando Valério
    12.04.2010 às 09:26

    Dinalmir, os seus exames sugerem que você apresenta um quadro de inflamação intestinal, de causa inespecífica e de intensidade leve. Desta forma, você deveria ser tratado com antiinflamatórios específicos para esta colite e retite. Sendo assim, procure um Proctologista ou o médico que solicitou o exame e inicie o seu tratamento.

  183. 183 Elis Regina
    22.04.2010 às 23:54

    adorei todas as perguntas e respostas o site está de parabéns,más por favor quero saber se gastrologista é o mesmo que proctologista,marque gastro,ás vezes eu sinto umas dores na região do coquis naquele osso do final da coluna que fica no reto,o ortopedista falou que não tem nada a ver com a coluna..a dor é mais quando eu sento e coloco uma força como se fosse fazer cocÔ…muito obrigada pela atenção

  184. 184 Dr. Fernando Valério
    24.04.2010 às 09:26

    Elis Regina, o Gastroenterologista estuda as doenças do sistema digestivo como um todo. O Proctologista dá mais ênfase ao estudo das doenças do ânus e do intestino grosso. Desta forma, você deverá procurar um Proctologista.

  185. 185 Luciane Diniz
    26.04.2010 às 14:13

    Olá, Dr. Fernando Valério,

    Parabéns pelas matérias!

    Eu gostaria de saber sobre o HIPERMETEORISMO INTESTINAL.

    Do que se trata, diagnóstico, se tem e/ou se é necessário tratamento, etc.

    Desde já agradeço a atenção.

    Um abraço.

    Luciane Diniz

  186. 186 Dr. Fernando Valério
    27.04.2010 às 10:42

    Luciane, meteorismo intestinal se refere a presença de fezes acumuladas no intestino grosso, o que demonstra certo grau de constipação. Desta forma, é recomendado que se faça uma dieta rica em fibras, hidratação e exercícios físicos. Além disso, é importante ser avaliada por um Proctologista para se saber se não há uma causa orgânica determinando a presença de fezes em grande quantidade no intestino.

  187. 187 Celeste
    28.04.2010 às 21:51

    Dr Fernando, fui submetida a uma cirurgia de diverticulite sem colostomia em 18 de fev de 2010. Gostaria de saber se é normal sentir pontadas no abdomem e qual o tempo médio de recuperação. As dores têm relação ao tipo de alimentação ingerida?

  188. 188 Dr. Fernando Valério
    29.04.2010 às 17:24

    Celeste, toda cirurgia pode causar desconforto no local manipulado, o que tende a diminuir com o tempo. No entanto, em algumas pessoas persiste uma maior sensibilidade, que pode ter relação com dieta ou atividade física, por exemplo. Desta forma, é interessante que você procure discutir com o seu cirurgião os sintomas relatados e avaliar se há a necessidade de algum tratamento ou realização de exames.

  189. 189 Celeste
    29.04.2010 às 18:58

    Muito obrigada Doutor, o meu cirurgião falou a mesma coisa mas fico preocupada e queria uma segunda opinião. Parabenizo pelo excelente trabalho de dar atenção, com respostas claras para as pessoas que estão necessitadas.

  190. 190 REGINA
    29.04.2010 às 21:49

    BOA NOITE DR.FERNANDO.
    DR.EU TENHO DIVERTICULOSE,COMECEI UMA DIETA RICA EM FIBRAS,MUCILON,AVEIA,SEMENTES DE LINHAÇA MOIDA,FARINHA SOJA
    MAS ESTOU ACHANDO QUE PIORARAM AS MINHAS DORES….SERÁ QUE A MINHA DIETA ESTÁ ERRADA.

    AGUARDO,MTO OBRIGADA

    REGINA

  191. 191 Dr. Fernando Valério
    30.04.2010 às 10:47

    Regina, saiba que as fibras são uma ótima dieta, no entanto, em quantidades aumentadas podem gerar muitos gases e aumento excessivo do volume de fezes, o que pode gerar desconforto. Desta forma, adeque a quantidade de fibras ingerida por você.

  192. 192 edison
    07.06.2010 às 15:31

    Gostaria de saber se diverticulos tem haver com impotência sexual.

    Desde já muito obrigado.

  193. 193 Dr. Fernando Valério
    08.06.2010 às 21:51

    Edison, não há associação entre a presença de divertículos intestinais e a impotência sexual.

  194. 194 JOSINEIDE MARIA DA SILVA
    19.06.2010 às 20:22

    DIVERTICULITE TEM TRATAMENTO?
    SE FAZ CIRURGIA?
    TENHO 44 ANOS E ESTOU COM DIVERTICULITE E TENHO CRISES CONSTANTES!

  195. 195 JOSINEIDE MARIA DA SILVA
    20.06.2010 às 01:08

    dr;fernando boa noite

    tenho 44 anos estou com diverticulite aguda
    o meu medico falou que nao vai fazer cirugia
    vai fazer otratamento com antibioticos gostaria de saber
    ser faz realmente cirugia e ser esa doença tem cura quando tenho crises tenho febre dor decabeça e vomito

  196. 196 Dr. Fernando Valério
    23.06.2010 às 10:29

    Josineide, o quadro de diverticulite aguda quando leve pode ser tratado apenas com antibióticos e dieta. Nos casos mais graves, a cirurgia é necessária, e algumas vezes até mesmo em caráter de urgência.
    Outra indicação para a cirurgia é a repetição das crises de diverticulite aguda, mesmo que leves e moderadas.

  197. 197 Conceição
    26.06.2010 às 13:33

    Olá Dr. Fernando, boa tarde! Tenho 59 anos e pela primeira vez apresentei alguns sintomas bastante estranhos : dores abdominais, porém com mais intensidade na região central e direita do abdomem, tive diarréias com sangramento, procurei a emergência de um hospital conceituado de minha cidade, São José do Rio Preto-SP, a médica que me atendeu, realizou exame de sangue (que apresentou resultados normais , apenas c/ pequena auteração dos leucócitos que segundo ela sugerem pequena infecção), RX do abdomem ( normal )disse que até a confirmação do gastro, devo fazer tratamento pra diverticulose, ela me receitou:
    -buscopan de 6/6 hs para as dores,
    -metronidazol 400 mgde 8/8 hs
    -ciprobiot 500mg de 12/12 hs
    e me orietneou a procurar um gastro na segunda-feira ( 28/06) para realização de colonoscopia que confirmará ou não a diverticulose.
    Porém, o medicamento: ciprobiot, tem causado desconforte imediato, sempre que tomo após aproximadanente 20 minutos, tenho sangramento. Estou pensando em suspendor este medicamento e manter os demais, até que eu consiga realizar a consulta com o gastro.
    Qual sua opinião Dr.? É normal tanto sangramento?
    Agradeço sua atenção e aproveito a oportunidade para deize que adorei o site, é muito esclarecedor e de simples entendimento; certamente está contribuindo muito para o esclarecimento de muitos.

  198. 198 ANDREA
    26.06.2010 às 22:31

    Olá Dr.Fernando,primeiro quero parabenizá-lo por este site, esclareci muitas dasminhas dúvidas,mas uma delas ainda,persiste: há uma semana fui diagnosticada com quadro de diverticulite, estou tomando antibióticos e dieta de líquido, porém não aguento mais, tenho fome e já emagreci 3 quilos, gostaria de saber oque posso comer agora sem que prejudiquem o meu quadro já que só faz uma semana e ainda vou tomar os remédios por mais sete dias?
    Obrigada Dr. desde já, mas por favorme ajude estou com medo de que essa doemça se agrave se eu comer algo que não possa, eu sei que devo comer fibras somente após melhorar, mas preciso saber quanto tempo ainda vou ter que ficar só na dieta líquida, e oque posso comer se já puder…
    Obrigada!!!

  199. 199 Maria de Lourdes Andrade
    27.06.2010 às 02:39

    Dr. Fernando.
    Vc consegue ser impecavelmente esclarecedor e ético ao mesmo tempo.
    Congratulações pelo seu trabalho!

    Maria de Lourdes
    Andrade – P.Alegre/RS

  200. 200 Dr. Fernando Valério
    29.06.2010 às 11:28

    Conceição, a princípio você ainda não tem um diagnóstico confirmado para este sangramento intestinal. Em relação à colonoscopia, ela deve ser evitada caso haja a suspeita de crise de diverticulite aguda, já que aumentam as chances de perfuração intestinal nesta situação. Sendo assim, acredito que o mais importante é que você seja avaliada por um Proctologista, que determinará a melhor maneira de avaliar o seu caso, sem colocá-la em risco.

  201. 201 Dr. Fernando Valério
    29.06.2010 às 17:24

    Andrea, o quadro de diverticulite aguda é um processo inflamatório e infeccioso que deve ser acompanhado de perto pelo médico responsável pelo caso, principalmente quando se pensa em reintrodução da dieta. Desta forma, peço que você entre em contato com o seu médico e discuta a sua evolução clínica.

  202. 202 ANDREA
    30.06.2010 às 21:31

    Muito obrigada pela atenção Dr. Fernando, vou seguir suas orientações e devo fazer nova consulta amanhã commeu médico, que Deus lhe abençoe por esta iniciativa que só vem a ajudar a todos nós que estamos passando por este tipo de problema, espero poder contar sempre com sua ajuda através deste canal de comunicação que facilita muitoas nossaas vidas, tenha um ótimo trabalho sempre!!!! OBRIGADA até mais….

  203. 203 sidney
    06.07.2010 às 17:22

    Boa tarde,gostei de ler as explicaçâos sobre Diverticulite.
    Tenho essa doença,fiz Colonoscopia e foi constatado.
    Aumento do nº de haustração e raros diverticulos de colo largo.
    Encontro de colo sigmoide,a 30 cm do anus, polipo sessil de 4 mm de diametro com superficie rosea e finamente granulomatosa.

    Conclusâo
    Colonoscopia ate ceco
    Polipo sessil de colo segmoide
    Diverticulos isolados em todo colo

    Procedimento
    Realizamos polipectomia

    Fui orientado a tomar Buscopan Composto,caso sentir muitas dores procurar atendimento medico
    Todos os dias chupo uma laranja com o bagaço,sinto dores do lado esquerdo do abdomem
    Gostaria de orientaçâo sobre alimentação e exercicios fisicos

    Obrigado pela atençâo,aguardo retorno

  204. 204 Janaina
    06.07.2010 às 20:06

    Dr.Fernando

    Minha mãe teve sangramento com diarreia (iniciou assim)Teve uma hemorragia severa…a hemorragia foi contida ainda está internada, fez a colonoscopia que deu doença diverticular pancolônica. Porém quando ela vai evacua as fezes parecem normais, porém o papel higiênico sai com muito sangue. rá que ela terá uma nova hemorragia? Os médicos não nos esclarece o por quê deste sangramento.
    Por favor precisamos salvá-la. Ela tem 76 anos. Obrigada

  205. 205 Dr. Fernando Valério
    07.07.2010 às 08:36

    Sidney, o quadro de desconforto abdominal pode ser controlado com dieta evitando-se frituras e alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas, doces e chocolates, refrigerantes, condimentos em excesso. Quanto aos divertículos, ainda é necessário que se tome cuidado com grãos mais consistentes, como castanha e amendoim. Em relação aos exercícios, não há contra-indicação.

  206. 206 Dr. Fernando Valério
    07.07.2010 às 08:39

    Janaina, a doença diverticular pode ser fonte de grande sangramento intestinal. Quanto ao sangue presente atual, os médicos definirão se são resquicíos de um sangramento já controlado ou se é uma hemorragia vingente.

  207. 207 Flavio
    12.07.2010 às 16:52

    Boa Tarde.
    Tenho 31 anos e tive em menos de três meses DUAS Diverticulites, uma tratada com internação e outra em casa. Só que elas foram diagnosticadas por Tomografia. Agora passados 1 mes da 2º crise fiz a COLONOSCOPIA e o resultado ou AUSENCIA DE DIVERTÍCULOS mas com presença de 1 Pólipo subpediculado de 14mm c/ superficie vermelha e lobulada no Sigmóide Distal. + Colite Erosiva Moderada.
    Será que tive mesmo diverticulite mesmo agora sem divertículos?
    Será que esse Pólipo Grande era a causa das Dores?

    A Médica quer fazer a Cirurgia Eletiva de Retirada do Sigmoide devido eu ser mto novo e poder ter novas crises?

    E tenho que decidir?

    Poderia me dar uma orientação? Uma segunda Opinião?

    Atenciosamente

    Flavio Andrade

  208. 208 Renata
    12.07.2010 às 21:53

    Olá, Dr. fernando…
    Meu nome é Renata, tenho 31 anos de idade e ando um pouco preocupada. há uns 10 anos atras tive problemas com bulimia, tomava muitos laxantes. Hj meu intestino continua preso, mas não faço loucuras como antes. De alguns dias pra cá, venho sentindo dores do lado esquerdo na parte inferior do abdome, sinto um certo inchaço nessa região, muito pouco, mass sinto. Estou preocupada , pois muitas pessoas já me disseram que eu poderia adquirir cancer no intestino por causa dos meus anigos habitos com laxantes. Pesquisei na internet e vi muita semelhança com os sintomas da diverticulite. Não sei se devo ficar mais calma ou não. Ainda não procurei um medico por medo do que ele possa me falar, sei que é errado pensar dessa forma, mas sinto muito medo, pois eu posso ter causado algo grave em mim por imprudencia qdo mais jovem. Tem alguma semelhança entre diverticulite e cancer? Agradeço desde já. Abraços, Renata

  209. 209 Dr. Fernando Valério
    14.07.2010 às 10:14

    Flavio, como a colonoscopia mostrou apenas a presença de inflamação colite e nenhum divertículo foi descrito, sugiro que a sua indicação de cirurgia seja reavaliada, ainda mais porque você é muito novo para se pensar em crises de diverticulite aguda.

  210. 210 Dr. Fernando Valério
    14.07.2010 às 10:21

    Renata, você é nova para se preocupar com um quadro de diverticulite e mais ainda para pensar em câncer de intestino. Desta forma, sugiro que você procure um Gastroenterologista para ser avaliada.

  211. 211 CLAYTON CARLOS
    17.07.2010 às 23:49

    EM 2007 TIVE A PRIMEIRA CRIZ E DE DIVERTICULITE REPETIU MAIS 5 VEZES FIZ ULTRASOM ABEDOMINAL E CONSTATOU A DIVERTICULIUTE, TRATATMENTO 7 DIAS NO HOSPITAL TOMANDO OS ANTIBIOTICO NA VEIA E 10 DIAS EM COMPRIMIDO,MELHOREI NÃO SINTO NADA,O DIVERTICULO NÃO ABSTRUI MAS O MEDICO DISSE QUE E BOM FAZER A CIRURGIA PORQEU EU ESTOU NOVO ,PORQUE A CRISE PODE ATACAR MAIS TARDE E AI FICA MAIS COMPLICADA, EU TE PERGUNTO PRECISO MESMO FAZER A CIRURGIA,OU DA PARA MIN CONTROLAR ESSA DOENÇA.

  212. 212 Dr. Fernando Valério
    20.07.2010 às 09:15

    Clayton, há uma recomendação para que paciente muito jovens ou aqueles que já apresentaram muitas crises de diverticulite aguda sejam tratados cirurgicamente, evitando-se e prevenindo-se o surgimento de novas crises.

  213. 213 JULIO JOSÉ PELINZON
    20.07.2010 às 18:01

    Boa tarde Dr. tenho tido ao longo de 10 anos várias crises de diverticulose, mas sempre crises sem dores e sem sangramento, percedo ao apalpar a barriga do lado esquerdo, assim que sinto a dor imediatamente começo a tomar o antinflamatório Nisulide disperivel, tomo por 04 dias e a dor some normalmente. Lendo no site observei que todos falam que durante a crise tomam antibioticos. Portanto quando eu tiver outra crise devo tomar o Nisulide mais um antibiotico por ex. cipro. Por favor é muito importante pra mim saber se o Nisulide é o caminho certo no inicio da crise? obs: se existe um medicamento mais seguro que esse por gentiliza informe pra mim.
    Ficarei muito grato, e fiquei feliz por ter achado seu site é muito gratificante ter uma pessoa como o sr. que de atenção a aqueles que o procuram. abraço julio – São José do Rio Preto-SP

  214. 214 Dr. Fernando Valério
    21.07.2010 às 09:16

    Julio José, o quadro de diverticulite aguda se caracteriza por uma inflamação e infecção do divertículo intestinal, e o uso de antibióticos é necessário. Como você apresenta melhora sem o uso deste tipo de medicação, provavelmente não chegue a apresentar tal infecção. Desta forma, recomendo que seja avaliado por um Cirurgião do Aparelho Digestivo ou Proctologista em sua próxima crise.

  215. 215 JULIO JOSÉ PELINZON
    21.07.2010 às 15:29

    concordo com sua opinião, pois sempre que tive crise foram todas sem gravidade, irei sim marcar uma consulta com um cirurgião. agradeço sua atenção desejando muita saúde para o sr e sua familia e que Deus ilumine seu caminho sempre.
    abraço julio.

  216. 216 durval josé bertoco
    23.07.2010 às 10:51

    bom dia Dr. Fernando, gostaria de saber se o antinflamatório CELEBRA, está indicado para inflação dos diverticulos? costumo tomar para inflamações articulares e é um espetáculo.ser for indicado também para dirverticulose na próxima crise poderei usa-lo.
    grato pela atenção.
    durval

  217. 217 Dr. Fernando Valério
    23.07.2010 às 11:25

    Durval, por razões éticas não posso prescreve ou indicar qualquer medicamento através deste espaço. Por isso, recomendo que você procure a ajuda de um Gastroenterologista ou Cirurgião do Aparelho Digestivo para estas orientações.

  218. 218 Fran
    27.07.2010 às 15:16

    Boa tarde Dr Fernando

    Dia 24 de madrugada tive uma dor muito forte no estômago, o que depois de umas 4 horas me deu uma diarréia forte. Depois de duas veses ter evacuado fezes líquida comecei a evacuar sangue.Passei muito mal até desmaiei, e logo depois me deu uma tremedeira de frio que me deixou com o corpo todo dolorido depois de tantas contrações. Fui no banheiro o dia todo (cerca de 8 veses)e semppre saiu muito sangue, cerca de um dedo no copo descartável. O sangue não saiu com feses, foi somente sangue. Ontem dia 26 não consegui ir mais ao banheiro, fui uma ves mas fiquei com medo de forçar e saiu uma bola do tamanho de uma bolinha de gude só de sangue aparentemente coagulado. Depois disso não consigo ir no banheiro evacuar.
    Fui no hospital da região em que moro e fizeram uma tomografia e exame de sangue que não acusaram nada. A médica disse que poderia ser emorróidas, porem que achava estranho pois não deveria estar sangrando tanto (ela fez exame de toque e saiu com a luva toda ensanguentada). Outra coisa me assusta, meu pai teve cancer de intestino com 57 anos (hoje esta com 62) e usa colostomia.
    Gostaria de uma opinião, pois estou tentando marcar um exame de colonoscopia para poder saber o que esta acontecendo.
    Agradeço a atenção.

  219. 219 Dr. Fernando Valério
    27.07.2010 às 15:22

    Fran, como você apresentou sangramento com coágulos e não acompanhado de evacuação de fezes, é provável que você esteja apresentando algum problema intestinal, e não anal, como as hemorróidas. Por isso, procure realizar a colonoscopia assim que possível, para que um tratamento adequado seja iniciado.

  220. 220 josé ribeiro
    05.08.2010 às 21:30

    Olá Dr.Fernando

    Quero parabenizá-lo pelo blog esclarecedor,sucinto e ético.Ajudou-me muito.Está no meus favoritos a partir de agora.

    josé farmacêutico.

  221. 221 Arlete Nogueira
    06.08.2010 às 15:52

    Boa tarde,Dr Fernando

    Meu filho, tem 31 anos e já sofre com crises de diverticulite

    A última a mais ou menos 30 dias

    Gostaria de saber se neste caso,ele estaria liberado para comer comida japonesa, com todos os seus temperos,saquês, etc

    Pergunto porque li alguns artigos que falam sobre as consequencias do excesso de shoyo, e a grande incidencia de cancer de estomago e intestino.

    Isso é real?

    E com relação à meu filho,ele me disse que o médico o liberou para qualquer tipo de alimentação.E tem ido com muita frequencia a restaurantes japoneses

    agradeço sua atenção

  222. 222 Dr. Fernando Valério
    06.08.2010 às 15:55

    Arlete Nogueira, a presença de divertículos no intestino não tem relação com o câncer de intestino ou de estômago. Quanto à dieta para quem apresenta divertículos, ela deve ser restrita a grãos mais sólidos e rica em fibras, além de boa hidratação. Quanto à comida japonesa, não vejo contra-indicação para este hábito alimentar.

  223. 223 Dr. Fernando Valério
    06.08.2010 às 16:10

    José Ribeiro, agradeço o seu interesse pelo blog e espero que ele também seja interessante para todos assim como foi para você. Um abraço.

  224. 224 marcos antonio de melo medeiros
    17.08.2010 às 23:08

    Dr. Fernando Valério, gostaria de parabenizá-lo pelo importante trabalho, no sentido de orientar pessoas portadoras de doenças ligadas ao intestino.

    Faço uma pergunta e aguardo sua resposta:

    Já tive sangramento por duas vezes, a primeira no ano de 2000 e a segunda no ano de 2002. Fiz uma colonoscopia, e o laudo foi de Doença Diverticular Pancolônica.De lá para cá não tive mais nenhum sangramento. Será que já tempo de procurar um Coloproctologista, para faze nova avaliação.
    Aguardo a sua resposta.
    Recife, 17 de agosto de 2010.

  225. 225 Dr. Fernando Valério
    17.08.2010 às 23:11

    Marcos Antonio, caso você tenha mais de 50 anos (ou 40 anos com história familiar de câncer de intestino), é importante que você tenha acompanhamento com colonoscopia como forma de prevenção de câncer de intestino grosso e reto. Em relação à doença diverticular, não há a necessidade de se repetir o exame endoscópico.

  226. 226 Eduarda
    18.08.2010 às 01:04

    Dr, parabéns pelo seu blog e pela sua dedicação.
    Será que o senhor poderia me tirar uma dúvida? Eu tomo glifage XR e noto que nas minhas fezes tem saido uma capsula parecida a do comprimido só que mais inchada. Pode acontecer isso mesmo? É normal? Se deve a que?
    Obrigada!

  227. 227 Dr. Fernando Valério
    18.08.2010 às 11:47

    Eduarda, você pode não estar absorvendo o comprimido de forma adequada, e por isso está eliminando o mesmo.

  228. 228 Andréa
    27.08.2010 às 11:00

    Prezado Dr. Fernando,

    Meu marido tem 31 anos e já teve duas crises de diverticulite, no período de 4 meses, o médico dele disse que caso ele tenha novas crises, uma terceira ou quarta, sujere a cirurgia eletiva, gostaria de saber se a cirurgia de diverticulite a pessoa precisa usar aquela bolsa, o caso dele parece mais simples que tantos outros que li aqui, ele só tem dores, não tem febre, nem nauseas, vomitos, diarreia, sangramento, nada… estamos com medo da cirurgia, apesar de sabermos que talvez seja a melhor saida para evitar uma cirurgia de emergência, o Sr. poderia me esclarecer melhor como é a cirurgia para o caso dele.
    Obrigada
    Andréa

  229. 229 Dr. Fernando Valério
    29.08.2010 às 18:18

    Andréa, apesar de possível, não é comum pessoas tão jovens apresentarem crises de diverticulite aguda. Quanto à cirurgia, se necessária, nem sempre é preciso que o paciente fique com uma colostomia temporária. Esta necessidade pode variar em decorrência do processo inflamatório e infeccioso no intestino acometido no momento da cirurgia.

  230. 230 Andréa
    31.08.2010 às 12:22

    Prezado Dr. Fernando,

    Mas existe alguma coisa a ser feita para evitar uma cirurgia???
    Pois o médico dele disse que numa nova crise (terceira), seria o caso de se pensar em uma cirurgia eletiva.
    E em caso de cirurgia, existe a possibilidade de ser feita através de vídeo?
    Obrigada
    Abraço
    Andréa

  231. 231 Dr. Fernando Valério
    31.08.2010 às 22:15

    Andréa, casos de crise de diverticulite em repetição, a cirurgia realmente pode ter indicação eletiva. Quanto à técnica, caso o cirurgião tenha treinamento para isto, ela pode ser realizada por técnica vídeolaparoscópica.

  232. 232 Andréa
    01.09.2010 às 14:46

    Prezado Dr. Fernando,

    Muito obrigada pelas informações.
    Abraço
    Andréa

  233. 233 Rafa
    02.09.2010 às 10:42

    Bom dia Dr.
    Minha mãe teve em menos de 2 meses duas crises de diverticulose e os médicos informaram que é apenas sintomático que não havia inflamação nem feruração. Sempre tivemos uma dieta bem balanceda rica em legumes e verduras, mas mesmo assim ela tem crises, procurei em alguns sites, mas cada um fala uma coisa. Gostaria de saber quais alimentos se deve evitar e o que ela pode comer sem se preocupar.

    Abraço
    Rafa

  234. 234 Dr. Fernando Valério
    02.09.2010 às 15:34

    Rafa, em casos de doença diverticular ou diverticulose é necessário que se evitem os grãos mais duros e sementes. Também é interessante manter uma dieta com fibras e boa hidratação, fazendo com que as fezes fiquem mais pastosas.

  235. 235 Rafa
    06.09.2010 às 13:09

    Bom dia Dr.

    Parabéns pelo seu blog, ajudou a tirar várias dúvidas que tínhamos. Obrigada

    Abraço

  236. 236 Dr. Fernando Valério
    06.09.2010 às 18:25

    Rafa, fico sinceramente satisfeito em saber que o blog lhe foi útil de alguma forma. Um abraço.

  237. 237 Cristiano
    08.09.2010 às 04:40

    Dr. Pelo que vi nos comentarios o Sr. esta sempre disposto a ajudar e retirar as dúvidas que muitos de nós nem com nossos próprios médicos conseguimos, parabéns mesmo o senhor deve ser abençoado viu…

    Bom, minha dúvida é a seguinte Dr. Fernando:

    1- Tive 2 ou 3 sangramentos a 2 meses mais ou menos sem nenhum outro sintoma (trabalho de madrugada a 8 meses e minha rotina alimentar mudou totalmente)

    2- Domindo dia 5/9 tive uma crise muito forte de dor do lado esquerdo e urina com um pouco de sangue ( no exame deu alteração nos leucocitos e hemacias)

    3- A médica disse que era colica renal (receitou ciproflox,buscopam) e me encaminhou para um urologista achando que é pedra no rim, mais não sinto dor ao urinar e minha urina normalizou, hj dia 7 evacuei 2x e saiu muito sangue mesmo, estou com medo doutor me de um conselho por favor

    Minha consulta com o urologista esta marcada para o dia 9/9 mais estou desconfiado de diverticulite aguda deve passar com ele primeiro ou ir direto a um procto ?

    Obrigado Dr. e fique com Deus

  238. 238 George
    22.09.2010 às 12:57

    Apos 02 meses de uma crise severa de diverticulite( tratada clinicamente) , a tomografia de controle com contraste oral, retal e venoso mostra hipertrofia de sigmoide em seu 1/3 distal com uma pequena area de estreitamento 0,8 cm ( sugestiva de espasmo) , sem linfoadenopatias , superficie de mucosa preservada ,inumeros diverticulos que se distribuem em toda a extensao do sigmoide e inclusive colos, não se encontrou linfoadenopatias e Radiologicamente houve melhora consideravel , antes a extensao da lesao era de 10 cm e agora 4,3 cm. todas as visceras abdominais sem sinais de alteraçoes . Por esse motivo o medico contra indicou colonoscopia e retossigmodoscopia , e indicou cirurgia , alegando que os processos inflamatorios secundarios a diverticulite obrigatoriamente somem após 30 dias . Mesmo após 02 meses ainda não recuperei o peso estou 2,5 kg a menos , mesmo comendo de forma satisfatoria.Como posso proceder diante desse fato .

  239. 239 Dr. Fernando Valério
    23.09.2010 às 10:08

    George, uma parte dos pacientes não se recuperam bem das crises de diverticulite, persistindo com os sintomas. Isto é muito comum quando se trata de crises frequentes. De qualquer maneira, é sempre interessante se realizar uma colonoscopia de controle antes de se submeter a cirurgia.

  240. 240 Marli Silva
    23.09.2010 às 17:26

    Olá boa tarde!!!Tenho problema de diverticulite há uns quinze dias fiz uma curetagem, gostaria de saber a alimentação correta durante o meu tratamento, pois o meu médico disse que não posso comer nada que venha do derivado do leite e nem carne vermelha está correto?Aguardo um retorno.Ficarei grata pela resposta.

    Atenciosamente. Marli

  241. 241 Dr. Fernando Valério
    24.09.2010 às 11:33

    Marli Siva, toda a orientação após procedimentos realizados recentemente deve ser dada pelo médico responsável pelo caso. Espero que você entenda esta postura, já que ela é baseada em preceitos médicos.

  242. 242 Angélica Neves de Lima
    26.09.2010 às 13:01

    Oi Dr Fernando. A minha mãe esteve no hospital com fortes dores no lado direito, pois tem dores nos rins de forma recorrente. O médico solicitou uma tomografia do abdome total, e o resultado foi, além de um cálculo coraliforme associado a dilatação caliciana no rim direito, DIVERTÍCULOS COLÔNICOS ESPARSOS. Fiquei preocupada pois associei imediatamente à diverticulite. Gostaria, então, se saber se esse resultado é grave, e qual o tratamento para o mesmo. Grata pela atenção e parabéns por este serviço prestado.

  243. 243 Dr. Fernando Valério
    27.09.2010 às 12:23

    Angélica Neves de Lima, saiba que a presença de divertículos intestinais é algo comum na nossa Sociedade, ocorrendo com alta prevalência em pessoas maiores que 60 anos. Ter os divertículos mostra que a sua Mãe apresenta a diverticulose intestinal, o que é diferente de se apresentar uma inflamação e infecção no divertículo, que receberia o nome de diverticulite aguda.

  244. 244 Solange
    03.10.2010 às 15:12

    Ola boa tarde! Dr. estou aqui pois tenho uma duvida para meu caso.Venho ha alguns meses evacuando com sangue, não e frequente, mas tipo 1 vez ao mes, as vezes mais espaço eu tenho sangramentos, as vezes pouco, as vezes mais acentuados.Fui ao medico e ele me pediu para fazer colonoscopia e o resultado foi molestica diverticular, so que ele nao me prescreveu medicação alguma e nem dieta.Apenas disse para repetir exame cada 6 meses.Mas meu esposo fica muito preocupado com isso, pois enfim estou de certa forma sempre perdendo sangue. Gostaria de saber se é assim mesmo, se nao preciso de tratamento.Desde ja agradeço.Um forte abraço.

  245. 245 Dr. Fernando Valério
    04.10.2010 às 09:30

    Solange, provavelmente o seu sangramento é de origem anal, já que não acredito que os divertículos possam estar causando o tipo de sangramento descrito por você. Desta forma, sugiro que você procure um Proctologista para avaliá-la.

  246. 246 cida
    05.10.2010 às 20:48

    Então Doutor,é oseguinte,depois de aparecer uma bolo do lado esquedo do meu abdomen,sem dor,e abdsom distendido depois de comer qualquer coisa que seja,decidi por mim mesma fazer endoscopi que deu uma pequena gastrite e uma colonoscopia que não se chegou aos finalmente, o laudo foi po seguinte:VIDEOCOLONOSCOPIA ATE A TRANSIÇÃO RETOSIGMÓIDE COM EVIDENCIA DE DOENÇA DIVERTICULAR DE SIGMOIDE. OBS;SUGERIMOS UMA ENEMA OPACO,to morrendo de medo,o senhor poderia fazer a gentileza de me passar maiores esclarecimentos.Grata.

  247. 247 Dr. Fernando Valério
    05.10.2010 às 23:40

    Cida, por alguma razão o médico que realizou a colonoscopia não conseguiu passar com o aparelho pela região do cólon sigmóide. Desta forma, a conduta é realmente realizar um exame contrastado do abdome, que se denomina enema opaco.

  248. 248 Viviane
    15.10.2010 às 12:19

    O que é doença diverticular pancolônica ?

  249. 249 Dr. Fernando Valério
    17.10.2010 às 00:20

    Viviane, o termo significa que a há presença de divertículos em todo o intestino grosso.

  250. 250 GEORGE
    19.10.2010 às 16:41

    tenho defecado bem , uso planta bem , nao sinto absolutamente nada, aumentei de peso , mas a ressonancia magnetica continua acusando espessamento de sigmoide tipico de processo diverticular ( com estreitamento ) estou com varios coloproctos , somente um insiste em operar sem colonoscopia. Perguntei se ele iria operar uma estenose neoplasica ou por diverticulite , me respondeu que ao observar no ato cirurgico neoplasia ele faria a ressecçao como neoplasia , caso contrario não., os outros dizem que e necessario fazer tal exame pois esse estreitamento pode ser virtual e desfazer a necessidade de cirurgia

  251. 251 Dr. Fernando Valério
    20.10.2010 às 10:33

    George, se há um estreitamento a mucosa intestinal deve ser avaliada por colonoscopia. Sendo apenas um quadro inflamatório, a cirurgia não seria a primeira opção de tratamento caso você esteja assintomático.

  252. 252 Vera
    20.10.2010 às 11:04

    Tive 2 quadros de diverticulite aguda, comprovado atraves de tomo e ultrassom. Tenho otimos medicos de otimo hospital, mas sempre fico na duvida se posso tomar Advil nas crises ou fora das crises por uma outra dor qualquer. E se realmente pode piorar o quadro de diverticulite ou desencadear o mesmo tomando tal medicacao. Pois, para mim e um excelente remedio, E agora estou com medo de tomar.
    Agradeco

  253. 253 Dr. Fernando Valério
    21.10.2010 às 06:51

    Vera, agradeço o seu comentário, mas por razões éticas não posso fazer qualquer posicionamento sobre medicamentos em específico neste espaço. Espero que você entenda. Discuta este ponto com o seu médico em uma consulta formal.

  254. 254 alfredo
    22.10.2010 às 11:24

    dr parabens pelo site , por gentileza, há anos fiz exames de colonoscopia tive alguns polipos retirados graças a deus sem consequencias no resultado, acontece que há tempo tenho algumas pontadas logo no inicio do anus logo tem tres semanas fiz uma prostactomia correu tudo bem o problema estava localizado segundo o cirurgião estou bem provavelmente curado evidentemente continuarei fazendo os exames de rotina que ele determinou(psa), ocorre que as pontadas no anus(lado direito continuam) que devo ffazer, seria isso polipos, diverticulos ou inflamação agradeço muito sua atenção(tenho 67 anos)

  255. 255 Magnus
    23.10.2010 às 03:16

    Primeiramente DR., gostaria de parabeniza-lo por dispor de uma parte de seu tempo para um blog tão instrutivo como o seu! O meu problema é que ultimamente ando muito assustado, á mais ou menos um mês e meio tive dois sangramentos após defecar, no intervalo de umas duas semanas entre um e outro, era muito leve apenas sujou o papel higiênico…após um bom tempo disso comecei a me sentir meio fraco, desanimado e sem apetite, quase nem comi nada por 3 dias, minhas fezes tambem começaram a sairem finas bem diferentes do normal, tive até diarréia leve…acabei por ir no médico…ele me consultou, fiz exames de sangue , hemograma e estava normal, sem sinal algum de anemia nem nada grave, ele disse que esses dois sangramentos isolados foram de alguma hemorroida interna e que minhas fezes estavam finas pois eu não andava comendo direito que era para eu não me preocupar, ainda assim estava muito preocupado e voltei nele com medo de estar com um cancer…ele me pediu um exame de sangue para medir o CEA , que deu apenas 0,50…ele disse que só isso ja serviria para me excluir a chance de cancêr…ainda ressabiado fiz um enema opaco, que deu tudo absolutamente normal…, ele então me disse que não havia chances de na minha idade ( 22 anos ) e com todos esses exames dando normal eu estar com algum cancêr…pensei que o sangramento então poderia ser desses diverticulos…mas vi escrito que doem…coisa que não sinto…DR., acha que devo mesmo excluir as chances de um cancêr colorretal após esses exames terem dado normais? Eu ando muito preocupado e emagreci bem recentemente…por favor de sua opinião…agradeço!

  256. 256 Dr. Fernando Valério
    23.10.2010 às 07:20

    Alfredo, como os sintomas são muito próximos ao ânus, há uma maior possibilidade das alterações serem mais relacionadas a este local. Só que o ânus não é sítio de divertículos, e os pólipos são indolores. Por isso, o recomendado é que você procure um Proctologista para ajudá-lo.

  257. 257 Dr. Fernando Valério
    23.10.2010 às 07:30

    Magnus, você é realmente jovem para se pensar em câncer como a primeira possibilidade diagnóstica. Como os seus exames estão normais, há realmente boas possibilidades do seu quadro ser decorrente apenas de hemorróidas.

  258. 258 Luana
    24.10.2010 às 18:16

    Ai q bonito o q o senhô disse no saite. sobvre a as informaçoes. aDOGEI

  259. 259 GEORGE
    26.10.2010 às 16:30

    A tomografia computadorizada acusa divertículos em todo os colons ascendente , transv , descendente, sigmoide e espessamento do sigmoide ( algumas áreas de redução de 13mm ) Continuo complentamente assintomático .É necessário fazer além da colonoscopia, o enema opaco para definição do tratamento conservador ou cirúrgico, pois , segundo as informações , após os estudos seja necessário fazer colectomia total ou sigmoidectomia ? Vou morrer precocemente por motivo dessa doença ., posso chamar minha diverticulite ( já tratada ) de complicada ? Li a respeito dessa cirurgia eletiva de retirada de sigmoide e estou preocupado pois a taxa de complicação é muito elevada , tanto no pós op imediato , quanto no tardio , como : descência de sutura , estenose e taxa de morbi , mortalidade alta .Assim sendo, o médico tb, informou que há grandes chances de uma nova diverticulite cursar com graves complicações , caso este segmento não seja retirado .Há 03 meses , estou usando mesalazina 800mg dia , e planta bem …será que estou sem sintomas por conta dos remédios?
    Acredito que no fato de a cirurgia ser realizada sem colonoscopia a intervenção médica deva ser voltada para cirurgia oncológica e nao diverticulite , pois em se tratando de câncer não posso esperar 06 meses depois da cirurgia para realizar uma biopsia e saber realmente o q é isso … tambem li que do lado esquerdo é doença hipertônica e do lado direito e hipotônica , mas eu tenho divertículos em todo o intestino grosso , seu eu retirar o sigmoide os demais divertículos tb nâo têm a mesma gravidade ? O Sr. faz tal cirurgia por video laparoscopia?

  260. 260 Andréa
    26.10.2010 às 17:00

    Prezado Dr. Fernando, Boa Tarde!

    Estive em contato com o Sr. através desse blog anteriormente, meu marido tem 31 anos e já esteve internado por duas vezes com fortes dores abdominais, só, mais nenhum outro sintoma, nos exames de pronto socorro foi diagnosticado “diverticulite”, foi cogitado até a idéia de se fazer uma cirurgia eletiva depois da segunda internação, passado o tratamento, ele realizou a colonoscopia c/ biopsia, na biospsia não deu nada, na colonoscopia o diagnóstico foi de Colite, o seu médico ao analisar o exame disse não encontrar divertículos e confirmou a colite. Desde a primeira internação (abril/10), ele sempre tem desconfortos abdominais, as vezes constipações, as vezes excessos, agora ele está fazendo um tratamento por 30 dias com Sufassalazina e Meticorten (esse remédio é bem forte, quais os efeitos colaterais?)para depois realizar uma nova colonoscopia. Pedimos sua ajuda no sentido de nos dizer como devemos proceder diante desse novo diagnóstico, o que nos assusta é que ele está perdendo bastante peso, pela primeira vez teve diarréia por uns 5 dias, isso tudo é normal? O que devemos fazer? Te agradecemos muito. Andréa

  261. 261 Dr. Fernando Valério
    26.10.2010 às 22:52

    George, primeiramente você deverá definir com certeza o seu diagnóstico, o que torna a colonoscopia interessante. Sendo um caso de divertículos, o enema opaco poderia mostrar se há um quadro de estreitamento intestinal devido a processo inflamatório. Caso isto não tenha ocorrido, o importante será manter uma dieta adequada. Em caso de tumor, obviamente uma cirurgia se faz necessária.

  262. 262 Dr. Fernando Valério
    26.10.2010 às 22:54

    Andréa, a colite deve ser tratada preferencialmente com medicamentos, como os antiinflamatórios hormonais (corticóides) e não-hormonais. Em relação à diarréia e perda de peso, estes são sintomas comuns da colite.

  263. 263 Andréa
    27.10.2010 às 10:01

    Olá Dr. Fernando, obrigada pela resposta, só mais uma dúvida, é normal ficar sentindo dores??? Ele já está no quarto dia de tratamento com os remédios…
    Obrigada.
    Andréa

  264. 264 Dr. Fernando Valério
    27.10.2010 às 22:41

    Andréa, a colite tem como um dos seus sintomas a presença de dor abdominal.

  265. 265 Andréa
    28.10.2010 às 09:40

    Muito Obrigada Dr. Fernando, pelos exclarecimentos.

  266. 266 Margarida
    02.11.2010 às 10:59

    Caro e admirado doutor!
    Tres meses atras, meu filho de 37 anos foi submetido auma cirurgia de diverticulite,onde houe vazamanto d gas( foi o que o médico disse .Porém nao hou vazamento de pus e nem de fezes. Ele ficou doze dias internado com exelente prognóstici de alta ..aí resolveram pfazer outra tomografia…e diseram que tinha abcesso no sigmóide e que a cirurgia era a melhor opcao.Disseram que ele ficaria com a colostomia de 4 a 6 meses!Foi feita a biópsia do material e GRACAS A DEUS!nao ha nada de maligno!A medica dele pediu exames pre operatorios entre eles a video colonoscopia.As minhas perguntas (angustiadas) são: o exame de videocolonoscopia é perigoso?…pode acusar algua doena maai grave?…Meu filhyo corrre o risco nde usar acoostomia pra sempre? Por favor! Doutor me ajude. PS. Meu esta se sentindo muito bme, nunca sentiu dores nem febre.

  267. 267 Dr. Fernando Valério
    02.11.2010 às 22:24

    Margarida, a colonoscopia é um exame invasivo, mas que quando realizado por pessoas habilitadas e experientes, apresenta os riscos muito minimizados. Além disso, é importante ter a certeza de que a área operada se mostra cicatrizada para que o exame transcorra com mais segurança. Com toda a certeza a médica do seu filho pensou nisto antes de solicitar o exame.

  268. 268 priscila
    04.11.2010 às 16:57

    eu estou me sentindo febril, vomitando e com uma dor na parte inferior direita do meu abdomem. Meu Hemograma indica uma leucocitose… qual o diagnóstico?

  269. 269 Dr. Fernando Valério
    04.11.2010 às 22:41

    Priscila, não tenho como afirmar qual o seu diagnóstico, mas recomendo o acompanhamento médico com urgência.

  270. 270 George
    06.11.2010 às 10:15

    Após tres meses do processo de diverticulite , com estreitamento persistente do sigmoide ( varia entre 0,5 a 20,o cm )o médico marcou a colonoscopia , entretanto o outro médico acha arriscado fazer tal procedimento ( sob risco de abdome agudo , durante o preparo ) e indicou primeiramente uma retosigmoidoscopia fléxivel.Continuo assintomático.Qual dos dois exames o sr faria primeiro em seu paciente com esse espessamento de sigmoide persistente e com diminuição da luz intestinal tão severa , estando ele sem sintomas de obstrução ?Obrigado .

  271. 271 Dr. Fernando Valério
    06.11.2010 às 23:23

    George, a colonoscopia é um exame mais completo, e caso o médico consiga passar pela área estreitada do cólon sigmóide, acredito que exame deva ser completado.

  272. 272 George
    07.11.2010 às 12:39

    Sei que é incomum que após três meses do primeiro episódio de uma diverticulite severa( homem , 49 anos ) , em regiao do sigmoide , manter espessamento ( TC ) , com estreitamento da luz do colon . Assim sendo , deve existir uma estatítisca em percentuais para avaliar qual seria maior a probalidade da patologia suspeita , agora , em questão? Neoplasia ou diverticulite complicada.

  273. 273 Dr. Fernando Valério
    07.11.2010 às 22:59

    George, desconheço esta estatística. De qualquer forma, você deve se submeter a exames se necessário para ter uma impressão diagnóstica mais firme e correta.

  274. 274 George
    13.11.2010 às 21:23

    Caro Dr. Fernando , realizei a colonoscopia , entretanto o médico somente consegui introduzir 20 cm do colonoscopio , até onde atingiu , nada encontrou , a mucosa do colon sigmóide estava íntegra , lisa , de aspecto saudavél ( ligeiramente inflamada em pequena porção ) tanto que ele julgou desnecessário biopsiar , logo em seguida ao sair da medicação soniféra relazie uma colonoscopia virtual , mostrou : inicialmente ainda com o gás da colono comum :quase todo o espessamento da muscular sumiu , entretanto um pequeno e diminuto local no terço medio do colon sigmóide apresenta redução da luz ( 0,7 cm ) . Mantém o espessamento das paredes do sigmoide em torno de 10 cm de extenção( idêntico , a primeira TC ), após a insuflação de gás próprio da colono virtual o sigmóide abriu-se quase totalmente , porém este ponto de redução permaneceu , o aspecto morfológico deste ponto é semelhante a duas lâminas que se encontram ,vindos da parede laterais do colon. segundo o radiologista não seria típico de Ca . Sugeriu-se a realização de contraste iodado retal para melhor visualização , porém nao foi feito ( deveria ter sido ? )., retorno semana que vem no consultório do médico . Continuo assintomático do ponto de vista intestinal , mas continuo magro : 2,5 kg a menos ( mesmo me alimentando adequadamente ) , e , agora , minha médica nutróloga dosou albumina que está baixa 3,3 ( N 3,5 )e magnésio que esta baixo : 1,4 ( N 1,9 ) , estou fazendo glutamina , nutren 1,5 , magnen b6, centrum , complexos vitaminicos , omega 3 , e a mesma acha que estes valores são pela perda de peso em consequência ao processo inflamatório ( mas , foi à quatro meses , atrás , não é estranho ?), sou cirúrgico? pode ser uma cirurgia programada para janeiro , já que estou assintomático ? devo operar como neoplasia ou como processo benigmo ?

  275. 275 Dr. Fernando Valério
    14.11.2010 às 08:24

    George, antes de saber se você precisará ou não de um procedimento cirúrgico, é interessante entender o que vem ocorrendo com você, se um problema inflamatório, tumoral ou qualquer outra causa de estreitamento intestinal. Considero também importante que você realize um exame contrastado do intestino. Após este resultado, aí sim será avaliada a melhor maneira de tratá-lo.

  276. 276 George
    15.11.2010 às 12:33

    Caro Dr. Fernando , o médico contra indicou qualquer substância com bário , sendo assim, acredito que o enema esteja fora de questão, entretando suponho que como já delimitamos ,através de outros exames ,que minha doença está no sigmóide , sería possível injetar via retal solução iodada( contraste ), após lavagem com fleet enema , insuflar gás e tomografar ? para verificar a morfologia da lesão? uma radiologista excelente com doutorado na Inglaterra realizou uma tomo simples com contraste em mim ,há cerca de 02 mese e a imagem obtida é muito típica de diverticulite :um rio central com vazantes nas laterais, como uma arcada óssea de peixe, e vários divertículos( pesquisei imagem de um hospital do RJ ), com as vitaminas e nutrientes prescritos da nutriconista ganhei 1kg em 2 dias …mas acho demasiado estranho ter que engordar as custas de substâncias enterais , tendo em vista que minha alimentação e excelente .Mais estranho é que em em 3 tomos que realizei todas identificaram diverticulose colônica difusa , e agora somente diverticulos no sigmóide e dolon descendente …em quem acreditar …PS o meu coloprocto quer operar logo .De qualquer maneira , independente da morfologia da lesão não terei que operar mesmo ? tenho uma estenose fixa e passado de uma grave diverticulite ..acho que lá para cima ( além da estenose ) esteja tudo muito inflamado , ainda . estou com medo de fazer uma nova crise .

  277. 277 Dr. Fernando Valério
    15.11.2010 às 23:43

    George, não tenho a pretensão e nem devo comentar sobre a indicação de cirurgias neste espaço. Mas posso lhe dizer que um enema opaco com contraste iodado hidrossolúvel poderia ser interessante para uma avaliação do seu quadro intestinal.

  278. 278 GEORGE
    17.11.2010 às 16:00

    Com a máxima cautela , para não arranhar o brilho de meus médicos , acredito que durante a colonoscopia , uma vez não ultrapassado a lesão , o colonoscópio poderia ter sido substituído por um mais fino ( infantil ) , e que durante a colonoscopia virtual poderia ter sido introduzido contraste iodado retal , assim sendo, poderia-se ter feito o real diagnóstico e me poupado de uma cirurgia de barriga aberta para uma laparoscópica .Por outro lado, como tenho diverticulose colônica , tálvez seja necessário saber qual é o tipo de cirurgia a ser realizada se somente é necessário a retirada do sigmoide , ou do colon descendente ou de todo o colon . Posso desfazer , tal situação , ou como não foi possível a biópsia , de qualquer maneira , a cirurgia deverá ser mesmo laparotomia …que chato, uma situação desta .

  279. 279 Dr. Fernando Valério
    17.11.2010 às 22:26

    George, é muito difícil opinar sobre as indicações cirúrgicas do seu caso, e mais ainda sobre a via de acesso abdominal, se laparotomia ou laparoscopia. Como lhe disse, o mais importante é saber o seu real diagnóstico.

  280. 280 kivany
    30.11.2010 às 19:52

    DR FERNANDO,gostaria de parabenizá~lo e “pedir” ao “DEUS MAIOR”, q te cubra de toda saúde.Dia 26/11/2010 fiquei sabendo q estou c diverticulite aguda.Depois de tanto sofrer no físico e na alma(ainda estou em uso de medicação e repouso),fiquei mais alivida ao saber q esta não é uma doença tão terrível qto pensei.Não q esteja feliz com as demais pessoas q possuem esta doença,mas estou vendo q não sou a única e o “mais importante” q tem tratamento.Estou ainda fazendo exames e devo voltar a procurá-lo depois,pois no momento não posso fazer a colonoscopia.SENTÍ MUITA FIRMEZA EM VOCÊ!E O “MEU DEUS FORTE” ME LIVRARÁ DO PIOR,POIS “ELE” NUNCA ME ABANDONOU.Q “ELE” FAÇA MORADA NA SUA VDIA E DE TODA SUA FAMÍLIA! Abraços!

  281. 281 Andréa
    14.12.2010 às 13:42

    Prezado Dr. Fernando, Boa Tarde!

    Mais uma vez estou aqui, meu marido, 32 anos, está desde abril com complicações intestinais, sintomas somente de dores fortes, no começo foi diagnosticado diverticulite, através de exames de tomografia, porém ao realizar a colonoscopia diagnosticou-se colite, fez o tratamento e na segunda colonoscopia o diagnostico foi de “doença diverticular sem complicações” e colite, se puder me ajudar respondendo a seguinte questão?
    O que seria “doença diverticular”, significa que ele tem diverticulos, que está sujeito a cirurgia mesmo que futura, por favor Dr. Fernando esclareça minha dúvida.
    Desde já de agradeço pela atenção
    Andréa

  282. 282 GEORGE
    14.12.2010 às 15:06

    Dia 16 deste mês , estarei fazendo uma retossigmoidectomia por videolaparoscopia.O médico cirurgião falou que me libera no quarto dia e que poderei voltar a trabalhar no décimo quinto dia .
    Essa cirurgia é perigosa , quando feita de maneira eletiva ? é provável que a maior taxa de complicação esteja nos primeiros 05 dias ?

  283. 283 Leonardo
    14.12.2010 às 23:53

    Ola Doutor. Parabens por esse site/blog.
    Tenho 21 anos. Sou estudante de medicina e ultimamente as coisas andam bem complicadas!!!
    A cerca de 6 meses iniciei com uma crise diarreica, colicas, colicas e muitas colicas e uma repentina gastrite. Fui ao Gastro que iniciou omeprazol durante 21 dias e tratamento antiparasitario (albendazol e secnidazol).. fiz os 2 ciclos. As colicas pararam. As fezes continuaram com um aspecto bem fino e mole, mas sem dor. Novamente a uma ida ao Gastro foi receitado Digedrat, dimeticona e exame de sangue para um prazo de 1 mes! Foi feito auscuta do intestino, apalpação. O intestino estava calmo, sem dor e ligeiramente hipertimpanico. As fezes voltaram a uma consistencia ideal(porem ainda um pouco amolecida). O exame de sangue deu tudo dentro da normalidade. Porem, uma dor no lado esquerdo abdominal logo abaixo das costelas apareceu, como se fosse uma pressao que aliviava com a defecação. Meses depois apos uma ida a churrascaria para comemorar o dia do medico, tive 2 crises diarreicas de puramente agua e sem dor. O gastro suspeitou de vesicula, o qual me mandou fazer um ultrassom de abdomem total que revelou NENHUMA alteração, somente um pouco de gás nas alças. Vim apresentando parcial normalidade em fezes e sem dores, quando perto das provas finais, comecei a ter nova crise. Hoje praticamente todo dia sinto aquela pressao logo abaixo da costela, poucas idas ao banheiro, quando vou parece muito fino e em pouca quantidade. Estou a base de Buscopan e Dimeticona (que pra mim parece agua). Seria mesmo isso Sindrome do Intestino Irritavel? Tenho receio de doença inflamatoria ou algo do tipo. Não tenho historico familiar de displasias ou doença inflamatoria mesmo. Gostaria de sua luz, doutor. Pois o senhor sabe o quanto é dificil viver com dores. Somente a consistencia e essa pressão me incomoda. Não perco peso, nao tenho febre, não tenho falta de apetite e as apalpaçoes e auscutas continuam normais.. E agora? Obrigado desde então.. Leonardo

  284. 284 Dr. Fernando Valério
    15.12.2010 às 08:11

    Andréa, doença diverticular significa dizer que o intestino apresenta alterações na sua estrutura (parede), com a formação de saculações. Quando há a inflamação destas saculações, dizemos que o paciente está com diverticulite. A indicação de cirurgia ocorrerá apenas se ele tiver complicações relacionadas aos divertículos.

  285. 285 Dr. Fernando Valério
    15.12.2010 às 08:16

    George, saiba que qualquer cirurgia realizada de maneira eletiva e com preparo e estudo adequados apresenta índices de complicações muito menores do que os procedimentos realizados em regime de urgência. Quanto aos riscos, eles realmente são maiores durante a primeira semana.

  286. 286 Dr. Fernando Valério
    15.12.2010 às 08:30

    Leonardo (futuro Dr. Leonardo), o seu quadro é muito compatível com a Síndrome do Intestino Irritável, visto que é jovem e que os sintomas são compatíveis. Quanto a possibilidade de doença inflamatória intestinal, não observei em seu relato alguma alteração compatível com este problema. Sendo assim, você deverá ser tratado com medicamentos, dieta e praticar exercícios físicos. Além disso, um sono recompensador também é necessário.

  287. 287 André
    20.12.2010 às 21:13

    Dr fernando quando como alguma coisa que tem muita gordura sinto depois muita dor abdominal, as fezes depois saem espedaçadas, amolecidas e acidas, fiz uma endoscopia e deu o helicobacter pylori, será que esses sintomas tem a ver com essa bacteria? pois estou preocupado que seja outra cois.

  288. 288 Dr. Fernando Valério
    21.12.2010 às 09:02

    André, as alterações intestinais são mais relacionadas ao tipo de dieta gordurosa do que a presença da bactéria Helicobacter pylori. Atenção à sua dieta nestas festas de final de ano.

  289. 289 George
    21.12.2010 às 20:13

    Caro Dr Fernando , realizei a retosigmoidectomia por videolaparoscopia , durou 05 hs . O cirurgião informou que o aspecto cirúrgico éra benigno ( enfatizou que desde o inicio todos os exames , apontavam para doença benigna ). havia um pequeno furo no 1/3 superior do sigmoide que foi impedido de romper para dentro da cavidade abdominal pelo tecido adjacente e havia tecido de cicatrização em volta , no 1/3 médio havia a estenose ( mas que não se palpava qualquer tipo de tumoração tanto na área estenosada , quanto na área da pequena perfuração: a pesar que ele não abriu o sigmoide ), na discrição cirúrgica li que ele retirou 25 cm de colon sigmoide desde o 1/3 proxima até o reto superior onde ocorreu anastomose com fios de titânio e posteriormente chuleado com fios cirúrgicos comuns., secção de ramos da mesentérica inferior ( não deveria ter sido feito a secção lá em cima , para destruir toda a cadeia ganglionar que estaria ligada ao colon sigmoide ? )Meu pós operatorio está sendo excelente : defeco normalmente , libero gazes e meu abdome não distendeu , tão pouco enjôos.,afebril , leucograma normal, estou no quinto dia( hoje 21/12/210).No pós operatorio imediato forão colhidos exames que evidenciaram albumina 3,3 e globulina 1,2 , entretanto a médica nutrologa enfatizou que se devia a cirurgia , estou fazendo correções com glutamina. Aguardo resultado do anato patológico ( que frio na espinha ) , devo continuar com mêdo ?

  290. 290 George
    21.12.2010 às 20:23

    PS : inicialmente foi proposto por um dos médicos que fosse feita uma biopsia de congelação, entretanto , após várias ideias , chegou-se a conclusão que não se deveria realiza-la , o sr acha que perdemos o momento e que foi um ato que deveria ter sido feito ? lembrando que na colonoscopia , não se consegui ultrapassar o colonoscopio devido a estenose e até onde ele atingiu ( 1/3 distal do sigmoide )a mucosa estava normal, e que a TC DE ABDOME com contrastes venoso , arterial e retal não localizou linfonodos e o aspecto da lesão éra de hipertrofia de parede do colon afetado.

  291. 291 Dr. Fernando Valério
    22.12.2010 às 00:13

    George, entendo a sua angústia em relação ao procedimento realizado. No entanto, não tenho como afirmar através deste espaço qual seria a melhor maneira de abordar o seu caso. Além disso, por razões éticas, concordando ou não com o procedimento realizado, não faria comentários aqui. Desejo a você sucesso em seu tratamento e que a biópsia não lhe traga surpresas.

  292. 292 André
    24.12.2010 às 15:29

    Dr fernando, o helicobacter pylori absorve as proteinas e a vitamina b12

  293. 293 Dr. Fernando Valério
    24.12.2010 às 17:44

    André, o Helicobacter pylori causa gastrite, úlcera, atrofia do estômago. Não acredito ela absorva as proteínas e vitaminas.


  294. oi dr FERNANDO VALERIO o meu esposo fez uma ultrasom total do abdomem ,saiu no resultado hipermeteorismo intestinal gostaria de saber se isso pode se tornar uma doença mais seria ,e que tipo seria?

  295. 295 Dr. Fernando Valério
    04.01.2011 às 09:08

    Suelene Evangelista, meteorismo intestinal significa apenas dizer que ele apresentava muitas fezes no intestino. Isto não caracteriza doença e sim uma descrição do exame.

  296. 296 josy
    04.01.2011 às 09:31

    dr. Fernando.
    Minha tia tem 82 anos e a um ano sofre de reto colite ulcerativa está com 26 kilos e a um mês os pés , pernas e joelhos estão começando a inchar. Está em tratamento. Sente muitas dores. É assim mesmo? O que fazer? Obrigada.

  297. 297 claudio ehl
    04.01.2011 às 10:26

    Dr.

    Já fiz 03 cirurgias, sendo 01 de emrgência por causa de uma diverticulite, 01 de religação do transito e 01 de hernia incisional.

    Em junho de 2010 tive uma obstrução intestinal mas não fiz cirurgia, posteriormente fiz uma colonoscopia, transito intestinal e enema de bário, onde a única coisa que deu fora raros diverticulos e espassados.

    O médico disse que aos poucos minhas dores diminuiriam, mas há 03 dias sinto fortes dores abaixo do umbigo e irradiando para a virilha.

    Não estou tendo obstruções, nem febre e nem dilatação do abdomen.

    Estas dores são aderências ?????

    Tenho que curti-las mesmo ?????

    O que fazer ??????

  298. 298 Dr. Fernando Valério
    04.01.2011 às 18:08

    Josy, um peso de 26g para um adulto é quase um estado de caquexia. Por isso, é preciso ter acompanhamento médico muito próximo, estar muito bem medicada, e ter acompanhamento nutricional especializado.

  299. 299 Dr. Fernando Valério
    04.01.2011 às 18:13

    Claudio Ehl, as dores abdominais podem ser decorrentes de aderências, de processos inflamatórios e até mesmo alterações funcionais. Por isso, recomendo que você discuta algum tratamento para o seu caso com o médico que o acompanha.

  300. 300 Christian
    16.01.2011 às 20:43

    Dr. Fernando Valerio

    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo site e pelas respostas esclarecedoras.
    Fiz uma colonoscopia no dia 26/11/2011 e o diagnostico foi:

    Pseudodiverticulos colonicos em pequena quantidade;
    DOLICOCOLON.

    Gostaria de fazer duas perguntas:
    Os casos de pseudo diverticulos possuem evolução diferente dos outros? Qual a diferença ? meu caso e preocupante?

    O que e o DOLICOCOLON? Qual a gravidade? Desde já agradeço .

    Abraço .

  301. 301 GEORGE
    17.01.2011 às 17:15

    Caro Dr . Fernando , o resultado da biópsia cirúrgica do colon sigmoide revelou apenas o estreitamento no 1/3 médio , e ausencia de malignidade.Ufa .

    PS : O adenoma tubulo viloso tem penetrância génetica? se o pai ao 58 anos retirou um pólipo de sigmoide cujo resultado foi adenoma tubulo viloso, o filho aos 44 anos deve se submeter a uma retosigmoidoscopia; esse tipo histólogico de pólico tem relação com o câncer ?

  302. 302 Dr. Fernando Valério
    23.01.2011 às 09:20

    George, a presença de um pólipo viloso em um membro da Família aumenta o risco de que parentes próximos apresentem o mesmo problema. Por isso, o acompanhamento com colonoscopia é tão importante.

  303. 303 Dr. Fernando Valério
    23.01.2011 às 09:31

    Christian, dolicocólon significa ter um intestino mais comprido que o normal, o que em algumas pessoas causa quadro de constipação. Em relação aos divertículos do cólon, eles são pseudodivertículos porque não têm todas as camadas da parede intestinal em sua estrutura. De qualquer forma, cuidado com grãos e sementes maiores em sua dieta.

  304. 304 carlos
    29.01.2011 às 02:45

    Dr.eu fiz um cirurgia e retirei o intestino grosso por causa da retocolite tem 1ano e 4 meses, uso bolça de colostomia , na epoca eu fiquei internado 3 meses na unicanp , sai do hospital apois a cirurgia com 40 kg , hoje eu estou com 64 kg , mais dei uma relaxada com a medicaçao nao tomo remedio a 2 meses , como e procedimento de recostruçao do intestino ,tem efeito colateral, e so uma cirurgia ou tem q ser mais , eu ando meio triste me separei , nao consigo trabalho ,mais estou afastado pelo INPS ,se eu ficar triste depresivo eu posso ficar ruim de novo ? meu email villasboas_26@hotmail.com

  305. 305 Dr. Fernando Valério
    29.01.2011 às 09:11

    Carlos, a retocolite ulcerativa idiopática é uma doença crônica e que precisa de cuidados especiais, e às vezes, procedimentos cirúrgicos, como o que você realizou. Quanto ao medicamento, não abandone o seu uso sem orientação do seu médico. Quanto à cirurgia para reconstrução, o número de procedimentos dependerá da técnica aplicada no seu caso.

  306. 306 Ednilson Ueder
    01.02.2011 às 09:28

    Olá Dr. Fernando
    Em uma pesquisa na net entrei neste site que é muito interessante e que me deixou intrigado. Ultimamente tenho quase que frequentemente disfunções intestinais. As minhas fezes variam muito entre líquidas e pastosas. Ora ou outras tenho cólicas que faz com que elas se tornam líquidas. Tem um fato intrigante também é que muitas vezes acabo de comer e tem uma cólica que me leva ao banheiro e ai as vezes quase sempre as tornam líquidas e com um aroma não muito agradável. Essas cólicas tem sido que constante. O emocional tem alguma coisa com esse fato? A alimentação pode ser o fator determinante, já que ingestação de carne bovina é constante!?
    Hoje mesmo acordei normal e quando fui tomar banho deu uma cólica, do nada, e as vezes foi líquida com “aquele odor”.
    O que devo fazer? Mudar a alimentação? Ednilson, 39 anos.

  307. 307 Dr. Fernando Valério
    01.02.2011 às 22:40

    Ednilson Ueder, saiba que existem alterações funcionais e inflamatórias do intestino que podem cursar com este tipo de sintoma. Por isso, recomendo que você procure um Gastroenterologista. De qualquer forma, alterações emocionais podem estar relacionadas aos seus sintomas.

  308. 308 Gabi
    10.02.2011 às 13:08

    Dr. Parabéns por ajudar pessoas por aqui. Isso eh um dom divino!
    Bom, falarei de meu quadro intestinal: tenho 30 anos, sou de Fortaleza, estou bem acima do meu peso. Em dezembro de 2008 fiz uma cirurgia de emergência de infarto do mesentério, mas não por trombo e sim por torção. Na cirurgia foram retirados 57cm de intestino que havia necrosado. Desde então passei a sofrer com muitos gases, muita flatulência. Mudei minha alimentação, já perdi 6kgs, mas isso n passou. Hj é quinta e desde domingo venho sofrendo com uma diarreia constante com dores espaçadas, fortes mas que passam em segundos…várias durante o dia. Tenho tomado glifage xr, mas n por diabetes, mas por ovário micropolissisticos. Tenho uma leve esteatose hepática….ufa…..
    Minha dúvida eh se esses gases estão relacionados à retirada de parte do intestino e de onde estas dores estão se originando. gastrite? Diverticulite?
    P.s.: Não tenho febres e nem sangue!
    Muito obrigada e Deus o abençoe sempre por seu bom coração!
    gabriela

  309. 309 Dr. Fernando Valério
    10.02.2011 às 23:04

    Gabi, o seu quadro está possivelmente ligado à retirada de uma parte do intestino, e não da gastrite. A gastrite não evolui com gases intestinais e diarréia.

  310. 310 Rosana
    12.02.2011 às 22:20

    Dr. Fernando boa noite.
    no dia 27/02 fui internada por 7 dias com crise de diverticulite aguda com sinais de perfuração com pneumoperitoneo bloqueado. Mudei radicalmente a minha alimentação inclui mais fibras consumindo mais legumes verduras frutas,estou evitando carne vermelha leite e derivados. Mas estou muito preocupada, neste caso ele pode perfurar novamente, a melhor indicação e a cirugia? Muito obrigado pela resposta, parabens pelo seu site, durante a minha internação tirei muitas duvidas.

  311. 311 Fernanda
    13.02.2011 às 13:46

    Boa tarde Dr.

    Tenho 59 anos e desde muito nova que sofria de cólicas intestinais, fiz várias coloscopias e acusou a presensa de vários diverticulos.
    Para além disso tenho o sindroma do colon irritavel.

    Fui tomando o duspatal e o espasmomen, o médico aconselhava comer alimentos com fibra, mas faziam-me cólicas.

    Até que em 2008 sofri duas diverticulites quase seguidas e fui operada.
    Foi-me retirado cerca de 20cm do colon sigmoide.

    Fiquei muito fraca, emagreci 10 kg.
    A pouco e pouco o médico aconselhou a introduzir fibras na alimentação(leguminosas, fruta etc.) e que poderia comer de tudo.
    Entretanto recuperei apetite e algum peso.

    Contudo de vez em quando tenho dor do lado esquerdo e fico em panico, porque fiquei ainda com diverticulos e tenho receio de diverticulite de novo.

    Como tenho o colon irritavel nunca sei a que são devidas estas dores.

    Depois de operada já fiz por duas vezes nestas crises uma tac que acusa diverticulos mas não inflamados.
    Mas basta ter a dor para ficar muito preocupada.
    Haverá muitas probablidades de voltara a ter diverticulite?

    Em relação à alimentação não há um consenso sobre os grãos e sementes.Qual a sua opinião na experiencia que tem?

    Desde já agradeço a sua atenção.

    Fernanda

  312. 312 Dr. Fernando Valério
    15.02.2011 às 09:32

    Rosana, obviamente o seu caso apresenta risco de nova crise. No entanto, se você estiver com a doença intestinal controlada e sem infecção abdominal, o seu médico poderá avaliar a possibilidade de cirurgia com calma. Através deste espaço, além de não ético, é muito difícil fazer a indicação ou não da cirurgia.

  313. 313 Dr. Fernando Valério
    15.02.2011 às 09:41

    Fernanda, se os quadros de dor abdominal não estão associados a processo inflamatório nos divertículos remanescentes, provavelmente o quadro é decorrente da Síndrome do Intestino Irritável. Quanto aos grãos, eles deixam as fezes pastosas e diminuem o risco de nova crise de diverticulite, mas eles devem ser triturados ou muito bem mastigados.

  314. 314 Rosana
    15.02.2011 às 20:40

    Dr.Fernando muito obrigada pela resposta. Tudo de bom para o senhor.

  315. 315 João
    17.02.2011 às 12:05

    Bom dia Doutor,

    FAZ 6 MESES QUE MEU MÉDICO DESCOBRIU QUE TINHA H. PILORY; ELE FEZ O TRATAMENTO PORQUE O H.PILORY (SEGUNDO ELE) É O QUE TINHA GERADO A GASTRITE. HOJE ESTOU MUITO BEM, PARECE QUE A GASTRITE ACABOU PORÉM, ANTES DO TRATAMENTO TINHA O INTESTINO MUITO PRESO. HOJE FICO ASSUSTADO, ESTOU EVACUANDO MUITO BEM. OBS: OS 3 KILOS QUE PERDI NA ÉPOCA NÃO CONSIGO DE VOLTA. PARECE QUE TUDO QUE COMO VAI EMBORA (INCLUSIVE AS VITAMINAS). PERDI GORDURA ABDOMINAL NA PARTE DA FRENTE E DOS LADOS DIREITO E ESQUERDO , LOGO ABAIXO DAS COSTELAS (FICA TIPO CHUPADO). ISSO É NORMAL? PORQUE DE UM INTESTINO PRESO PASSEI PARA UM INTESTINO SUPER NORMAL E NÃO GANHO MEUS 3 KILOS DE VOLTA?

    OBRIGADO!

  316. 316 Dr. Fernando Valério
    17.02.2011 às 17:15

    João, sinceramente não vejo motivos para preocupações, visto que ao que parece você só apresentou melhoras digestivas. Quanto ao seu não ganho de peso, recomendo que discuta isto com uma Nutricionista, faça uma avaliação da sua massa gordurosa e magra, e tenha uma orientação sobre alimentos e suplementos.

  317. 317 Rafael
    19.02.2011 às 15:46

    Boa tarde. Antes de mais nada, quero ressaltar que o site é ótimo. Com muitas informações organizadas de forma acessivel e com linguagem de fácil compreensão.

    Gostaria de fazer uma pergunta ao Sr. Dr. Fernando.

    Fazem dois meses que estou com perda que peso (8kg perdidos). Não tenho febre. Tenho fezes em quantidade reduzida, amolecidas e com muco.

    Tenho 1,79 altura, peso atualmente 59kg, sexo masculino, 24 anos.

    Fiz Hemograma + Glicose + triglicerídeos + VDRL + VHS + Anti HCV + HIV I e II e Hepatite B + CEA + T3 + T4 + gordura fecal + TC Abdominal total. Fiz também uma colonoscopia. Ainda não recebi o laudo pois foram recolhidos materiais para biópsia. Contudo, o médico que fez o exame me disse que não tinha encontrado nada preocupante durante o exame.

    Os achados anormais foram: Gordura fecal: “presente (+)”; TC abdominal: “espessamento parietal do cólon descendente e sigmóide com formações diverticulares nestes segmentos.”

    Esses resultados são suficientes para apontar para diverticulite ou estaria mais para Doença Inflamatória Intestinal?

  318. 318 Dr. Fernando Valério
    20.02.2011 às 08:56

    Rafael, você pode estar apresentando um quadro de colite, o que explicaria a gordura nas fezes e o espessamento intestinal encontrado na tomografia. Não acredito que os divertículos sejam a causa de um emagrecimento tão grande. Leve todos os exames ao seu médico.

  319. 319 Rafael
    20.02.2011 às 17:46

    Muito obrigado pela resposta Dr. Fernando. São profissionais como o senhor, que fazem do exercício da medicina, algo tão nobre e valoroso para toda a sociedade. Mais uma vez parabéns pelo site.

    Levarei os exames ao médico assim que possível(demora bastante para conseguir uma consulta). Esse já é o 4 médico que visito nesses dois meses. Infelizmente aqui em minha região há uma grande carência de bons profissionais na área de saúde. Contudo, agora sinto que estou com um médico que tem interesse em diagnosticar e resolver meu problema de saúde.

    Aproveitando, tenho mais algumas dúvidas:
    Colite = Doença de Crohn? Pergunto, porque tenho um primo com doença de Crohn e ele me disse que não tem cura.
    Se colite não for a mesma coisa que doença de Crohn, e eu estiver com uma colite, existe tratamento clinico? É muito demorado?

    Desde já, agradeço pela atenção.

  320. 320 Dárico Cristófolli
    21.02.2011 às 11:48

    Bom dia Dr.Fernando. Fiz a cirurgia de diverticulite em 4 de agosto, e estou desde então com a bolsa de colostomia.
    Já fiz o exame de colonoscopia em novembro, com retorno em 17/02. Nesta data me foi solicitado mais um exame: O enema opaco com colocação de contraste, o qual vou fazer dia 1º de março.
    Tenho algumas perguntas a lhe fazer:
    Quando fiz o exame de colonoscopia, o Dr. que fez falou que estava tudo ok.
    Porque me foi solicitado outro exame?.
    Estou muito bem fisicamente, mas há o inconveniente uso da bolsa, porque estão demorando para retira-la?
    Tenho caminhado quase todos os dias, e até futebol de final de semana voltei a jogar, acompanhado é claro da tradicional loura gelada (cerveja). Lhe pergunto se ha algum inconveniete?.
    Parabens pelo seu blog, achei muito interesante esclaredor ,numa linguagem simples de enterder.
    Grato
    Dárico Cristófolli.

  321. 321 Dr. Fernando Valério
    22.02.2011 às 22:14

    Rafael, o termo colite significa a inflamação da mucosa do intestino grosso, e esta pode ter causa inespecífica, infecciosa, vascular e inflamatória (retocolite, Doença de Crohn). Por isso, é importante que a biópsia mostre o tipo de inflamação que o acomete, para que um tratamento específico seja indicado.

  322. 322 Dr. Fernando Valério
    22.02.2011 às 22:22

    Dárico Cristófolli, saiba que para que o fechamento da colostomia e reconstrução do trânsito intestinal, uma avaliação do intestino deve ser feita com o enema opaco, que fornece informações diferentes das encontradas na colonoscopia.
    Parabéns pela prática esportiva, mesmo com a bolsa de colostomia. Esta é uma atitude muito positiva e merece elogios.

  323. 323 Rafael
    23.02.2011 às 10:49

    Bom dia Dr. Fernando.

    Ontem, recebi meus resultados:
    Colonoscopia: Hiperemia leve de reto distal.
    Biópsia: Reto: Retite crônica leve inespecífica. Íleo terminal dentro dos padrões histológicos da normalidade.

    Perguntas:
    1° Isso significa que não tenho doença de Crohn?
    2° Qual o tratamento pra uma “retite crônica leve inespecífica?”

    Atenciosamente

    Rafael.

  324. 324 adriana
    24.02.2011 às 12:27

    dr.fernando a 2 anos atras fiz 2 cirurgiaspra retirar as aderencias no intestino pois sempre tive o intestino muito preso so funciona com laxantes e qundo vou evacuar eu sinto tanta colica que ja cheguei ate a desmaiar de tanta dor e esta dor permanece por uns 2 dias depois mesmo tomando medicamento forte pra dor eu tenho medo todas as vezes que tomo laxantes porque a dor e demais o que devo fazer obrigada

  325. 325 Dr. Fernando Valério
    24.02.2011 às 15:05

    Rafael, o seu diagnóstico não é de Doença de Crohn, e sim de retite inespecífica leve. Portanto, o tratamento é feito com medicamentos antiinflamatórios que serão prescritos pelo seu médico.

  326. 326 Dr. Fernando Valério
    24.02.2011 às 15:34

    Adriana, você deverá procurar um Cirurgião do Aparelho Digestivo para entender melhor o seu caso, e provavelmente realizar alguns exames de imagem.

  327. 327 adriana
    24.02.2011 às 20:31

    doutor muito obrigada pela atençao

  328. 328 Marilene Fonseca
    24.02.2011 às 22:48

    Olá Dr. Fernando Valério,
    primeiro gostaria de parabenizá-lom pelo site.
    Sou estudante de Enfermagem do 7º semestre e já estou da fase de elaboração do Projeto de Monografia, escolhi o tema sobre Diverticulite: A importância da ingestão de fibras na alimentação devido já ter dois casos na família: Minha mãe e uma tia, só que estou tendo muita dificuldade em encontrar esse assunto em livros, O que encontro´fala somente o básico, acabei descubrindo seu site e adorei a matéria. Minha dúvida é se posso fazer citações do seu site no meu projeto.
    Obrigada e sucesso

  329. 329 Dr. Fernando Valério
    24.02.2011 às 23:02

    Marilene Fonseca, você pode citar o material encontrado neste site e publicado por mim sem qualquer problema. No entanto, você deve saber como fazer a referência bibliográfica do site em seu trabalho. Sucesso.

  330. 330 Marilene Fonseca
    25.02.2011 às 22:47

    Muito obrigado pela atenção Dr. Fernando

  331. 331 ANA LÚCIA OLIVEIRA
    28.02.2011 às 15:25

    Bom dia Doutor!

    QUEM TEVE GASTRITE CRÔNICA E FOI DETECTADO H.PILORY (NA BIÓPSIA), FEZ TRATAMENTO E FICOU LIVRE DO H.P. PORÉM, NO PRIMEIRO EXAME DE ENDOSCOPIA ESTAVA ESCRITO (METAPLASIA INTESTINAL), ESSA PESSOA DEVE FAZER ENDOSCOPIA DIGESTIVA ALTA (COM QUE FREQUÊNCIA)?

    ATT.

    ANA LÚCIA OLIVEIRA

  332. 332 Gerson
    01.03.2011 às 13:31

    Bom dia Doutor,

    Fiz exames para detectar falta de vitamina em meu corpo. Descobri que estou com falta de vitamina b12; o médico passou comprimidos desta vitamina para que eu tome; ele disse que é muito importante voltar ao nível normal. O senhor também indica vitaminas para seus clientes tomarem? Me responda se for possível!

    Att. Gerson

  333. 333 Dr. Fernando Valério
    05.03.2011 às 10:32

    Gerson, em caso de carência de vitaminas, ou seja, hipovitaminoses, a sua reposição se faz necessária.

  334. 334 Dr. Fernando Valério
    05.03.2011 às 10:48

    Ana Lúcia Oliveira, a metaplasia intestinal deve ser acompanhada incialmente a cada ano. Se na próxima endoscopia a lesão não estiver presente, os intervalos devem ser aumentados.

  335. 335 Rafael
    12.03.2011 às 16:57

    Boa tarde Dr. Fernando.

    Mais uma vez venho até o senhor para pedir ajuda.

    Hoje, finalmente consegui retornar ao médico e mostrei meus exames, os achados anormais foram: Gordura fecal: “presente (+)”; TC abdominal: “espessamento parietal do cólon descendente e sigmóide com formações diverticulares nestes segmentos.”; Colonoscopia: “Hiperemia leve de reto distal.”
    Biópsia: Reto: “Retite crônica leve inespecífica.” Íleo terminal dentro dos padrões histológicos da normalidade. Fiz também exame de transglutaminase que nao retornou valor anormal.

    Assim sendo, o médico me prescreveu: “Asalit 250mg – 3 supositórios por dia, durante 6 semanas.”

    Perguntas:
    O Senhor conhece tal medicamento? Tem boas referencias a respeito deste medicamento? É compativel o uso dele com os resultados apontados em meus exames?
    Terei que usar este medicamento durante todo o restante da minha vida para previnir novas crises?
    Não existe como descobrir o que especificamente desencadeou essa doença e resolver o problema?
    No período em que estive sem uso de medicação, durante algumas semanas eu parecia bem recuperado e logo na semana seguinte, tinha uma piora considerável. Alternando assim, entre períodos de relativa melhoria e logo em seguinda piorava. Isso é comum neste tipo de doença?

    Atenciosamente

    Rafael.

  336. 336 Dr. Fernando Valério
    13.03.2011 às 10:27

    Rafael, entendo as suas dúvidas, mas por razões éticas e para evitar a automedicação, não faço comentários sobre medicamentos neste espaço. Espero que você entenda. Quanto à retite, ela foi considerada inespecífica, ou seja, sem uma causa óbvia para o surgimento da inflamação, e pode ter alteração na incidência dos sintomas.

  337. 337 Rafael
    13.03.2011 às 15:37

    Boa tarde Dr. Fernando.

    Entendo que por razões éticas o senhor não pode fazer comentários a respeito do medicamento.
    Vou reformular as perguntas de modo que o senhor possa vir a responder:

    1° O médico me disse que o tratamento p/ essa doença seria “Ad aeternum” e que após as 6 semanas iniciais, começariamos a diminuir a dose até chegarmos na “dose de manutenção”. Então terei mesmo que ficar usando remédios o resto da vida?

    2° Existe a possibilidade de esta inflamação ser causada por alérgia a algum alimento que eu estou ingerindo? Tem como investigar isso?

    3° O que eu achei curioso foi que a inflamação eh na parte final do intestino e mesmo assim estou perdendo peso e com sintomas de má absorção(gordura fecal+), isso tem alguma ligação lógica? Pois eu sempre achei que no reto, praticamente não existe mais absorção.

    Atenciosamente

    Rafael.

  338. 338 GEORGE
    15.03.2011 às 15:42

    Caro Dr . Fernando , há cerca de dois meses venho sentidos dores na regiao superior do abdome esquerdo , inicialmente as dores começaram como picadas de agulhas em todo abdome com fezes amolecidas e desde então tenho gazes e fezes de consistência menor , porém sem aspecto diarreico , fiz endoscopia digestiva alta que evidenciou gastrite cronica leve com atividade leve , estou toando nexium , porém as dores pouco melhoram , a tomografia de abdome com contraste retal , oral e venoso : evidenciou 3 hemagiomas no baço , e a pesquisa de sangue oculto nas fezes :mostrou-se negativa . Meu pai aos 57 anos , retirou adenoma tubulo viloso do sigmoide , meu médico indicou uma colonoscopia entretanto tenho medo pois muitos ja informaram-me que esse exame pode estourar o intestino e levar a cirurgia de urgencia . Outro médico relatou que tenho sindrome do intestino irritado e que estou tendo uma crise agora , pois passei , um problema sério recentemente ., mas tal sindrome dura tanto tempo assim para se resolver ? Obirgado em lêr minhas anotações .

  339. 339 Dr. Fernando Valério
    15.03.2011 às 17:14

    George, a Síndrome do Intestino Irritável pode gerar sintomas digestivos por longa data, como dores abdominais, diarréia, gases intestinais, caso não seja tratada de forma específica. Ou seja, quando se entra em crise, é necessário tratamento medicamentoso associado a dieta e atividades físicas.

  340. 340 Dr. Fernando Valério
    15.03.2011 às 17:56

    Rafael, em alguns casos de inflamação intestinal os pacientes precisam manter tratamento com doses baixas por longos períodos. Não posso afirmar se este é o seu caso. Quanto à possibilidade de alergia, existe uma enterite chamada eosinofílica e que é diagnosticada através da biópsia da mucosa intestinal, que tem um forte componente alérgico. Em relação a perda de peso, ela pode ocorrer sim, principalmente se você não está absovendo gorduras.

  341. 341 Rafael
    16.03.2011 às 19:19

    Boa noite Dr. Fernando.

    Obrigado pelas respostas.

    Tenho mais uma pergunta:

    Esse quadro pelo qual passo, não poderia ser causado por intolerancia ao gluten?

  342. 342 Dr. Fernando Valério
    17.03.2011 às 10:06

    Rafael, as intolerâncias alimentares causam desconforto abdominal e sintomas como gases e alteração do ritmo intestinal. Por isso, em caso de dúvida sobre o glúten, você pode realizar exames laboratoriais ou evitar os alimentos que contém a substância, e avaliar a resposta.

  343. 343 Wilson Silva
    20.03.2011 às 17:14

    Dr.Fernando boa tarde,

    Desde já agradeço por ler meu email, e se possível responde-lô.
    Bem vou começar contando um pouquinho do histórico de meu problema.
    A cerca de 05 anos senti as primeiras dores do lado esquedo de minha barriga, fui a um médico, amigo de minha familia (especialidade: gastro e clinico geral, o mesmo diagnosticou inflamação instetinal, pediu ultrassonografia e constatou que havia mesmo este problema de e que nse não trata-se poderia virar uma diverticulite. Receitou-me CIPRO 500 e Flagil 500 por 7 dias, tomei rigorosamente nos horários determinados, além disso solicitou alimentação a base fibras, que também segui a risca. Bem melhorei da inflamação, porém desde dia em diante, sempre senti umas pontadinhas do lado esquerdo, tipo avisando, olha estou aqui, cuidado para não abusar.

    Em uma segunda vez, tive uma nova crise um pouxo mais forte, fui encaminhado ao hospital, onde fizeram novamente utrassom do abdomen e tomografia, além de exames de sangue, constatou-se que novamente estava com inflamação muito forte no intestino lado esquerdo, nesta fase já sentia dores até do lado direito, tipo uma erradiação que estava a passar para toda barriga, a qual ficou dura e mais uma vez dores muito fortes do lado esquerdo, fui medicado da da seguinte forma: Ciprofloxaxino + flagil e omeprazol para não agredir o estomago durante 5 dias via intra-venova (internado no hospital), melhorei novamente, mas sempre com aquela dorzinha me cutucando do lado esquerdo. Nesta época, me deixaram muito apreensivo, pois diziam que havia risco de perfuração nbo intestino e se fosse caso de cirurgia, seriam duas, pois não estava sendo eletiva, pediram para que eu segui-se uma dieta mais rigorosa, inclusive alimentação sem residuos, por pelo menos 10 dias, fiz o que pediram ( nesta epoca também fiz tomografia e ultrasoom do abdomen, além dos exames de sangue, que contataram grande volume de inflamação).
    Nesse meio tempo já estava sendo acompanhado por 04 médicos da mesma especialidade.
    Em várias destas vezes que fiquei com essas dores, uma ou duas vezes, cheguei a evacuar sangue vivo, e depois misturado com as fezes, mas não em grande volume.
    Mais uma vez como disse anteriormente, melhorei, mas sempre com auela dorzinha do lado esquerdo. Me da a impressão que todos os antibioticos tomados, seja em casa ou no hospital, não haviam resolvido, se a dorzinha teria ido embora.
    Detalhe: em ambos os casos sempres depois de 20 a 30 dias, realizei Colonoscopia o qua sicou comprovado que havia “DOENÇA DIVERTICULAR DO INTESTINO”, e sinas da inflamção porém com cicatrização.
    O ano passado, fiquei sem ter nunhuma crise (2010), porém agora em 2011, no mes de Março, tive uma nova crise e fui novamente parar no hospital, como já havia sido recomendado por estes 04 médicos, sempre que senti-se que ia começar a entrar em crise, deveria tomar imediatamente CIPRO 500 e Flagil, mas desta vez tomei por 04 dias e não resolveu, no quarto dia a noite a dor piorou e tive que ir para o hospital, e mais uma vez fiquei internado com o mesmo diagnóstico, porém, nesta última vez o médico que me atendeu, mudou a medicação de CIPRO para AMICACINA, visto que o CIPRO não havia resolvido nos 04 dias tomados em casa.
    Fiquei também 7 dias no hospital sob estes remédios sempre na veia (Amicacina+Flagil+Omeprazol)Fui liberado da internção, porém da mesma forma com aquela dorzinha do lado esquerdo, ahh, detalhe (também realizei tomo, ultrassom e exame de sangue no hospital, o qual comprovou o mesmo problema de diverticulite. Conversando com um dos médicos que me acompanham, este me disse o seguinte: não da mais pra você ficar assim, tomamando antibioticos, seja em casa ou internado no hospital, vamos operar através cirurgia eletiva, me explicou o que iria fazer e (pós-operatório: sonda no nariz, e no penis, um dia na uti e mais ou menos 7 a 10 dias internado para acompanhamento pós cirurgico), falei com os outros 03 médicos e eles tem a mesma opinião, NÃO OPERAR, pois o caso é para tratamento via medicação, seja venosa ou oral, estou sem rumo e não sei o que fazer.
    Operar ou não operar, visto que não é uma cirurgia tão simples assim e que exige muitos cuidades de ambas as parte (médico e paciente), atualmente este médico que quer me operar me passou 15 dias de CIPRO e FLAGIL, estou tomando, e conforme o mesmo tem o objetivo de melhorar pelo menos 90% para podermos realizar a cirurgia eletiva (visto que sai do hospital e ainda não estou melhor ( com as dores no abdomem), é fato que quando sai do hospital estava bem melhor das dores, mas com o decorrer dos dias tudo voltou, mesmo tendo seguido rigorosamente a dieta e o que me foi solicitado pelo médico que me internou. Resumindo, tenho uma grande dúvida, diante deste quadro, o que fazer ? seguir a opinião dos 03 médicos de não operar e tratar com medicação sempre que houver crises, ou operar conforme solicitação deste outro médico.

    O QUE O SR. ACHA DR. FERNANDO, gostaria de sua opinião diante de todo o quadro explicado ao Sr.

    P.S. – a história acima foi minimizada, se não eu ficaria horas e horas detalhando tudo que aconteceu, mas pode ter certeza, não omiti fatos principais deste problema.

    Desde já, fico no aguardo de uma resposta e agradeço.

  344. 344 Dr. Fernando Valério
    20.03.2011 às 20:15

    Wilson Silva, em casos de diverticulite de repetição e persistência dos sintomas após as crises principais, é recomendado que a retirada do segmento intestinal comprometido pelos divertículos seja feita. No entanto, para entender melhor a distribuição dos divertículos e a repercussão intestinal (estreitamento), é aconselhável que se realize um exame radiológico chamado enema opaco. De qualquer forma, pelo seu relato acredito que a cirurgia tenha um grande espaço no seu caso.

  345. 345 MALVINA
    06.04.2011 às 21:33

    Embora já tenha constatado a diverticulite é a primeira vez que tenho uma crise forte com dor e febre.como já uso antidepressivos e tenho também fibromialgia ele mandou tomar fragil(7dias),cipro.(10dias), buscopan composto (7 dias) hoje completou os 7dias não aguento mais comprimidos apesar de estar tomando omeprazol de 20mg e ainda estou com dor.Como é a primeira crise acha que fiz errado em parar. Li no email enterior que para aquele caso seria o suficiente e agora o que faço se continuar a dor visto que só tive febre no 1o. dia.
    Desde já agradeço e parabéns pela matéria(excelente).

  346. 346 Dr. Fernando Valério
    07.04.2011 às 00:32

    Malvina, os casos de diverticulite aguda representam uma inflamação e uma infecção dos divertículos intestinais. Portanto, você deve seguir as orientações de tratamento conforme a instrução do seu médico.

  347. 347 carine
    12.04.2011 às 02:45

    OLÁ DR. FERNANDO !
    EM DEZEMBRO DE 2010 MINHA SOGRA DE 58 ANOS FOI INTERNADA COM COLICAS ABDOMINAIS E APÓS TOMOGRAFIA FOI DIAGNOSTICADO DIVERTICULITE ELA FICOU INTERNADA POR 15 DIAS EM USO DE ANTIBIOTICOS E LOGO APOS TEVE ALTA .NA ULTIMA SEXTA -FEIRA DIA 08/04/11 ELA FEZ COLONOSCOPIA E CONSTATOU-SE A PRESENÇA DE VARIOS POLIPOS FOI FEITA RETIRADA PARA BIOPSIA E A SOLICITOU-SE CIRURGIA DE LAPAROTOMIA DEVIDO INFLAMAÇÃO DOS DIVERTICULOS SENDO QUE UMA DESSAS “BOLSA” CHEGOU A SE ROMPER ,SEI QUE É UM PROCESSO DELICADO A CIRURGIA E ESTAMOS TODOS PREOCUPADOS ,GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE OS RISCOS DA CIRURGIA .DESDE JA AGRADEÇO…

  348. 348 Emanuel Fonseca da Costa
    13.04.2011 às 08:52

    Dr. Valério.

    Antes de mais nada, gostaria de parabeniza-lo por esse excelente canal de comunicação e esclarecimentos sobre uma doença que muitos desprezam mas que pode levar agraves consequencias se não tratada de forma correta. Como no meu caso.

    Tenho um histórico de sangramento, mas esporádicos nas fezes. Após varios e infrutiferos exames de ultrason abdominal, fui em um profissional no Rio de Janeiro que me indicou a colonoscopia. Lá ele identificou crise de diverticulite.
    Me recomendou um tratamento com antibioticos seguido de mesacol. A dor diminuiu. Mas como a dor persistia de forma leve mas constante, voltei ao profisional que me indicou uma Colonoscopia virtual. O laudo foi que tenho uma “REDUÇÃO DA DISTENSIBILIDADE DO TERÇO MEDIO DO SIGMOIDE, CORRESPONDENTE, POSSIVELMENTE, A ALTERAÇÕES INFLAMATÓRIAS CRONICAS”. Como tenho quadro de dor leve mas persistente, ele sugeriu Cirurgia.

    A minha dúvida é a seguinte. É realmente necessária essa cirurgia? Essa redução de distensibilidade pode estar a uma fibrose da parede do intestino? e se for posso tratar com medicamentos e acabar com a dor e o desconforto abdminal?

    Desculpa o incomodo, como tendo uma via cruzis a muito tempo, o que devo fazer.

    Um abraço e que Deus continue a ilumina-lo.

    Emanuel

  349. 349 Rafael
    15.04.2011 às 00:33

    Boa noite Dr. Fernando. Fiz uma bateria de exames laboratoriais, graças a Deus estou bem. Gostaria de fazer uma pergunta:

    Fiz uma coprologia funcional e uma coprocultura, o que apareceu de “anormal” foi: Leveduras ++ ; Celulose Indigerível ++ ;
    Gostaria de saber oq significam essas leveduras e essa celulose.

    Atenciosamente

    Rafael.

  350. 350 Dr. Fernando Valério
    16.04.2011 às 08:41

    Rafael, leveduras são fungos e celulose são fibras vegetais. Desta forma, quanto às leveduras, se você está bem clinicamente, provavelmente houve a contaminação do material enviado ao laboratório. Quanto à celulose, pode representar alguma má absorção.

  351. 351 Dr. Fernando Valério
    16.04.2011 às 09:43

    Emanuel Fonseca da Costa, como você apresentou crise de diverticulite previamente, o seu intestino apresentou retração cicatricial, o que causa perda de elasticidade e estreitamento. Desta forma, caso você não consiga controlar os sintomas com a dieta e uso de medicamentos antiespasmódicos, a cirurgia realmente pode ser necessária. Em geral realiza-se um exame chamado enema opaco para esta avaliação.

  352. 352 Dr. Fernando Valério
    16.04.2011 às 10:01

    Carine, se houve um rompimento do divertículo, este é um quadro de urgência. Quanto ao processo inflamatório diverticular, se não há melhora com tratamento clínico, a cirurgia passa a ganhar espaço.

  353. 353 Rafael
    16.04.2011 às 15:42

    Boa tarde Dr. Fernando. Obrigado pelos esclarecimentos a respeito das leveduras e da celulose.
    Quanto as leveduras, revendo outros exames que fiz nos últimos meses, todos apresentaram “Leveduras ++”, tanto durante o período em que estive com forte diarréia e tenesmo quanto agora que me sinto bem.
    Então, sendo essas leveduras fungos e já existindo vários exames detectando a presença “++” é necessário tratar esses fungos, ou eles não me fazem mal?

  354. 354 cicera
    16.04.2011 às 21:05

    gostaria de saber se após cirurgia com retirada da parte do colon que contém diverticulo,podem surgir novamente? E quais os exames anuais devem ser realizados para esses pacientes?

  355. 355 sueli
    17.04.2011 às 02:05

    nossa fiquei até mais contenti depois que li a respeito desta diverticuliti estou com o meu pai de 83 anos inteirnado e pelo cintomas deve ser esta tal os doutores ainda estão fasendo exames a tomografia ja foi feita e quando fui aõ hospital e falei com meu pai ele dici que o medico avia dito que no axame tinha visto alguns nodulis ja pencei no pior mas para quem foi internado pela primeira ves na vida com 83 anos se ele tiver diverticuliti pode ser mais facilo tratamento mas gostei muito de ler é muito facil de intender voceis não tem ideia como nos ajuda fasendo isto muito obrigada

  356. 356 Dr. Fernando Valério
    17.04.2011 às 09:00

    Cicera, os divertículos podem surgir em outros segmentos do intestino grosso remanescente. Os exames que avaliam melhor os divertículos são ao colonoscopia e o enema opaco (raio X contrastado).

  357. 357 Dr. Fernando Valério
    17.04.2011 às 09:10

    Rafael, acho difícil que você tenha uma infecção fúngica, já que este quadro poderia ser grave. Portanto, não indicaria tratamento para você.

  358. 358 Erica gonçalves
    18.04.2011 às 12:28

    olá Dr.Fernando, sou leiga em assuntos relacionados a doenças,mais algo vem me preocupando por dificuldades financeiras não posso pagar plano de saúde e no público tenho dificuldades para conseguir um especialista.Há um três meses atrás venho sentindo um bolo na garganta e dificuldades para digerir os alimentos,também venho expelindo uma massa amarelada
    com mau cheiro, constantemente isso acontece fico preocupada em ser algo grave minha amiga enfermeira disse que pode ser refluxo e falou para eu tomar omeoprazol mais não tomei.o que o Dr. acha que pode ser.aguardo respotas ansiosa,obrigada.

  359. 359 Dr. Fernando Valério
    18.04.2011 às 21:56

    Erica Gonçalves, o seu quadro até pode ser decorrente de refluxo gastroesofágico, mas para confirmar esta impressão é preciso que você realize alguns exames. Para isto, será necessária uma consulta com Gastroenterologista.

  360. 360 Ivania
    22.04.2011 às 22:55

    Dr. Fernando Boa noite!

    Hoje fiquei sabendo minhamelhor amiga de aproximadamente de 78 anos está com diverticulite, emagreceu 17 Kg , alimenta-se pouco, excesso de saliva, dificuldade concentração quando estamos conversando,insonia, sem nenhuma medicação para aliviar a dor.Gostaria de saber qual medico especialista pode acompanhar, medico (clinico geral) solicitou repouso absoluto.Sou leiga sobre o assunto, pois sua dor é constante o repouso não está dando resultado.Acredito que há orientações de especialista para diminuir sua dor e sofrimento.Aguardo sua resposta ,obrigada.

  361. 361 Dr. Fernando Valério
    23.04.2011 às 19:57

    Ivania, para o tratamento da diverticulite que acometeu a sua amiga, recomendo que ela seja acompanhada por um Gastroenterologista, Proctologista ou Cirurgião do Aparelho Digestivo.

  362. 362 Daiana
    28.04.2011 às 11:43

    Olá Dr. Fernando, estou com muitas interrogações em minha cabeça. Minha mãe consultou com médico e fez os exames necessários recentemente como colonoscopia com contraste entre outros estou em duvida se o resultado deu diverticulite ou verticulite é a mesma coisa?qual a diferença? outra questão que tenho é se esses nomes só são dados quando ocorre infecção? pois o médico que atendeu ela usou um termo que me intrigou, ele disse que por enquanto o problema de minha mãe ainda estava “verde” e que se chegasse a inflamar ela teria que fazer uma cirurgia muitissímo arriscada. atualmente estou com minha avó internada no hospital com peritonite, infecção no intestino dentre outras complicações estou muito nervosa com a situação de minha avó por isso me preocupo mais ainda com minha mãe, tenho medo que ela possa vir a desenvolver peritonite? isso é possível? por favor me envie uma resposta, ficarei no aguardo, desde ja agradeço.

  363. 363 sueli janete
    29.04.2011 às 18:08

    fiz uma colonoscopia e a conclusão foi diverticulos colonicos e ainda não tive como mostrar pro medico poderia me dizer se este resultado esta to normal aguardo resposta obrigado

  364. 364 juliana
    29.04.2011 às 19:57

    ola Dr fernando, gostaria que vc pudesse me ajudar
    Minha vo tem 92 anos e algnus anos ela tem fortes dores na barriga e a gente não sabe o que é, ela tem a doença de chagas , ela chega a ficar de 4 a 5 dias sem ir ao banheiro foi feito um exame que dianosticou que esta com molestia diverticular hipertonica em colon sigmoide estamos muito preocupados com ela a quase uma semana ela nao consegue dormir fica andando de um lado pro outro na casa chorando de dor pelo amor de Deus nos ajude… o que podemos fazer por ela existe algum tratamento, alguma dieta… vou te mandar o exame
    endoscopia: introduçao do aparelho ate mais ou menos 25cm da borda anal, reto em precarias condiçoes de preparo. A mucosa retal e sigmoide distal encontram-se lisa, e sem ulceraçoes com a vascularizaçao de bubmucosa visivel e de padrao normal. Identificação inumeros ostios diverticulares em colon sigmoide.

  365. 365 Dr. Fernando Valério
    30.04.2011 às 09:10

    Daiana, diverticulite se refere à infecção e inflamação de um divertículo. As pessoas que possuem divertículos, mas sem inflamação apresentam um quadro de diverticulose ou doença diverticular. O termo “verticulite” não existe.

  366. 366 Dr. Fernando Valério
    01.05.2011 às 08:44

    Sueli Janete, os divertículos são alterações comuns no intestino, e são comumente encontrados após os 50 anos. O seu médico lhe dará algumas orientações sobre dieta, principalmente quanto à restrição de grãos mais duros, tentando prevenir desta forma um quadro de diverticulite aguda.

  367. 367 Dr. Fernando Valério
    01.05.2011 às 08:49

    Juliana, as dores da sua avó podem ser decorrentes do quadro de constipação, mas como ela tem Doença de Chagas e inúmeros divertículos é importante que seja avaliada novamente caso a dor ainda esteja presente.

  368. 368 valdirene
    01.05.2011 às 12:30

    Dr.Valério fiquei muito feliz com sua materia sobre o diverticular,pois meu esposo começou no ano passado com um quadro de dores fortissimas,na coluna onde teve tratamento de coluna,onde pensistirão as dores ja no mês de setembro de 2010 ele teve desmaiou e dores fortes lado esquerdo,onde os médicos mais uma ves disserão que ele estava infartando,depois de td a correria e medicações,ele foi liberado neste mesmo dia a noite ele teve outra crise fortissima,o qual eu procurei outro hospital,em Guarulhos Stella Maris,o qual os médico de plantão de domingo estava e deu ao meu esposo td atenção,medicação mais o convenio não aceitou a internação do meu esposo,enquando ele tava bem amarelado e não tinha reação,com muitas brigas e cansaço consegimos internação pelo hospital Bom Clima,que não tem muita repercusação,mais foi lá que os medicos descobrirão que ele estava com visícula necrosada,fes uma cirurgia,falou pra mim que ele tava com uma hêrnia em cima do intestino mais não pode operar,meu esposo saiu daquele hospital,com dores fortissimas e hepatite A,Bulboduodenite erosiva leve,ves outro exame do estomago que continuou com o mesmo problema mesmo depois de tratamento de Nexium 40,,DR.no exame de colonoscopia deu o resultado de Moléstia deverticular de cólon esquerdo,meu esposo não toma remedios eu que dou com as crises que ele tem luftal,buscopan dou a ele tbem um chá chamado Marcela,mais nada alivia as dores enquando ele não consegue vomitar,as vezes fica o dia td com crise ou a noite td com crise,mais esta sendo constante,meu esposo trabalha de motorista de onibus,sentado e tem passado mal no serviço,tenho medo pois ele fica debilidado,mais os médicos derão alta no inss,não sei o que fazer mais,pois tenho sofrido demais em ver meu esposo da maneira que esta doençao deixou ,fora que le emagreceu 16 kilos,passei ele com medico especialista que trabalha so com intestino,me orienta Dr,se eu divesse dinheiro eu ia marcar uma consulta com o Sr.mais eu ganho pouco e meu esposo tbem,responde minha pergunta o que devo fazer em relação a este diagnostico,amei demais sua materia,mais as vezes acredito que meu esposo esta com algum outro problema de saude me ajuda,obrigado pela sua atenção vou ficar anciosa na sua resposta,fique com Deus..

  369. 369 valdirene
    01.05.2011 às 12:34

    Dr.Valerio esqueci de dizer mudei td as refeições de meu esposo,td tem fibras td comida e bem cozida,ele não come mais carne so frango mais faço bem desfiadinho trato bem da alimentação,o leite dele eu mudei para leite desnatado,ele gosta de queijo eu dou somente queijo branco,manteiga ele não come mais,obrigado mais uma ves…

  370. 370 Dr. Fernando Valério
    02.05.2011 às 10:59

    Valdirene, o seu esposo apresentou um problema em vias biliares, que possivelmente já foi tratado. Quanto à bulboduodenite, ela deve ser tratada com dieta e medicamentos que diminuam a acidez na região. Em relação à doença diverticular, é preciso manter uma dieta rica em fibras, mas sem a presença de grãos maiores e duros.

  371. 371 RICARDO SANTOS
    03.05.2011 às 12:58

    DR. BOA TARDE!!!
    GOSTARIA DE UMA INFORMAÇÃO,SEI QUE NÃO TEM NADA HAVER COM O SR.
    É QUE FIZ UMA CIRURGIA DE HERNIA DE HIATO A 2 MESES,MAS SINTO QUE O LADO ESQUERDO DA BARRIGA PROXIMO AO UMBIGO,SEMPRE QDO COMO LEVANTA UMA BOLA AO LADO..
    TBM ESTUFA MUITO AI DA AQUELA SENSAÇÃO DE INCHAÇO..
    TBM TENHO MUITO DESCONFORTO,NÃO CONSIGO ESTUFAR A BARRIGA..
    GRATO AO SR..

  372. 372 Dr. Fernando Valério
    05.05.2011 às 17:35

    Ricardo Santos, este quadro pode decorrer de distensão abdominal por gases. Recomendo que você seja avaliado pelo seu cirurgião, já que este deve ser o seu médico de confiança.

  373. 373 Sulli
    09.05.2011 às 12:04

    Há 3 dias eu senti um mal estar que parecia uma virose comum, não dei muita importancia pois só estava com diarréia e dor abdominal então pensei que alguma coisa que eu tinha comido me fez mal, mas no dia seguinte eu não estava mais com diarréia, mas as dores abdominais persistiam e ao invés de fezes eu estava expelindo uma espécie de gosma esbranquiçada, que continuam até hoje (as dores e a gosma ).Eu falei p meu pai e ele disse que era p eu tomar metronidazol que provalvemente era ameba e estou tomando.
    Minha dúvida é: esses sintomas podem indicar alguma doença grave? se sim quais possíveis doenças? que medidas eu devo tomar?
    obs: ainda não procurei um médico .
    Desde já agradeço

  374. 374 Dr. Fernando Valério
    09.05.2011 às 23:55

    Sulli, os seus sintomas podem estar relacionados a uma série de distúrbios digestivos. Por isso, caso não ocorra melhora do seu quadro, sugiro que procure um Gastroenterologista.

  375. 375 Mary
    12.05.2011 às 13:48

    Boa tarde, Dr. Fernando

    Acabei de receber o resultados de meus exame de colonoscopia e endoscopia.
    Resultados: PANGASTRITE EROSIVA DISCRETA, ESOFAGITE EROSIVA DISTAL – grau A de Los Angeles;
    DIVERTÍCULOS DE SIGMÓIDE.

    Como meu retorno ao gastro deverá ocorrer só após quinze dias, pediria que o senhor me esclarecesse do que se trata, pois estou muito aflita.

    Muito obrigada

  376. 376 Dr. Fernando Valério
    12.05.2011 às 15:55

    Mary, o seu exame mostra a presença de inflamação no esôfago (esofagite), em todo o estômago (gastrite) e divertículos de intestino (comuns a partir dos 50 anos). O quadro será tratado com dieta e medicamentos.

  377. 377 Marli
    31.05.2011 às 14:00

    Boa Tarde,
    Dr.Fernando gostei muito da forma clara que explicou a respeito de diverticulite.Meu marido (40 anos)teve diverticulite aguda faz um mês , agora estou tendo muitas dúvidas a respeito da alimentação: fruta citrica como laranja pode? vitaminas tipo Centrum pode? gostaria de saber o que não pode comer alem de amendoim,nozes,linhaça,uma pessoa me falou que não pode alface,isso procede?
    Agradeço muito se puder me ajudar.

  378. 378 Dr. Fernando Valério
    02.06.2011 às 00:36

    Marli, as frutas cítricas podem ser ingeridas em caso de divertículos intestinais, mas deve-se ter cuidado com sementes. Suplementos de vitaminas não apresentam restrições.

  379. 379 Dr. Fernando Valério
    21.08.2011 às 10:36

    Caro visitante deste blog, primeiramente agradeço o seu interesse em relação aos assuntos médicos publicados neste espaço. Quanto às suas dúvidas complementares, de acordo com a determinação do Conselho Federal de Medicina publicada neste data no Diário Oficial, é vedado a qualquer médico prover assistência médica à distância, seja ela por telefone ou internet. Desta forma, seguindo as recomendações do Conselho que rege a minha profissão, não responderei a perguntas individuais e que possam caracterizar consultas médicas “on line”. Sendo assim, em caso de necessidade de acompanhamento médico e de busca de informações sobre saúde, todo indivíduo deverá realizar consulta médica formal e pessoal com profissional da sua confiança. De qualquer maneira, tenho certeza que os artigos publicados neste blog já são muito explicativos e úteis à Sociedade. Grato pelo entendimento da questão aqui exposta.

  380. 380 Roselene
    15.01.2013 às 22:05

    Ola, estou em crise a 1 mes e ja tomei 26 dias de cefalexina 500mg, meu estomago acabou, e tenho comido so liguidos, com isso perdi 12 kilos e depois de parar com antibiotico , continuo a ter febre a tarde de 38,5, 38,8, nao sei mais o que fazer minhas fezes nunca ficaram duras como tambem nunca vi sangue ou diarreia, estou hoje com elas bem, pastosas, mas nao sei mais o que fazer , moro fora e nao tenho acesso a bons medicos aqui, fiz a um mes a tc com contraste anal e venoso, e o medico disse que nao era infeccao e que nao me daria nada, mas acabei por tomar pois nao agentei, tomo tambem remedios de 6 em 6 horas pra dor, que tambem acaba escondendo minha febre, nao tenho dores coo no comeco, agora tenho um desconforto muito grande no anus como se ali por dentro tivesse uma ferida, estou tentando ir pro Brasil, pra me tratar, mas estou tao fraca que nao tenho como viajar, pode me ajudar a pelo menos com o que devo comer pra me fortalecer, tenho medo de tudo, pois acho que as dores vao voltar, o que pode falar pra mim, estou desesperada…espero que possa me ajudar….

  381. 381 Roselene
    15.01.2013 às 22:07

    Heu tenho 54 anos e nunca tive problemas de intestino, me alimento bem, mas tive muitos estresse ao longo dos ultimos 3 anos…obrigada…

  382. 382 Silvia
    20.01.2013 às 20:16

    Dr. Fernando
    Minha mae de 78 anos, fez a retirada da vesicula, tem exames recentes(ultrason do abdomem total normal)e cononoscopia com doença diverticular pancolonica acentuada. Ela reclama de uma dor, do lado direito abaixo da costela que nao passa. Muitos gases, barriga dolorida. Levei na emergencia sem febre e hemograma normal e o medico passou antibiotico e flagil por 7 dias mas a dor continua. Tem feito dieta, e toma luftal, mas sempre com essa dor. Nao sei mais o que fazer. Pode me ajudar?
    abraços, Silvia Quintella

  383. 383 Silvia
    20.01.2013 às 20:17

    “colonoscopia”

  384. 384 jorge
    21.01.2013 às 18:19

    assisti a um vídeo no bem estar, onde dois médicos dizem ao contrário do conceito quanto as sementes, eles dizem ser um erro dizer que as sementes são prejudicial a diverticulite, porque essa discrepância no meio clínico?

  385. 385 Dr. Fernando Valério
    22.01.2013 às 14:25

    Os divertículos de intestino grosso (diverticulose intestinal ou doença diverticular do cólon) são decorrentes de uma fraqueza da parede intestinal, que permite a formação de saculações na parede do intestino. Os divertículos são comumente encontrados em pessoas com mais de sessenta anos. Não há relação entre a formação dos divertículos com processos emocionais.

  386. 386 Dr. Fernando Valério
    22.01.2013 às 14:27

    Os divertículos cólicos são lesões que ocorrem no intestino grosso, e portanto não comprometem o ânus. Desta forma, pacientes com sintomas anais, como dor, devem ser avaliados por um Proctologista.

  387. 387 Dr. Fernando Valério
    23.01.2013 às 10:05

    O maior risco em se ter divertículos cólicos é poder apresentar um quadro de diverticulite aguda. Para que não ocorra é interessante que as fezes estejam pastosas, o que é conseguido com uma dieta rica em fibras. As sementes e os grãos têm alta concentração de fibras, e por isso são indicados. Evita-se este tipo de dieta apenas nos momentos de crise de diverticulite aguda.

  388. 388 Dr. Fernando Valério
    23.01.2013 às 17:01

    Os divertículos intestinais não costumam causar dor abdominal, a não ser que estejam inflamados, como ocorre na diverticulite aguda. No entanto, nos quadros em que há a presença de divertículos em todo o intestino grosso, o funcionamento intestinal pode ser comprometido, o que geraria algum desconforto. De qualquer forma, o importante é que um médico acompanhe o paciente e descarte outras possibilidades diagnósticas.

  389. 389 Silvia
    24.01.2013 às 03:17

    Dr. Fernando
    Obrigada por responder tao prontamente e parabens pelo excelente artigo que com certeza ajudou muitas pessoas.
    Um forte abraço e que Deus ilumine sempre sua vida.
    Silvia Quintella

  390. 390 jorge
    29.01.2013 às 19:53

    dr. Fernando, desculpe-me por não fazer a outra pergunta antes, mas quando sentimos dores abdominais nas áreas indicada e fica comprovadamente que temos divertículos, pode-se associar as dores a inflamação ou não é uma regra?
    ou seja, pode ser apenas gases?

  391. 391 anderson h.
    30.01.2013 às 13:45

    Prezado Dr., descobri a alguns dias que tinha diverticulite hipertonica após dores e uma internação, tenho 32 anos, fui em dois médicos e um opta pela tratamento clinico sempre, o outro já prefere o cirugico, afirmo que a colonoscopia foi realizado após uma recuperação da crise e apos medicação apropriada, e mesmo assim apareceu na colono que havia diverticulos com secreção no colon desc e sigmoide e inflamação cronificada, não falou nada sobre diverticulos no colon ascendente, porém estou com umas sensações estranhas do lado direito…seria menos provavel uma diverticulite do lado direito de forma hipertonica? e qual a seria sua conduta?
    ah, estou tomando conforme a prescrição o mesacol 1200mg MMX…
    desde já meu muito obrigado pelo senhor existir…

  392. 392 Dr. Fernando Valério
    31.01.2013 às 09:46

    Existem diversas razões para que alguém apresente um quadro de dor abdominal. Os divertículos de intestino são saculações que surgem na parede do intestino e que costumam ser sintomáticas quando há inflamação dos divertículos, o que se denomina diverticulite aguda. Portanto, em casos em que não esta alteração inflamatória ou hipertonia da musculatura do intestino, recomenda-se que outra causa seja pesquisada.
    Além disso, o lado do abdome que sofre a dor é o que corresponde a presença dos divertículos.

Deixe um comentário