Hemorróida, será a cirurgia a única opção?

A doença hemorroidária, ou seja, a dilatação dos vasos presentes na região do ânus, traz transtornos evidentes a milhões de pessoas ao redor do Mundo. Estes transtornos variam de sangramento e dor ao prolapso hemorroidário (exteriorização destes vasos no momento da evacuação). Todas as informações referentes a doença podem ser lidas em meu site (link Doenças), mas a minha intenção aqui é apagar a impressão geral de que a hemorróida é uma doença obrigatoriamente cirúrgica.A cirurgia para hemorróida é uma das mais temidas pelos portadores desta doença, já que sabidamente o período pós-operatório é extremamente doloroso e difícil. O que é importante enfatizar é que somente os casos mais avançados têm indicação de cirurgia. Para se ter uma idéia prática, de cada 10 pacientes com hemorróida, apenas 2 precisarão ser submetidos ao tratamento cirúrgico, enquanto os outros 8 realizarão outros tipos de tratamentos não cirúrgicos: os tratamentos ambulatoriais.

Os tratamentos ambulatoriais são realizados no próprio consultório médico, sem a necessidade de internação e período pós-operatório, no momento da consulta médica, e em geral trazem apenas um desconforto momentâneo, e não dor. Para citar alguns exemplos destes métodos, os mais utilizados são a ligadura elástica, laser, crioterapia (congelamento), fotocoagulação e esclerose (injeção de álcool).

O método que costumo utilizar em meus pacientes é a ligadura elástica. Este é um método muito simples, e o único entre todos os ambulatoriais que resolve o prolapso hemorroidário, informações estas compartilhadas por grandes estudos clínicos. O índice de satisfação dos pacientes é de 90%, já que com este método, além de se evitar a cirurgia, há a resolução imediata do sangramento e do prolapso, sem a necessidade de anestesia, já que não é um método doloroso, evitando-se assim riscos de alergias.

Com estas informações você já é capaz de entender que o quanto antes você procurar um especialista (proctologista) maiores são as suas chances de ser submetido a um tratamento mais simples, e mais longe você estará da necessidade de cirurgia. Se a razão de evitar procurar um médico é o medo de receber uma indicação cirúrgica, você pode estar perdendo uma boa oportunidade.

Postado por:

Dr. Fernando Valério