Doença Celíaca e Coronavírus

Doença Celíaca e Coronavírus

Celíacos do Mundo todo têm as mesmas dúvidas neste momento de pandemia: somos mais suscetíveis à infecção pelo coronavírus? Caso a infecção ocorra, ela é mais forte nos celíacos?
Sabidamente, este é um vírus novo e todos estamos aprendendo a lidar com ele e com as suas repercussões. Por isso, não há qualquer artigo científico que tenha estudado especificamente esta infecção em celíacos (fiz esta pesquisa!).
E como fazemos então? Nos apoiamos no conhecimento de profissionais experientes, observamos como se comportaram as últimas grandes epidemias (como a do H1N1) e nos mantemos atento a tudo de sério e responsável que é dito e publicado.
No caso dos celíacos, vou me apoiar muito no que foi dito pelo Dr. Alessio Fasano, diretor do Centro de Tratamento e Pesquisa em Doença Celíaca da Universidade de Harvard, e compartilho abaixo um link com o vídeo que o Dr. Fasano publicou sobre este tema.
Assim como poderíamos imaginar, celíacos que estão controlados, bem adaptados à dieta e com anticorpos normais, estão com a sua imunidade funcionando de maneira eficiente. Ou seja, não estão imunocomprometidos! Por isso, correm o mesmo risco de infecção pelo coronavírus que a população geral.
No caso de celíacos que ainda apresentam processo inflamatório ativo e não estão com a doença controlada, infelizmente podem ter a sua imunidade comprometida. Isto obviamente aumenta o risco de que infecções ocorram, o que inclui o coronavírus.
Desta forma, todos devemos estar calmos, serenos, mas não podemos de forma alguma banalizar a gravidade desta pandemia! Sigam todas as recomendações que estão sendo compartilhadas por médicos e Ministério da Saúde de maneira irrestrita.
Cuidem-se!
Vídeo Dr. Alessio Fasano: https://www.youtube.com/watch?v=3RzvCeObFME&feature=youtu.be

Dr. Fernando Valério
Gastroenterologista e Nutrólogo
Especialista em Doença Celíaca e glúten, intolerâncias e alergias alimentares, e doenças intestinais funcionais
Membro da International Society for the Study of Celiac Disease

Postado por:

Dr. Fernando Valério